Um dos grandes medos que todo candidato que vai fazer o Enem tem é de virar meme na internet — afinal, quem gostaria de ver sua própria imagem dando de cara com o portão fechado no dia das provas?

Infelizmente, ano após ano essa cena continua a se repetir. O motivo é, na maioria das vezes, simples falta de planejamento.

Quem se atrasa para o Enem perde a chance de disputar vaga em universidade pública ou de ganhar uma bolsa de estudos em uma faculdade de primeira – sem falar no esforço de um ano inteiro que é jogado fora.

Como a gente tem certeza de que você não pretende fazer parte desse grupo, preparamos algumas dicas para não virar um dos atrasados do Enem.

Veja a seguir!

1. Observe os horários oficiais do Enem

Todo candidato do Enem precisa saber quais são os horários oficiais de abertura e fechamento dos portões e início das provas.

A organização do exame não tolera qualquer tipo de atraso. Quem chegar depois do encerramento dos portões, mesmo que por poucos segundos, vai ficar de fora. Não tem desculpa no mundo que convença o fiscal a deixar um atrasado entrar.

Como não custa fixar bem os horários, vamos relembrar cada um deles:

  • 12h — Abertura dos portões
  • 13h — Fechamento dos portões
  • 13h às 13h30 — Ajustes e procedimentos de segurança nas salas de aula
  • 13h30 — Início das provas

No primeiro dia, as provas têm duração de 5 horas e 30 minutos. No segundo, de 5 horas.

Todos os horários do Enem correspondem à hora oficial de Brasília.

2. Cuidado para não se enrolar com o horário de verão

O horário de verão pode ser um problema para os estudantes que vão fazer o Enem, especialmente se a mudança ocorrer muito próximo da data das provas — como ocorreu em 2018.

Veja quando a hora será mudada e assegure-se de que seu relógio já está atualizado. Para não correr riscos, tenha sempre mais de um relógio à mão, além do celular.

Se o horário estiver previsto para mudar em data próxima à aplicação do Enem, tente se adaptar ao novo fuso com antecedência – dormindo e acordando uma hora mais cedo.

Apenas algumas regiões adotam o horário de verão, porém o impacto é no país inteiro. Como o Enem é aplicado com base na hora oficial de Brasília, os horários de abertura e encerramento dos portões mudam de acordo com o estado.

Veja os horários por estado:

Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo:

  • 12h – Abertura dos portões
  • 13h – Fechamento dos portões
  • 13h30 – Início das provas

Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe e Tocantins:

  • 11h – Abertura dos portões
  • 12h – Fechamento dos portões
  • 12h30 – Início das provas

Amazonas, Rondônia e Roraima:

  • 10h – Abertura dos portões
  • 11h – Fechamento dos portões
  • 11h30 – Início das provas

Acre:

  • 9h – Abertura dos portões
  • 10h – Fechamento dos portões
  • 10h30 – Início das provas

3. Separe com antecedência o que você vai precisar levar para o Enem

Um dia antes das provas, já deixe separado em um lugar acessível tudo o que você vai precisar levar para o Enem, principalmente o documento oficial válido com foto e a caneta esferográfica preta de corpo transparente.

Esse é um ponto essencial para não virar um atrasado do Enem, para não perder tempo no dia da prova procurando documento ou saindo para comprar canetas (o Enem não vai permitir que o participante faça a prova com caneta azul ou de qualquer outra cor que não seja a preta, muito menos esferográficas fabricadas em material não transparente).

O documento precisa ser um dos oficiais aceitos pelo Enem. Versões digitalizadas ou cópias, mesmo autenticadas, não são permitidas.

4. Veja onde vai ser a sua prova e faça o trajeto até o local

O cartão de confirmação da inscrição, que normalmente fica disponível a partir da segunda quinzena de outubro, traz informações valiosas sobre o seu local de provas do Enem.

Com isso, é extremamente recomendável que você faça o percurso da sua casa até o local de aplicação das provas para saber quanto tempo leva para chegar, quais os caminhos alternativos em caso de engarrafamento, quantos ônibus precisa pegar, se dá para chegar a pé, etc.

Lembre-se de que o Enem é realizado aos domingos, dia em que normalmente há menos opções de transporte público. Com o volume de candidatos indo para o mesmo lugar, pode haver engarrafamentos. Jamais deixe para sair em cima da hora!

O que fazer com a nota do Enem

Quem chegar na hora certa e fizer o Enem vai poder participar de vários processos seletivos com as notas obtidas nas provas.

Conheça os quatro principais:

  • Sisu — Processo seletivo que distribui vagas em universidades públicas de todo o país.
  • ProUni — Programa que distribui bolsas de estudos em faculdades bem avaliadas pelo MEC, em cursos de todas as áreas do conhecimento.
  • FIES — Fundo que financia cursos superiores a juros baixos e oferece condições facilitadas de pagamento.
  • Ingresso direto — Modalidade que permite entrar direto em faculdades particulares sem ter de fazer vestibular, só apresentando a nota obtida no Enem.

Onde estudar com a nota do Enem

O Enem oferece a oportunidade de entrar em centenas e centenas de faculdades por todo Brasil, tanto nas públicas quanto nas particulares.

A seguir, confira algumas instituições bem avaliadas pelo MEC onde você pode tentar bolsa de estudos pelo ProUni, financiar os estudos pelo FIES ou entrar direto, sem qualquer burocracia, só com sua nota do Enem:

Veja também:

Conheça algumas faculdades EAD que são reconhecidas pelo MEC

E aí, tem mais alguma dica de como não virar um atrasado do Enem? Compartilhe com a gente aqui nos comentários!