Por: Alexandre de Sousa

Experimente um salto de produtividade, principalmente no uso inteligente do tempo, utilizando-se do roteiro a seguir.

1º Passada: Geral e rápida, para matar a curiosidade

Geralmente o primeiro contato com a prova é de muita ansiedade e curiosidade para ver o que tem dentro. Mate logo a curiosidade com uma passada rápida na prova, de cabo a rabo. Passe o olho nos títulos dos textos, nas palavras grifadas, nos recursos gráficos (gráficos, tabelas, figuras, fotos, etc).Assim você deixa sua mente direcionada para o tema da prova e se prepara para o que está por vir. A partir desse momento seu cérebro já começará a trabalhar a seu favor, buscando informações arquivadas que se relacionem com as informações da prova.

2º Passada: Por matéria, questão por questão. Somente as fáceis!

Para manter o cérebro e a memórias focados num assunto, concentre-se nas questões de uma matéria por vez. Escolha a matéria que acha mais fácil para começar. Leia com atenção o que está sendo pedido no enunciado, e marque todas as questões sobre as quais sabe a resposta. Se não souber, pule. Ficou na dúvida? Passe para a próxima questão.

Não perca tempo em uma questão, pois respostas não caem do céu. Empacar numa questão só vai te fazer perder tempo e te desestabilizar emocionalmente.

3º Passada: ainda dentro da matéria escolhida, vamos raciocinar um pouco mais

Na terceira passada, raciocine melhor sobre a questão que pulou na 2º passada. Redobre a atenção, leia com mais cuidado. Mas também não fique uma eternidade em cima da questão que não sabe. Se estiver gastando muito tempo, vá para a 4º passada. O tempo de prova é limitado!

4º Passada: chute, mas chute com técnica

Quando não sabemos a resposta de uma questão de múltipla escolha, nunca devemos deixá-la em branco, é óbvio. Devemos chutar uma alternativa, e ver o que dá. No Vestibular UERJ as chances de acerto num chute são de 25%, mas você aumentar essa probabilidade, utilizando a “técnica do chute consciente”.

Marque a questão chutada com um símbolo, para que quando você voltar, saiba que ela foi chutada.
Passe para outra matéria e repita da 2º à 4º passada

Uma vez cumprida amissão numa matéria, passe para a matéria seguinte, que deverá ser a segunda mais fácil. Repita os passos da matéria anterior.

5º Passada: Geral, para revisar

Se sobrar tempo, use o tempo para fazer uma revisão minuciosa. O candidato é doido para acabar logo a prova e ir embora, não caia nessa tentação. Na quinta e última passada você deve voltar às questões não sabidas, raciocinar mais sobre elas ou revisar os chutes que deu.
Marcação do cartão de respostas

Marque o cartão de respostas somente ao final. Isso evita uma perda desnecessária de tempo e permite uma revisão da prova antes de dar as respostas definitivas. Minha sugestão é que separe os trinta minutos finais para a marcação do cartão.

Quando der o momento de preencher o cartão resposta, não perca tempo com as respostas que não sabe. Não vale a pena correr o risco de perder o controle do tempo com elas. Comece a marcar o cartão com as respostas que já tem, e só depois volte a elas.

Agora, nesses momentos finais é que você deve controlar ainda mais a ansiedade de ir embora. A resposta do cartão é definitiva, então exige redobrada atenção. Sem pressa, por favor.
Recapitulando…

1. Dê uma passada superficial geral em toda a prova.
2. Comece as resolver as questões mais fáceis, da matéria mais fácil.
3. Raciocine mais sobre as questões que não resolveu anteriormente, sem perder tempo demais.
4. Volte às questões que não sabe a resposta e chute com técnica. Marque a questão como “chutada”.
5. Repita os passos 2, 3 e 4 nas outras matérias, e se sobrar tempo, revise a prova.

Marque o cartão de respostas somente ao final.
Boa sorte!