Flexão

Português — Escrito por

É a variação de forma e, conseqüentemente, de significado de uma palavra.

 

Flexão de Gênero

Gênero é o termo que a gramática utiliza para enquadrar as palavras variáveis da língua em masculinas e femininas. Temos os gêneros masculino e feminino.

As classes de palavras que apresentam flexão de gênero são: substantivo, adjetivo, artigo, pronome e numeral.

 

– palavras do gênero masculino.

seres animais: moço, menino, leão, gato, cantor.

coisas: pente, lápis, disco, amor, mar.

 

– palavras do gênero feminino.

seres animais: moça, menina, leoa, gata, cantora.

coisas: colher, revista, fumaça, raiva, chuva.

 

As demais palavras que admitem esse tipo de flexão (artigo, adjetivo, pronome e numeral) acompanham o gênero do substantivo a que se referem. Exemplos:

As crianças órfãs.

Pequenos índios.

Esses meninos.

Duas crianças.

 

Flexão de Número

As palavras variáveis podem mudar sua terminação para indicar singular ou plural. Apresentam flexão de número: o substantivo, o artigo, o adjetivo, o numeral e o verbo.

Exemplo:

Sua irmã sofreu um arranhão. (singular)

Suas irmãs sofreram uns arranhões. (plural)

OBS:

1) A flexão de gênero e de número do substantivo implica flexão correspondente do adjetivo.

 

alunos espertos

subst. adj.

masc. pl. masc. pl.

 

2) Há casos de erro de concordância em que a concordância de número pode não acontecer de fato e um dos termos pode ficar sem flexão numérica.

 

Tinha mãos grande.

Achei coisas meio esquisita por aqui …

 

Flexão de Grau

São as mudanças efetuadas na terminação para indicar tamanho (nos substantivos) e intensidade (nos adjetivos).

 

O menino estava nervoso.

O menininho estava nervoso.

O menino estava nervosíssimo.

 

O grau pode expressar estado emotivo e não somente intensidade ou tamanho:

Que doutorzinho, hein ! (ironia)

Filhinho, venha cá. (carinho)

 

O advérbio, embora seja uma palavra invariável, admite flexão de grau:

O fato aconteceu cedo. (advérbio não flexionado)

O fato aconteceu cedinho. (advérbio flexionado)

Flexões de tempo, modo e pessoa

Só os verbos apresentam esses tipos de flexão.

a. tempo

É a mudança da forma para indicar o momento em que ocorre o fato.

 

O jesuíta assiste à chegada dos órfãos. (presente)

O jesuíta assistiu à chegada dos órfãos. (pretérito)

O jesuíta assistirá à chegada dos órfãos. (futuro)

 

b. modo

É a mudança da forma para indicar as diferentes atitudes do emissor em relação ao fato que se deseja expressar. São três os modos: indicativo, subjuntivo e imperativo.

 

Indicativo: O menino desligou-se da tribo.

Subjuntivo: É possível que o menino se desligue da tribo.

Imperativo: Menino, ouça um conselho: desligue-se da tribo.

 

c. pessoa

Esse tipo de flexão permite que o verbo se relacione com as três pessoas gramaticais:

 

1ª pessoa: eu, nós

2ª pessoa: tu, vós

3ª pessoa: ele(s), ela(s)

 

A flexão de pessoa indica a concordância do verbo com a pessoa gramatical que lhe serve de sujeito. Compare:

 

Forma não-flexionada: comprar não se refere a qualquer sujeito.

Formas flexionadas do presente – modo indicativo:

Eu compro Nós compramos

Tu compras Vós comprais

Ele compra Eles compram

 

As desinências verbais são morfemas que carregam dois significados simultâneos: de tempo e pessoa. Na forma amávamos, por exemplo, o morfema –mos indica 1ª pessoa (flexão de pessoa) do plural (flexão de número).

 

Fonte: www.iaulas.com.br/

Comente