Quer fazer o Enem 2020 sem pagar taxa de inscrição? Descubra até quando você pode pedir a isenção!

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é o exame que avalia o desempenho dos estudantes que estão concluindo ou já concluíram o ensino médio.

Com a nota do Enem, é possível participar de diversos processos seletivos e ingressar em uma faculdade, mas, para realizar a prova, você precisa pagar uma taxa de inscrição. 

O valor da inscrição do Enem 2020 ainda não foi divulgado, mas deve ficar em torno de R$ 90, uma quantia considerada alta para diversos estudantes do país.

Se você não pode arcar com esse valor, poderá solicitar a isenção da taxa de inscrição. 

Conheça mais sobre essa isenção e veja até quando você pode solicitar! 

Até que dia você pode pedir a isenção do Enem 2020 

As inscrições para o pedido de isenção da taxa do Enem 2020 iniciam nos primeiros dias de abril. Após abertas, o candidato terá, em média, 9 dias para acessar o site oficial do exame e preencher todas as informações necessárias.

Antes de se inscrever, você deve verificar se está enquadrado em um dos requisitos obrigatórios para solicitar a isenção da taxa do Enem. Eles são: 

  • Estar cursando a última série do ensino médio no ano do exame, em qualquer modalidade de ensino, em escola da rede pública declarada no Censo da Educação Básica.
  • Ter cursado todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada e ter renda per capita familiar igual ou inferior a um salário mínimo e meio.
  • Estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica, por ser membro de família de baixa renda (renda familiar per capita de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos).

Se você se encaixa em um dos requisitos acima, é só seguir o passo a passo que separamos para requisitar a isenção da taxa de inscrição do Enem 2020:

  • Acesse o site oficial do Enem e insira o CPF e a data de nascimento para acessar o sistema.
  • Já que você se encaixa em um dos grupos que têm direito à isenção, aceite os termos e preencha todos os dados pessoais solicitados. 
  • Agora informe o seu nível de escolaridade e o tipo de escola que estuda ou estudou.
  • Na próxima página indique se possui ou não o Número de Identificação Social (NIS).
  • Verifique se todas as informações dadas estão corretas e, caso estejam, confirme. 
  • Nesta próxima página será aberto um questionário socioeconômico. Responda com muita atenção para não passar informações incorretas. 
  • Insira um e-mail e telefone para contato, e prossiga.  
  • Escolha uma senha de no mínimo seis e no máximo oito caracteres, contendo apenas números e letras. 

Atenção! Guarde a sua senha, pois ela será necessária para você acessar o resultado do pedido de isenção e se inscrever no Enem 2020.

Quando sai o resultado do pedido de isenção do Enem 2020?

O resultado do pedido de isenção do Enem 2020 será divulgado ainda no mês de abril, uma semana após o encerramento das inscrições.

Se o seu pedido for negado, você terá a chance de entrar com um recurso, no próprio site do Enem. O resultado deste recurso também será informado em abril, antes do início das inscrições. 

Quando será a prova do Enem 2020? 

A prova do Enem 2020 será feita nos formatos digital e presencial, mas em datas diferenciadas.

A prova digital será nos dias 11 e 18 de outubro, já a presencial será nos dias 1 e 8 de novembro. Ambas serão aplicadas em dois domingos. 

No primeiro dia de aplicação do Enem, serão cobradas as seguintes áreas de conhecimento:

  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias.
  • Redação.
  • Ciências Humanas e suas Tecnologias.

E no segundo dia serão:

  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias.
  • Matemática e suas Tecnologias.

Como usar a nota do Enem 2020?

Ao realizar o Enem 2020, você terá diversas formas de utilizar a sua pontuação, principalmente para iniciar uma graduação.

Você poderá usar a sua nota do Enem para:

  • Concorrer a uma vaga em uma universidade pública no Sisu.
  • Concorrer a bolsas de estudos, parciais e integrais, em faculdades privadas pelo ProUni.
  • Financiar toda a sua graduação com o FIES. 
  • Entrar em uma faculdade privada sem precisar realizar vestibular e ainda concorrer a bolsas de estudos e descontos diretamente com a instituição via ingresso direto pelo Enem.

Para participar do Sisu, o estudante não precisa ter obtido uma nota mínima, mas geralmente as notas de corte dos cursos disponíveis nesta seleção são altas e muitos estudantes não conseguem uma vaga. 

Já para participar do ProUni e FIES o candidato precisa ter conseguido nota igual ou superior a 450 pontos nas provas do Enem e não ter zerado a redação.

As notas de corte para essas seleções também são consideradas elevadas e o estudante precisa se encaixar em uma série de requisitos, além de comprovar renda para participar.

Com o ingresso direto pelo Enem, o processo é bem menos burocrático, pois o candidato não precisa ter obtido uma nota mínima para participar, nem comprovar renda. Nesta forma de ingresso são aceitas as notas de qualquer edição do Enem, desde 2010. 

As inscrições para o ingresso direto estão abertas durante todo o semestre e, se tiver turma disponível para o curso desejado, o aluno consegue começar a estudar imediatamente e ainda concorre a bolsas e descontos diretamente com a faculdade. 

Confira algumas instituições que, além de participarem do ProUni e FIES, dispõem do ingresso direto pelo Enem: 

Veja mais:

Descubra quais documentos precisa para o ProUni 2020

FIES 2020: descubra tudo sobre o financiamento 

Em qual modalidade você quer estudar? Conte para a gente aqui nos comentários!