Caatinga

Geografia — Escrito por

Por: Pri Biologia Online

Caatinga, em tupi quer dizer mato branco. É assim que a vegetação deste bioma fica durante o prolongado período de seca, que chega a durar 9 meses no ano.

Estendendo-se por mais de 900 mil km2, aproximadamente 10% do território nacional, a Caatinga apresenta duas estações bem definidas: o inverno – quente e seco, e o verão – quente e com chuvas.

Os rios na Caatinga são temporários, isto é, correm apenas durante o período de chuvas, tendo seus cursos interrompidos durante a estação seca. Na estação seca a temperatura do solo pode chegar a 60 ºC. O sol forte acelera a evaporação da água das lagoas e rios que, nos trechos mais estreitos, secam e param de correr.

O clima é semi-árido, com temperaturas médias anuais compreendidas entre 27ºC e 29ºC e com médias pluviométricas inferiores a 800 mm.

O aspecto rude e sem vida é rapidamente transformado com a chegada  das chuvas. As árvores cobrem-se de folhas, flores e frutos e o solo fica forrado de pequenas plantas. A fauna encontra então, o momento propício para uma alimentação farta e para a reprodução. Logo os novos descendentes terão que suportar o longo período de seca seguinte. Para isso, contam com uma série de adaptações.

Grande parte das plantas da Caatinga são caducifólias ou seja, perdem suas folhas durante a época da seca. Tal medida reduz a perda de água pela transpiração foliar. A vegetação da Caatinga apresenta três estratos: arbóreo (com árvores de 8 a 12 metros), arbustivo (2 a 5 metros) e o herbáceo (abaixo de 2 metros).

A fauna de répteis como cobras e lagartos é abundante. São encontrados também alguns roedores e diversos insetos. Muitas espécies de aves, como o sofrê e o galo da campina habitam a região. A dificuldade de se encontrar água é um obstáculo para a existência de grandes mamíferos na região.

A Caatinga também corre riscos de desaparecer. O avanço das atividades agropecuárias tem destruído a vegetação e, consequentemente, a fauna da região. O desmatamento causa também a erosão dos solos e seu ressecamento pelo sol, causando a desertificação.

Muitos animais estão ameaçados de extinção devido ao comércio ilegal e tráfico de animais silvestres. A ararinha-azul, ave típica deste ambiente, foi extinta da natureza no ano de 2000 devido à caça ilegal e à destruição do seu hábitat. Por isso, lembre-se: lugar de animal silvestre é no ambiente natural, não em cativeiros!

Comente