Pode usar nota do ENEM do ano passado? Descubra

Enem — Escrito por

O Enem deixou de ser apenas um método para avaliar a qualidade do ensino médio e passou a ser considerado o maior vestibular do país.

O Exame Nacional do Ensino Médio acontece uma vez por ano e milhões de estudantes de todas as regiões brasileiras se inscrevem para as provas.

A imensa procura por este exame pode ser explicada pelas diversas vantagens que ele traz. O Enem serve para entrar em universidades públicas sem precisar fazer vestibular, conseguir uma bolsa de estudo em faculdades particulares e até fazer um financiamento estudantil a juros baixos.

O que muitos estudantes ficam em dúvida é se o Enem tem prazo de validade, se precisa fazer a prova todo ano ou se é possível usar o resultado obtido alguns anos atrás.

A verdade é: depende! Existem situações em que o aluno pode apresentar a nota de edições passadas do Enem, e casos em que o resultado exigido tem que ser da última edição do exame.

Descubra como funciona cada situação e se você vai poder usar sua nota do Enem do ano passado!

 

Quando usar a nota da edição mais recente do Enem

A prova do Enem costuma acontecer em outubro ou novembro e o resultado final geralmente é divulgado em janeiro.

Este resultado é considerado “da última edição”, ou edição mais recente do Enem. Na prática, a gente usa a nota do Enem que foi feito no ano anterior. Por exemplo: em 2016, dá para se inscrever nos programas do governo federal usando o Enem 2015. Em 2017, a nota utilizada será a de 2016, e por aí vai.

Ou seja, o estudante recebe em janeiro as notas do Enem do ano anterior e tem até mais ou menos o mês de agosto para participar dos seguintes programas:

 

Sisu

O Sisu (Sistema de Seleção Unificada) utiliza a nota do Enem para oferecer vagas em universidades públicas sem a necessidade de prestar vestibular.

Estas vagas são oferecidas exclusivamente pela internet e o candidato precisa ter participado da edição mais recente do Enem. As inscrições no Sisu acontecem duas vezes ao ano, antes do início de cada semestre (geralmente nos meses de janeiro e junho) e são totalmente gratuitas.

Podem concorrer a uma vaga alunos que obtiveram nota maior que zero na redação. Cada universidade define a pontuação mínima para se inscrever em seus cursos e quanto maior a nota do candidato, maiores as chances de se classificar.

 

ProUni

O ProUni (Programa Universidade para Todos) é um programa do governo federal que concede bolsas de estudo em faculdades particulares de todo o Brasil. As bolsas podem ser parciais (50%) ou integrais (100%), dependendo da renda familiar do candidato.

Assim como acontece no Sisu, o ProUni tem duas edições por ano e usa a nota da edição mais recente do Enem para classificar os candidatos em seu processo regular. As inscrições abrem geralmente nos meses de janeiro e junho e são gratuitas.

Para concorrer a uma bolsa o aluno precisa ter nota mínima de 450 pontos nas provas objetivas e não ter zerado na redação. Além disso, precisa cumprir os requisitos de escolaridade e renda.

 

Complementar a nota do vestibular

Algumas universidades, principalmente as públicas, aceitam a nota do Enem como complemento da nota do vestibular tradicional.

Cada instituição estabelece as regras de como isto acontece e de como é realizado o cálculo da nota final. De modo geral, se o aluno foi muito bem na prova do Enem mais recente, é possível aumentar sua pontuação do vestibular.

 

Quando usar a nota do Enem de anos anteriores

Em 2009 o Ministério da Educação (MEC) reformulou completamente o Enem e o Exame de 2010 passou a ter a “cara” que tem hoje: 180 questões objetivas e uma redação.

Quem fez o Enem a partir do ano de 2010 tem a possibilidade de usar sua nota nas seguintes situações:

 

Enem de anos anteriores para se inscrever no FIES

O FIES (Fundo de Financiamento Estudantil) é um programa do Governo Federal que tem como objetivo ajudar o estudante de faculdade particular a pagar as mensalidades do curso de graduação.

Os financiamentos são concedidos a juros de 6,5% ao ano e o aluno só começa a pagar a dívida depois de formado.

O MEC divulga os prazos de inscrição no FIES a cada semestre, e podem se candidatar alunos que tenham feito o Enem a partir de 2010 e obtido nota mínima de 450 pontos na média das provas e nota maior que zero na redação.

 

Enem de anos anteriores para conseguir bolsa remanescente do ProUni

Em seu processo regular para conceder bolsas de estudos, o ProUni exige que os candidatos tenham feito a última edição do Enem.

As bolsas remanescentes são aquelas que eventualmente não foram ocupadas durante este processo regular de distribuição. Neste caso, o ProUni abre novo período de inscrições e permite que estudantes que realizaram o Enem a partir de 2010 se candidatem a uma vaga.

Os requisitos de renda e pontuação continuam os mesmos. É preciso ter nota mínima de 450 pontos e não ter zerado na redação para participar do programa.

 

Enem de anos anteriores para ingresso direto em faculdades particulares

Muitas universidades particulares aceitam a nota do Enem como forma de ingresso direto, ou seja, o aluno não precisa realizar o processo seletivo da instituição.

Cada universidade determina quais as vagas disponíveis e as regras para o seu preenchimento. Para saber quais são as notas mínimas para ingresso, é preciso consultar o edital de seleção da instituição desejada.

 

Enem de anos anteriores para ganhar desconto na mensalidade

Se você pretende estudar em uma universidade particular e não se enquadra nos requisitos de renda para conseguir uma bolsa ou financiamento, fique atento às promoções oferecidas pela instituição.

Algumas universidades oferecem vantagens para quem apresentar uma boa nota do Enem, como descontos nas mensalidades.

 

Universidades que aceitam a nota do Enem

Confira algumas universidades privadas reconhecidas pelo MEC que aceitam a nota do Enem como forma de ingresso. Algumas unidades podem oferecer também bolsas de estudo, financiamentos estudantis ou descontos especiais:

 

Está se preparando para o Enem ou Vestibular e precisa de uma forcinha? Confira alguns cursinhos:

 

Veja também:

Tudo sobre o Enem

 

Você participou de alguma edição do Enem? Conte para a gente o que você pretende fazer com sua nota!

Comente