6 mentiras sobre o Enem

Enem — Escrito por

1) Quando não se sabe a resposta, é melhor deixar em branco.

Ao contrário de alguns métodos de avaliação, você não perde pontos se errar a pergunta. Se não souber, chute! A folha de respostas é corrigida por um computador, por isso, deixando em branco, ela é automaticamente considerada errada.

2) A nota do ENEM pode prejudicar você na hora de ingressar na faculdade.

Se achar que ela é muito baixa, não inclua no processo de seleção. Algumas universidades combinam a nota do ENEM com o resultado do vestibular. É aconselhável sempre informar a nota do ENEM durante o processo de seleção, se a instituição permitir. Se a nota do ENEM for baixa o suficiente para prejudicar o vestibulando, ele é desconsiderada em algumas instituições.

3) Preocupe-se apenas em estudar o que vai cair na prova.

Estude todos os conteúdos! Muitas vezes, uma pergunta sobre um determinado assunto se utiliza de outros temas para ser contextualizado. Ás vezes, é preciso de conhecimentos a mais para poder resolver uma questão.

4) Se a universidade não exigir as cinco provas do ENEM em se processo de seleção de ingresso, não é necessário fazê-las.

Se a universidade dos seus sonhos não exige ENEM como um dos requisitos para seleção, muita calma. Você pode precisar do ENEM para outras oportunidades, como para garantir uma bolsa de estudos.

5) O aluno deve fazer a prova no ano em que está se formando.

Não é obrigatório fazer no ano em que se forma, mas é recomendável. Se o aluno optar por adiar a entrada na universidade, pode adiar o ENEM.

6) O ENEM tem leituras obrigatórias.
Não. Quem tem são os vestibulares.

Por: Alfredo Castro – Curso Universitário

Tags:

Comente