22 conteúdos que você precisa saber para o ENEM

Enem — Escrito por

Se você quer fazer bonito no Enem, já sabe que não pode chegar às provas com conteúdo em atraso – é preciso ter tudo fresco na cabeça.

Só que, de tudo aquilo que o Enem pede no edital, existem algumas matérias pelas quais os organizadores nutrem um carinho especial. Elas têm aparecido todos os anos nas provas, e isso deve se repetir nas próximas edições.

Para descobrir quais são os 22 conteúdos que você precisa saber para o Enem, fique com a gente. Vamos revelá-los um a um e, de quebra, ainda apresentamos algumas dicas legais de como tirar a melhor nota na prova!

 

22 conteúdos do Enem que você precisa saber

O Enem tem cinco provas – quatro objetivas e uma redação.

As objetivas estão organizadas da seguinte forma:

  • 45 questões de Ciências Humanas e suas Tecnologias (História, Geografia, Filosofia e Sociologia)
  • 45 questões de Ciências da Natureza e suas Tecnologias (Física, Química e Biologia)
  • 45 questões de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias (Língua Portuguesa, Língua Estrangeira, Artes, Literatura, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação)
  • 45 questões de Matemática e suas Tecnologias

Os conteúdos obrigatórios que você precisa dominar para fazer uma boa prova são:

 

Ciências Humanas e suas Tecnologias

  • História do Brasil
  • Movimentos sociais
  • Direitos Humanos
  • Impactos ambientais da poluição
  • Urbanização e violência
  • Conquistas trabalhistas

 

 

Ciências da Natureza e suas Tecnologias

  • Evolução
  • Genética
  • Biotecnologia
  • Mecânica
  • Termofísica
  • Estequiometria
  • Equilíbrios químicos
  • Ciclos biogeoquímicos

Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

  • Intertextualidade
  • Ambiguidade
  • Interpretação de texto

 

Matemática e suas Tecnologias

  • Porcentagem
  • Funções de 1° e 2° graus
  • Grandezas proporcionais – inversamente ou diretamente proporcionais, regra de três
  • Progressão aritmética e geométrica
  • Estatística – média aritmética, moda e mediana

 

São só esses conteúdos que aparecem com mais frequência no Enem?

Nada! O mapa do tesouro com a lista de temas recorrentes é um pouco maior. Além dos 22 conteúdos que relacionamos acima, é preciso dar aquela reforçada nas seguintes matérias:

 

Ciências Humanas

  • Ditadura no Brasil
  • Desenvolvimento social
  • Escravidão
  • Revolução Industrial
  • Revolução Russa
  • República oligárquica
  • República liberal
  • Era Vargas
  • Pós-guerra
  • Indústria brasileira
  • Água
  • Energia
  • Conflitos por terra
  • Crescimento populacional
  • Transportes
  • Agricultura
  • Uso de mapas
  • O papel das mulheres, negros e homossexuais

Ciências da Natureza

  • Fisiologia humana
  • Teia e cadeia alimentar
  • Fluxo de energia
  • Ecologia
  • Energia
  • Eletricidade
  • Correntes e potência elétrica
  • Fenômenos ondulatórios
  • Óptica
  • Neutralidade
  • Oxidação
  • Equilíbrios químicos
  • Funções orgânicas
  • Cálculo de pH
  • Combustíveis
  • Nomenclatura
  • Compostos orgânicos
  • Isomeria
  • Funções orgânicas
  • Reações orgânicas
  • Química e meio ambiente
  • Radiação
  • Hidrocarbonetos
  • Soluções químicas

Linguagens

  • Modernismo
  • Literatura
  • Vanguardas europeias
  • Denotação e conotação
  • Figuras de linguagem
  • Funções da linguagem
  • Gêneros textuais
  • Norma culta e popular
  • Síntese e resumo

 

Matemática

  • Equações de 1º e 2º graus
  • Trigonometria (triângulo retângulo e semelhança de triângulos)
  • Cálculo de área, volume e perímetros
  • Seno, cosseno e tangente
  • Probabilidade
  • Análise combinatória
  • Áreas de figuras planas/prismas, cilindros, cones e esferas
  • Metro cúbico

Quem está se planejando para tentar vaga em cursos muito concorridos, como Medicina, Engenharia ou Direito, terá que se dedicar a todas as matérias pedidas pelo Enem – sem exceção.

A lista deve ser usada apenas como uma referência para saber onde é preciso dar aquele reforço extra nos estudos, combinado?

 

Veja como aumentar a produtividade dos seus estudos para o Enem

Para turbinar seus estudos para o Enem é fundamental conhecer o formato e a proposta do Exame. Veja como se dar bem:

  • Estude tudo o que consta no edital. É bastante conteúdo, por isso você deve se programar com bastante antecedência.
  • Para conquistar uma boa nota também é preciso dominar leitura e interpretação de texto – essa habilidade vai ser exigida em todas as provas. Portanto, se você tem dificuldades com isso, comece a praticar o quanto antes!
  • Estudar atualidades é outro pré-requisito para quem busca um bom desempenho no Enem. Elas estão em toda parte, nas provas objetivas e na redação. Questões sociais, econômicas, políticas, de saúde e desenvolvimento tecnológico são os temas favoritos.
  • Muitas questões apresentam o conteúdo de forma multidisciplinar – ou seja, será preciso relacionar conhecimentos de mais de uma área para encontrar a resposta. Isso é bastante comum nas provas de Ciências Humanas, Ciências da Natureza e Linguagens. Portanto, é bom treinar um olhar mais amplo sobre cada disciplina.
  • No Enem, decoreba não tem vez. Por isso, não precisa gastar todo o seu tempo e energia tentando guardar fórmulas de Física, Química e Matemática. Sabendo apenas as mais importantes você vai conseguir fazer a prova tranquilamente – mas não se engane achando que, por causa disso, as questões serão fáceis!
  • Uma dica legal é analisar uma a uma as competências pedidas no edital do Enem. Elas dão pistas importantes a respeito da abordagem do Exame e do tipo de questão que cai nas provas! Identificar aquelas em que você tem mais dificuldade ainda pode ajudar a melhorar sua dinâmica de estudos.
  • Não se aprende um idioma instantaneamente. O ideal é começar estudar Inglês ou Espanhol bem antes do Enem (você vai ter que escolher um deles na hora de se inscrever). Como a prova de Língua Estrangeira é essencialmente leitura e interpretação, o candidato vai precisar de uma certa bagagem para conseguir entender as questões.
  • Fazer as provas anteriores do Enem é o exercício perfeito para quem busca se familiarizar com o Exame! No site do Inep, existem edições desde 1998!
  • Outra dica importante: fique atento ao relógio. Na média, os candidatos têm menos de três minutos para resolver cada questão (lembre-se de que são 90 por dia!).
  • Estude bastante, mas lembre-se de que seu cérebro não é uma máquina. É preciso dormir direito, alimentar-se bem e exercitar-se (física e intelectualmente) para chegar à maratona de provas em plena forma!

 

Veja também:

Descubra como calcular a média do ENEM

 

Já planejou sua rotina de estudos para o Enem? Conte para a gente aqui nos comentários!

Comente