Descubra quanto se desembolsa em uma faculdade de Veterinária

Carreiras — Escrito por

O amor pelos animais é o que leva muita gente a lotar os cursos de Medicina Veterinária pelo Brasil afora.

Dá para perceber o quanto a profissão tem se popularizado nos últimos anos. Basta observar o mercado de animais de pequeno porte: é bem possível que tenha surgido pelo menos uma pet shop nas proximidades de sua casa, talvez com um pequeno consultório veterinário para atender os bichinhos.

Só que a graduação é bem mais ampla do que costumamos imaginar e vai muito além da saúde de cães e gatos de companhia. A Veterinária tem disciplinas sobre genética, farmacologia, nutrição, criação e reprodução de animais, inspeção, epidemiologia, administração rural, anatomia, biofísica, legislação e regulamentação.

Por enquanto, Medicina Veterinária está disponível apenas na modalidade presencial. Outra questão importante que você precisa saber: muitos dos cursos são oferecidos em campi localizados no interior do País.

Descubra quanto se desembolsa em uma faculdade de Veterinária e veja a diferença de preços nas diversas regiões do Brasil. Ah, descubra também como pagar menos para estudar e o que levar em conta na hora de se preparar para encarar os custos dessa formação!

 

Quanto custa uma faculdade de Veterinária

Em todo o Brasil existem 205 cursos de Medicina Veterinária – 65% deles em faculdades privadas. A formação é do tipo bacharelado e vai exigir cinco anos de dedicação.

Quem quiser se formar em Medicina Veterinária vai ter que preparar o bolso. O valor médio da mensalidade é R$ 1.465! A faculdade mais barata custa, em média, R$ 850. A mais cara sai por mais de R$ 3.000 mensais.

Conheça algumas instituições que oferecem o curso em diversas faixas de preço – observe que a maioria delas se localiza em cidades do interior do País:

 

Faculdades de Veterinária que custam entre R$ 800 e R$ 1.300

  • Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA) – Dourados (MS), Leme (SP)
  • Faculdade de Ciências Biológicas e da Saúde (FACISA) – Viçosa (MG)
  • Centro Universitário de Desenvolvimento do Centro-Oeste (UNIDESC) – Luziânia (GO)
  • Universidade Iguaçu (UNIG) – Itaperuna (RJ)
  • Faculdade de Castelo (FACASTELO) – Castelo (ES)
  • Centro de Estudos Superiores de Maceió (CESMAC) – Maceió (AL)
  • Escola Superior Batista do Amazonas (ESBAM) – Manaus (AM)
  • Faculdades Integradas do Tapajós (ISES) – Tapajós (PA)
  • Faculdade de Ciências Biológicas e da Saúde de União da Vitória (UNIGUAÇU) – União da Vitória (PR)
  • Faculdade de Itapiranga (SEI/FAI) – Itapiranga (SC)

 

Faculdades de Veterinária que custam entre R$ 1.301 e R$ 1.800

  • Universidade Norte do Paraná (UNOPAR) – Arapongas (PR)
  • Centro Universitário de Itajubá (UNIVERSITAS) – Itajubá (MG)
  • Universidade de Santo Amaro (UNISA) – São Paulo (SP)
  • Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) – Campo Grande (MS)
  • Centro Universitário de Barra Mansa (UBM) – Barra Mansa (RJ)
  • Faculdade Católica do Tocantins (FACTO) – Palmas (TO)
  • Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná (CEULJI/ULBRA) – Ji-Paraná (RO)
  • Faculdade Maurício de Nassau (FMN) – Recife (PE)
  • Centro Universitário Monte Serrat (UNIMONTE) – Santos (SP)
  • Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas) – Poços de Caldas (MG)

 

Faculdades de Veterinária que custam entre R$ 1.801 e R$ 2.300

  • Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL) – São Paulo (SP)
  • Faculdades Unidas do Vale do Araguaia (UNIVAR) – Barra do Garças (MT)
  • Universidade Paranaense (UNIPAR) – Umuarama (PR)
  • Universidade Potiguar (UNP) – Natal (RN)
  • Faculdades Integradas Aparício Carvalho (FIMCA) – Porto Velho (RO)
  • Universidade de Uberaba (UNIUBE) – Uberaba (MG)
  • Universidade de Passo Fundo (UPF) – Passo Fundo (RS)
  • Faculdades Integradas da Upis (UPIS) – Brasília (DF)
  • Instituto Superior de Teologia Aplicada (INTA) – Sobral (CE)

 

Faculdades de Veterinária acima de R$ 2.300

  • Universidade Metodista de São Paulo (UMESP) – São Bernardo do Campo (SP)
  • Universidade Anhembi Morumbi (UAM) – São Paulo (SP)
  • Faculdade de Estudos Superiores de Minas Gerais (FEAD) – Belo Horizonte (MG)
  • Faculdades Integradas Unicesp (FACICESP) – Brasília (DF)
  • Faculdade Assis Gurgacz (FAG) – Cascavel (PR)
  • Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) – São José dos Pinhais (PR)
  • Universidade de Cuiabá (UNIC) – Cuiabá (MT)
  • Faculdade de Ciências Agrárias e da Saúde (FAS) – Lauro de Freitas (BA)
  • Universidade Luterana do Brasil (ULBRA) – Canoas (RS)

 

Quero fazer Veterinária – e agora?

Se você já fez as contas e resolveu que vai estudar Medicina Veterinária em faculdade privada, precisa ficar de olho nos custos extras envolvidos em uma graduação desse porte.

A primeira pergunta que surge é: onde você vai estudar? Será preciso mudar de cidade? Se for, inclua no seu orçamento os gastos com:

  • Moradia (apartamento, quarto, república)
  • Manutenção de moradia: condomínio, água, luz, gás, internet, IPTU, etc.
  • Mudança ou aquisição de móveis no local (se for o caso)

A próxima etapa é analisar o quanto será gasto com despesas diárias, como:

  • Alimentação: almoço, lanches, jantar.
  • Transporte de casa ou trabalho até a faculdade: valor da passagem de transporte público; custo de combustível e estacionamento para quem usa carro.

Por fim, verifique junto à faculdade se será necessário adquirir materiais específicos para o curso (livros, equipamentos, etc.) – e quanto custa, em média, cada um deles.

 

Quais são as alternativas para pagar menos na faculdade de Veterinária?

O Governo Federal tem dois grandes programas de incentivo à formação superior. Além deles, muitas faculdades oferecem descontos e opções interessantes de parcelamento.

Conheça as principais alternativas para quem quer economizar com a faculdade de Veterinária:

  • ProUni – O Programa Universidade para Todos concede bolsas parciais e integrais em faculdades privadas. Quem quiser concorrer ao benefício terá que, primeiramente, se encaixar nos requisitos de renda familiar e escolaridade estabelecidos pelo MEC. Além disso, é preciso ter feito o Enem mais recente, com desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação. A concorrência aqui é feroz e provavelmente o aluno interessado em conseguir uma bolsa em Veterinária vai ter que apresentar um desempenho bem maior que o mínimo solicitado. O ProUni acontece duas vezes por ano, geralmente nos meses de janeiro e junho.
  • FIES – O Fundo de Financiamento Estudantil pode ser uma boa saída para quem não pode mais adiar o sonho de fazer uma faculdade de Veterinária mas está sem condições de bancar o curso no momento. Com ele é possível financiar a graduação e só começar a pagar dívida depois da formatura, com prazo longo e juros baixos. Para concorrer ao FIES é preciso ter feito o Enem (qualquer edição a partir de 2010), com desempenho de pelo menos 450 pontos nas provas objetivas e nota maior que zero na redação. O processo seletivo também leva em conta a renda familiar do candidato, que não pode ultrapassar três salários mínimos por pessoa. As inscrições abrem duas vezes ao ano, no início de cada semestre.
  • Descontos e financiamentos próprios – muitas faculdades têm programas de descontos, que podem ser via convênio com empresas ou bônus para quem paga as mensalidades em dia. As grandes redes de ensino também oferecem alternativas de financiamento ou parcelamento do valor do curso. Entre em contato com a instituição de seu interesse para obter mais informações.

 

Veja também:

Quanto ganha um veterinário?

 

Está em busca de uma faculdade de Medicina Veterinária? Conte para a gente nos comentários!

Comente