O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é uma prova de fogo. Não só porque exige bons conhecimentos sobre Física, Matemática, Língua Portuguesa e todas as outras disciplinas tradicionais dos últimos anos da educação básica, mas principalmente porque obriga o estudante a colocar tudo o que aprendeu no contexto social, político, cultural e econômico atual do Brasil e do mundo.

A redação do Enem está aí para provar isso. Os temas são complexos e exigem que o aluno desenvolva um raciocínio lógico e coerente dentro de uma argumentação bem sustentada.

Não basta apenas dizer, por exemplo, que a violência contra a mulher (tema de 2015) é algo nocivo para a sociedade. Tem que explicar o porquê do seu pensamento e ainda apresentar uma solução para o problema que respeite os direitos humanos!

E as atualidades do Enem não estão apenas na redação. Não é surpresa se uma questão da prova de Matemática citar, por exemplo, o risco de tsunamis registrados recentemente na costa do Chile.

Com o Enem, o Ministério da Educação quer, sim, saber se você domina os conteúdos básicos do ensino médio, mas também está interessado em entender como os participantes conseguem aplicar esses conhecimentos em situações do dia a dia.

Conheça agora 11 atualidades que você precisa incluir hoje mesmo na sua pauta de estudos para se dar bem no Enem 2016!

1. Impeachment e cenário político

As grandes manifestações a favor e contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff, ocorridas nos anos anteriores e intensificadas nos últimos meses, podem vir a ser tema de questões ou mesmo da redação do Enem 2016.

Fique de olho no cenário político que vem se formando, os acordos, os partidos, a reação dos mercados, as figuras-chave em meio a todo esse turbilhão de acontecimentos.

Uma dica importante: no Enem não é recomendável ser opinativo ou tomar partido, mas tratar a questão com olhar analítico e argumentos que sustentem seu ponto de vista.

2. O Poder Judiciário no Brasil

As mudanças no nosso cenário político têm trazido à tona a figura de juízes e ministros do Supremo Tribunal Federal. Assumindo posicionamentos e tendências publicamente, os juízes têm sido questionados sobre seu papel fundamental de julgar ações de forma isenta e imparcial.

Como isso pode impactar os rumos do País? Quais são as leis que atribuem igualdade de condições a todos os cidadãos? Quais são os exemplos marcantes desse momento?

3. O avanço da pauta conservadora no Brasil

Nos últimos tempos, o País tem vivido o retorno de pautas conservadoras. Dentre as principais, podemos citar a revogação do estatuto do desarmamento, a questão da maioridade penal, o privilégio às instituições religiosas cristãs, a criminalização do aborto, os projetos de lei que ferem os Direitos Humanos, os pedidos de intervenção militar nas manifestações políticas…

Qual o impacto disso nas próximas eleições presidenciais no Brasil, por exemplo? Como ficará o País caso esses projetos avancem?

4. O desastre ambiental de Mariana

O desastre ambiental causado pelo rompimento de barragem da mineradora Samarco é um dos maiores da história! A despeito dos estragos causados, pouco tem se falado sobre a extensão do problema.

Quais são as áreas afetadas? Qual o impacto dos rejeitos no meio ambiente? Como punir os responsáveis por esse crime? Quais seriam os caminhos possíveis para recuperação da fauna e flora na região?

5. Ativismo digital

As redes sociais têm se mostrado um meio fértil para o ativismo digital. Com capacidade de chamar a atenção de milhões de pessoas ao redor do planeta, a mobilização pela internet pode ser um mecanismo de pressão forte e eficaz, especialmente em tempos de instabilidade político-econômica.

Quais são os exemplos mais relevantes disso? Qual a diferença entre ativismo digital e o ativismo nas ruas? Qual a real eficácia desse meio? Como isso deve evoluir no futuro?

6. A crise brasileira

Depois de passar por um surto de desenvolvimento e enfrentar uma crise mundial sem grandes estragos, parece que o País afrouxou o passo e perdeu o fôlego.

Afinal, quais são as origens dessa crise? Ela tem uma conotação mais política ou é apenas financeira? Quais são os rumos possíveis para um crescimento sustentável nos próximos anos? Como fica o Brasil no cenário mundial? Como fica o País no grupo conhecido como BRICs (formado por Brasil, Rússia, Índia e China)? Como fica o Mercosul?

7. O legado olímpico no Brasil

2016 é o ano em que ocorrem os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro. Como o Enem acontece entre outubro e novembro, até lá o evento já terá acontecido. Portanto, na sua pauta de estudos procure saber qual terá sido o legado para o nosso País.

O investimento realmente terá valido a pena? Como é possível comparar as Olimpíadas e a Copa do Mundo? O Brasil realmente lucrou com o evento? E os outros países antes do nosso, como se comportaram?

8. A crise dos refugiados e o avanço dos atentados terroristas

O mundo vive um dilema com a crise dos refugiados de países em guerra. Como receber tanta gente do Oriente Médio e da África sem causar um problema estrutural nas cidades? Quais são as políticas públicas para acomodar e garantir uma vida digna a essas pessoas? Como fica a questão econômica dos países envolvidos?

Paralelo a isso surge o medo de atentados terroristas. A Europa está em constante alerta e os ataques recentes na França e na Bélgica só reforçam o clima de medo. Quais as saídas possíveis para esse problema? Como o Brasil se posiciona em relação a isso tudo?

9. Liberdade de expressão e preconceito

Os limites da liberdade de expressão podem ser tema de questões e da redação. Fique ligado! É importante saber diferenciar entre a livre manifestação de um ponto de vista e o preconceito – um problema que se potencializou ainda mais com as redes sociais.

Qual a linha divisória entre os dois? Entenda bem o que significa o termo “politicamente correto” e quais as práticas, muitas vezes sutis, que perpetuam condições de inferioridade para negros, pobres, nordestinos, homossexuais, mulheres e pessoas com deficiência. Qual a relação entre liberdade de expressão e Direitos Humanos?

10. Zika, chikungunya e dengue

O surto dessas três moléstias tem tirado o sono de milhões de pessoas nas cinco regiões do Brasil. É importante entender quais são os fatores que facilitaram a expansão das doenças, as origens e os tratamentos. Outro foco importantíssimo ao estudar o assunto: a microcefalia relacionada ao Zika vírus!

11. A questão de gênero

A concepção do gênero masculino e do feminino pode ser encarada como uma construção social. Como isso funciona na prática e quais benefícios podemos ter com a implantação de políticas públicas que garantam o respeito à cidadania e à natureza das pessoas?

É um tema delicado, que vai exigir distanciamento, pensamento analítico e um embasamento muito bem construído. Fique atento!

Veja também:

Descubra como usar a nota do Enem para entrar na faculdade

Quais outros temas você acha importante estudar para o Enem 2016? Conte para a gente nos comentários!