Como emitir a segunda via do boleto do Fies

Fies — Escrito por

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um programa coordenado pelo MEC (Ministério da Educação e Cultura) desde 1999, com o objetivo de financiar cursos não gratuitos de Ensino Superior aos estudantes que não possuam condições financeiras para arcarem sozinhos com esses investimentos. O FIES tem critérios bastante objetivos de seleção, basicamente levando em conta a renda familiar e as notas obtidas no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), ou ainda critérios funcionais (como o exercício do magistério da educação básica ou trabalhar em instituição pública, por exemplo). Além disso, apresenta uma taxa efetiva de juros em torno de 3,4% ao ano, significando um grande e efetivo estímulo para se conquistar um diploma de graduação.

Não fique inadimplente

Apesar de todas essas vantagens, é importante que o estudante mantenha-se adimplente em relação aos pagamentos devidos. O programa tem carência de 18 meses, após a conclusão do curso, para o início do pagamento efetivo. Além disso, o Governo oferece longos prazos para que o aluno amortize a dívida depois que concluir o curso que está financiando.

No entanto, exige-se o pagamento trimestral de parte dos juros, que podem somar até R$ 50,00. Os boletos de cobrança são enviados pelos Correios, e o estudante pode perder o benefício se não mantiver os pagamentos em dia. Mas como cumprir com essas obrigações, se o boleto de referência não chegar a tempo em sua residência?

Como emitir boleto do FIES para pagamento

Se houver algum atraso no serviço de correspondência, não se preocupe. É perfeitamente viável e descomplicado efetuar o pagamento da parcela do FIES, sem qualquer atraso e sem que isso prejudique seu financiamento. Basta ter acesso a uma segunda via do boleto e quitá-lo. Vamos ver como isso é feito a seguir.

Os estudantes geralmente assinam o contrato do FIES com a Caixa Econômica Federal ou com o Banco do Brasil. No primeiro caso, você nem mesmo precisa ir a uma agência para resolver a pendência. Basta acessar o portal do banco, informar o seu CPF ou o número do contrato, o código verificador informado pela própria instituição e seu boleto será gerado na sequência. Mas atenção: esse serviço on-line fica disponível apenas de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h.

Até a data, o boleto pode ser quitado em qualquer banco. Passado o vencimento, o aluno só poderá saldar a dívida na agência em que o FIES foi concedido. Mas se o beneficiado utilizar o sistema de Internet Banking, nem precisará imprimir o boleto para pagar nos atendimentos dos bancos ou caixas automáticos; poderá efetuar o pagamento on-line, da mesma maneira que faz com outras cobranças de seu dia a dia.

Diferentemente da Caixa Econômica Federal, o Banco do Brasil não oferece a emissão do boleto para o FIES por meio eletrônico. Então, se o estudante tiver contratado com esta instituição financeira, deverá entrar em contato por telefone com a Central de Atendimento do banco (4004-0001 ou 0800-729-0001) ou ir até uma agência mais próxima, a fim de solicitar o envio da segunda via do boleto – desde que o prazo de vencimento não esteja muito próximo de se esgotar.

Neste caso, uma boa opção é verificar no portal do próprio programa. Afinal, o boleto também pode ser acessado através do portal do FIES, e se o estudante for correntista da Caixa Econômica Federal poderá quitar a dívida com o agendamento de débito automático.

Não perca o prazo de pagamento desses boletos! Isso é muito importante para que seu financiamento não gere problemas e você perca o benefício. Lembre-se que as parcelas trimestrais vencem sempre em março, junho, setembro e dezembro, com vencimento indicado para o dia exato em que o contrato foi assinado (5, 10, 15, 20 ou 25 do mês).

Para entender melhor sobre o Fies, confira os demais artigos do nosso site!

Tags: , ,

Comente