Descubra como ver sua nota do ENEM rapidamente

Enem — Escrito por

Se você fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) – ou ainda vai fazer! – e já está na maior ansiedade para ver a nota, saiba que é preciso ter paciência.

As provas do Enem costumam ser aplicadas em novembro, mas o resultado só sai em janeiro do ano seguinte.

É o tempo que o MEC precisa para corrigir as milhões de provas objetivas e de redação.

Depois que os resultados são divulgados, no entanto, dá para acessar o boletim de desempenho de forma rápida e descomplicada. E o melhor: é possível usar a nota do Exame para descolar uma vaga no ensino superior, bolsas e financiamentos. Descubra como fazer tudo isso!

 

Como ver sua nota do Enem rapidamente

Se você já fez alguma edição do Enem, pode ver a nota rapidamente, agora mesmo, se quiser.

Basta, para isso:

  1. Acessar a página do participante do Enem.
  2. Informar seu CPF.
  3. Digitar a sua senha do Enem (se tiver perdido, dá para recuperá-la facilmente no sistema).
  4. Quando entrar na página, procure o link Boletim de Desempenho Individual – suas notas estão lá.

 

Se ainda não fez o Enem, bom, o jeito é segurar a ansiedade. O MEC só divulga as notas dois meses depois das provas, em média – o que cai normalmente em meados de janeiro, mais ou menos.

 

O que é o boletim de desempenho individual

O boletim de desempenho individual é o nome que o MEC dá ao documento que traz a relação com todas as notas do participante em cada uma das provas do Enem.

Lá você pode encontrar a nota que tirou nas provas de:

  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias
  • Ciências Humanas e suas Tecnologias
  • Matemática e suas Tecnologias
  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias
  • Redação

Caso tenha tirado zero na prova de redação, o boletim apresenta o motivo – que normalmente ocorre por não atender às regras do texto dissertativo-argumentativo ou fugir do tema, por exemplo.

 

Dá para saber minha nota do Enem antes de os resultados serem divulgados?

Não. O boletim só pode ser acessado a partir da data estipulada pelo MEC – que é amplamente divulgada pela imprensa.

O que muita gente faz é tentar calcular a nota a partir do somatório simples de acertos ou de sites e aplicativos que tentam fazer uma simulação da pontuação aproximada.

Infelizmente, nenhum dos dois métodos dá resultado. Isso porque o Enem utiliza um sistema de correção muito sofisticado, que leva em conta o desempenho dos outros candidatos para definir o valor de cada questão.

Chamado de Teoria de Resposta ao Item (TRI), o método é utilizado em grandes exames do mundo todo.

Além de estimar o nível de conhecimento nos conteúdos do ensino médio, a TRI também analisa a coerência do participante diante das provas, identificando quem faz acertos aleatórios – os chutes.

Por isso é tão difícil fazer um cálculo aproximado da nota. Nossa dica é: relaxe enquanto os resultados não saem. Aproveite para pesquisar faculdades interessantes onde você gostaria de estudar.

 

Como usar a nota do Enem para entrar na faculdade

Existem diversas maneiras de descolar uma vaga no ensino superior usando a nota do Enem. Só do Governo Federal são três grandes processos seletivos que acontecem duas vezes ao ano. Para arrematar, faculdades privadas de todo o país usam a nota do Exame para distribuir vagas a novos alunos.

Conheça os detalhes de cada um:

  • Ingresso direto: Por meio desse sistema, o candidato pode entrar direto em faculdades privadas sem ter que fazer o vestibular. Basta, para isso, apresentar a nota do Enem e garantir a vaga (caso alcance o desempenho mínimo exigido). É um método simples, rápido e descomplicado de entrar em um curso superior. E tem mais: muitas faculdades aceitam qualquer edição do Exame a partir de 2010.
  • Vaga em universidades públicas: Está pensando em entrar em uma universidade pública com a nota do Enem? Então prepare-se, pois o Sisu é concorridíssimo. Em instituições de Norte a Sul do Brasil, uma nota alta é fundamental para garantir a vaga dos sonhos. Para entrar na disputa é preciso ter feito o Enem mais recente, sem ter zerado na redação. São duas chances por ano.
  • Financiar os estudos: Quem precisa de ajuda financeira para pagar a faculdade pode tentar o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES). Com ele, é possível estudar pagando apenas uma pequena taxa trimestral referente aos juros. A dívida só começa a ser quitada depois da formatura. As taxas de juros são abaixo do valor de mercado e o prazo é a perder de vista. Para participar do processo seletivo é preciso ter obtido desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação de qualquer edição do Enem a partir de 2010. Ah, também é preciso comprovar renda familiar bruta mensal de no máximo três salários mínimos por pessoa.
  • Ganhar bolsa de estudos: O Programa Universidade para Todos (ProUni) distribui bolsas parciais e integrais a estudantes de baixa renda de todo o Brasil. Para concorrer a uma delas é preciso ter feito Enem mais recente, com pelo menos 450 pontos na média das provas, sem ter zerado na redação. O Programa também tem critérios de renda familiar e escolaridade. A seleção ocorre duas vezes ao ano e é bastante concorrida – portanto, prepare-se bem!

 

Onde conseguir vaga com a nota do Enem

O universo de instituições de ensino que aceitam a nota do Enem como forma de ingresso é imenso. Só entre as públicas, são mais de 130. Entre as particulares, então, o número é infinitamente maior.

Para ajudar na sua busca, selecionamos algumas instituições bem avaliadas pelo MEC que oferecem o modelo de ingresso direto, bolsas do ProUni e financiamento pelo FIES:

 

Veja também:

Tudo sobre o Enem

 

Como você está pensando em usar sua nota do Enem? Conte para a gente aqui nos comentários!

Comente