Após a divulgação do Idep, Indice de Desenvolvimento da Educação Básica, de que os alunos da educação básica teriam apresentado um resultado abaixo da média, Luiz Cláudio Costa, presidente do INEP – Instituto nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, sugeriu uma edição do ENEM somente para os alunos do Ensino Médio.

O ministro tem a pretensão de mudar a forma como é calculado o Ideb do Ensino Médio onde a Prova Brasil seria substituída pelo ENEM.

O ENEM especial teria objetivo de avaliar pedagogicamente os alunos e o conhecimento que chegam ao ensino Médio, não tendo valor como nota válida para o ingresso nas instituições de ensino superior. O desempenho dos alunos poderiam ser encaminhados para as escolas e assim o ensino passaria a receber uma melhoria conforme a necessidade. Segundo o presidente a proposta do exame será discutida pelo INEP e o MEC – Ministério da Educação.

Para Aloizio Mercadante, o exame pode oferecer um diagnóstico da educação já no primeiro ano do Ensino Médio e que seria necessário fazer um orçamento.
nesta quarta feira o Ministro também pronunciou que existe a intenção de concretizar uma aliança entre todos os Estados brasileiros com a finalidade de melhoria da qualidade do ensino médio do país.

A intensão é formar um grupo que tenha o objetivo de discutir uma reforma e a solução na grade curricular do ensino médio. Uma das mudanças que entra em discussão é que as disciplinas e conteúdos seriam divididos em quatro áreas, como no ENEM- Exame nacional do Ensino Médio.

[Ache os cursos e faculdades ideais para você!]