ENEM: Descubra como ver seu boletim de desempenho individual

Enem — Escrito por

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é, para a maioria dos milhões de participantes, a prova mais importante da vida. Considerado o maior vestibular do País, permite a entrada em universidades públicas e privadas, conseguir o certificado do ensino médio (para quem não frequentou uma escola regular) e obter benefícios como bolsas de estudos e financiamentos a juros baixos.

Não é à toa que, passada a maratona de provas, vem a ansiedade para saber logo o resultado. O Ministério da Educação (MEC) divulga o gabarito oficial em três dias, mas não dá para saber a pontuação apenas somando os acertos. O resultado sai bem depois.

Se você está naquela ansiedade para saber quantos pontos fez no Exame, fique aqui com a gente. Vamos contar quando, onde e como acessar seu boletim de desempenho individual do Enem!

 

Quando posso ver meu boletim de desempenho individual?

A espera é longa. As provas do Enem geralmente acontecem entre a última quinzena de outubro e o início de novembro. O resultado só é divulgado entre o final de dezembro e o início de janeiro.

São cerca de dois meses de ansiedade. No edital do Enem não há definição de quando sai o resultado, mas o MEC costuma avisar algumas semanas antes. Fique ligado nos comunicados oficiais.

 

Onde posso ver meu boletim de desempenho individual?

Se você fez o Enem, já deve saber que o MEC não manda nada pelo correio. Boleto de pagamento da inscrição e cartão de confirmação com local de prova, por exemplo, devem ser baixados da internet e são de responsabilidade do participante.

O mesmo acontece com o boletim de desempenho individual. A partir da data de divulgação dos resultados do Enem o interessado deve acessar a página do participante para ver sua nota.

 

Como faço para ver meu boletim de desempenho individual?

Consultar o resultado do Enem é muito simples e rápido. Para ver seu boletim, faça o seguinte:

1) Acesse a página do participante do Enem.

2) Digite seu CPF ou número de inscrição e senha do Enem. Caso não lembre, clique no link “esqueci minha senha” e siga as orientações da tela para recuperá-la.

3) Clique na opção correspondente ao resultado do Enem e veja seu boletim.

O que tem no boletim de desempenho individual?

O boletim de desempenho individual mostra as notas do participante nas cinco provas do Enem:

  • Ciências Humanas e suas Tecnologias
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias
  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias
  • Matemática e suas Tecnologias
  • Redação

 

O que posso fazer com a nota do Enem?

Alcançar uma boa nota no Enem pode garantir vaga em universidades públicas e privadas. Além disso, caso cumpra os requisitos do Governo Federal, é possível conseguir bolsa de estudos e financiamento universitário a juros baixos.

Confira a seguir o resumão que preparamos para mostrar o que você pode fazer com seu desempenho no Enem:

 

Entrar em faculdade privada sem vestibular: apresentar a nota do Enem é uma das formas mais fáceis de ingressar no ensino superior. Cada instituição define suas próprias regras de uso da nota. Algumas pedem apenas que o candidato não tenha zerado na redação, outras avaliam a média geral ou provas específicas (ligadas ao curso que o candidato escolher). As opções são variadas e o melhor a fazer é consultar, junto à faculdade de seu interesse, como funciona esse processo seletivo.

 

Entrar em universidade pública sem vestibular: quem fez o Enem mais recente e não zerou na redação pode se inscrever no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e concorrer a uma vaga em universidades públicas de todo o Brasil. Aqui, cada instituição é livre para definir uma nota mínima para entrar no páreo. Essa informação aparece na tela quando o candidato seleciona a opção de curso. Nos mais concorridos, é preciso tirar entre 700 e 800 pontos no Enem para passar. Nos mais “tranquilos”, com 500 pontos dá para conseguir uma vaga. O Sisu tem duas edições por ano, em janeiro e em junho. As inscrições, gratuitas, são feitas pela internet e não há limite de renda para participar.

 

Concorrer a uma bolsa do ProUni: o Programa Universidade para Todos, destinado a pessoas de baixa renda, oferece bolsas de estudos em cursos presenciais e a distância em faculdades bem avaliadas pelo MEC. Além de comprovar renda familiar e cumprir critérios de formação escolar, o candidato precisa ter feito o Enem mais recente, com desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação. As inscrições do ProUni também são gratuitas e acontecem duas vezes por ano, no primeiro e no segundo semestre.

 

Tentar um financiamento estudantil do Governo Federal: o FIES também é um programa destinado à população de baixa renda. Trata-se de um empréstimo universitário a juros baixos e prazo longo para quitar a dívida. O processo seletivo usa a nota do Enem para classificar os candidatos ao benefício. Para participar, além de comprovar renda familiar, é obrigatório ter feito qualquer edição do Enem a partir de 2010, com desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação. São duas edições por ano e as inscrições, gratuitas, abrem logo após a divulgação dos resultados do ProUni.

 

Faculdades que aceitam a nota do Enem

Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer cursos superiores e que aceitam a nota do Enem para ingresso direto, bolsa do ProUni ou financiamento do FIES:

 

Veja também:

Saiba por quanto tempo vale o Enem

 

Descobriu como acessar seu boletim individual do Enem? Ficou alguma dúvida? Conte para a gente aqui nos comentários!

Comente