A Universidade de São Paulo (USP) foi considerada a melhor universidade latino-americana, com pontuação bem à frente de universidades no México, Argentina e Chile,  o ranking foi publicado no site TopUniversities.com

Impulsionado pelo aumento do investimento do MEC, o Brasil emplacou 65 universidades entre as 200 melhores da lista, quase o dobro do México (35) e do que Argentina e Chile (25 cada).

Segundo o estudo, as universidades brasileiras adquiriram oito dos dez primeiros lugares em produtividade de pesquisa e tiveram a maior proporção de acadêmicos com doutorado. Eles destacaram, ainda, que o número de matrículas universitárias triplicou nos últimos 10 anos no Brasil.

A classificação é liderada pela Universidade de São Paulo, a segundo é a Pontifícia Universidade Católica do Chile, e da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), em terceiro.

No mais recente ranking QS das melhores universidades do mundo 2011, liderado pela primeira vez pela Universidade de Cambridge, no Reino Unido, a USP só alcançou o 169º lugar, sendo a única instituição de ensino latino-americana entre as 200 melhores do mundo.