Veja o calendário do Enem 2018 e saiba todas as datas

Enem — Escrito por

Você já deve ter ouvido falar que o Enem não dá colher de chá para ninguém. Quem perder um prazo ou horário, mesmo que por pouco, não tem segunda chance.

Por isso, ficar de olho no calendário do exame é tão importante quanto se preparar bem para as provas.

Sabendo disso, a gente foi consultar o edital do Enem 2018 e trouxe aqui, para você, todas as datas mais importantes. De quebra, ainda contamos o que dá para fazer com a nota do exame e onde estudar. Confira!

21 de março: Edital do Enem 2018

O edital do Enem 2018, com todas as regras e funcionamento do exame, está disponível para consulta desde o dia 21 de março.

A gente recomenda muito que você leia o material com bastante atenção.

O edital pode ser encontrado no site oficial do Enem.

2 a 15 de abril: isenção de pagamento da taxa e justificativa de ausência

Entre os dias 2 e 15 de abril acontecem dois processos: o de solicitação da taxa de isenção e o de justificativa de ausência (para quem estava isento no ano passado, não compareceu às provas e quer solicitar isenção novamente).

Este ano, quem quiser ficar livre da taxa de inscrição precisa se enquadrar em determinados requisitos (consulte os detalhes no edital), fazer a solicitação e aguardar o resultado.

23 de abril: resultado da isenção e justificativa

Até o dia 23 de abril o MEC vai dar uma resposta às solicitações de isenção de taxa e de justificativa de falta no exame do ano anterior.

23 a 29 de abril: prazo para contestação

Quem teve o pedido de isenção negado vai poder entrar com um recurso nesse período.

5 de maio: resultado da contestação

Até o dia 5 de maio o MEC responde às contestações relacionadas ao pedido de isenção da taxa. Quem tiver o pedido negado terá que pagar o boleto se quiser fazer o Enem 2018.

Importante! Mesmo que tenha o pedido aceito, o participante terá que fazer a inscrição no Enem normalmente, no período determinado pelo MEC.

7 a 18 de maio: período de inscrições

As inscrições para o Enem 2018 abrem no dia 7 e vão até o dia 18 de maio. Nossa recomendação é que você faça a sua o quanto antes. Assim, vai dar tempo para conferir todos os dados, baixar o boleto e fazer o pagamento da taxa sem atropelos. Veja a seguir qual o prazo para pagar a inscrição.

7 a 23 de maio: prazo para pagar a taxa de inscrição

Quem não for isento tem até o dia 23 de maio para pagar a taxa de inscrição do Enem, que em 2018 é de R$ 82.

O boleto pode ser pago em qualquer banco, casa lotérica ou agência dos Correios.

Importante: quem não fizer o pagamento (e não for isento) não terá a inscrição confirmada e não vai poder fazer a prova do Enem.

28 de maio a 3 de junho: prazo para solicitar atendimento por nome social

Quem quiser ser atendido pelo nome social pode fazer a solicitação entre os dias 28 de maio e 3 de junho. O processo é feito pela página do participante do Enem. É preciso preencher um formulário e enviar alguns documentos digitalizados. O passo a passo está descrito no edital do Enem, assim como o prazo para resposta à solicitação.

Outubro: cartão de confirmação e local de prova

O cartão de confirmação, que contém o local exato onde o participante vai fazer a prova (endereço completo e sala), pode ser acessado alguns dias antes do Enem. A partir da metade de outubro, já pode ficar de olho. O MEC poderá divulgar a data a qualquer momento.

Importante: o cartão de confirmação não é mais enviado pelo correio. O participante precisa acessá-lo no site ou aplicativo oficial do Enem.

4 de novembro: primeiro dia de provas

O primeiro dia do Enem 2018 cai em um domingo, 4 de novembro. Serão aplicadas as provas de:

  • Redação
  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias
  • Ciências Humanas e suas Tecnologias

Os portões dos locais de prova abrem às 12h, fecham às 13h e a prova inicia às 13h30 (horário de Brasília). São cinco horas e meia para fazer a redação, passá-la a limpo, responder às 90 questões objetivas e transferir o gabarito para o cartão-resposta.

11 de novembro: segundo dia de provas

Os horários de abertura e fechamento dos portões, assim como o de início de prova, são os mesmos do primeiro dia. A diferença aqui é que o participante tem meia hora a menos do que no primeiro dia, com um total de cinco horas para resolver as questões e passar as respostas para o cartão.

No segundo dia de prova, 11 de novembro, domingo, o participante vai ter:

  • 45 questões de Matemática e suas Tecnologias
  • 45 questões de Ciências da Natureza e suas Tecnologias

14 de novembro: gabarito oficial

O MEC vai divulgar o gabarito oficial, assim como os cadernos de prova, no dia 14 de novembro.

Janeiro de 2019: resultado

O resultado do Enem 2018 sai em janeiro de 2019, em data ainda a ser definida pelo MEC. Quando estiver disponível, o resultado pode ser acessado na página do participante do Enem.

Março de 2019: resultado para treineiros e espelho da redação

Em março, o MEC vai divulgar os boletins individuais de quem fez o Enem somente para adquirir experiência (os treineiros) e o espelho (cópia digitalizada) da redação.

O que fazer com a nota do Enem 2018

Não vai faltar oportunidade para você usar a sua nota do Enem 2018. O desempenho no exame é critério de classificação em pelo menos quatro processos seletivos. Entenda melhor:

Sisu (Sistema de Seleção Unificada): pede apenas que o participante tenha feito o Enem mais recente e não tenha zerado na redação. Oferece vagas em mais de 100 universidades públicas espalhadas por todo o Brasil.

ProUni (Programa Universidade para Todos): tem requisitos de renda familiar e formação. Para se inscrever é preciso ter feito o Enem mais recente, com desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas, sem ter zerado a redação. Distribui bolsas de estudos parciais e integrais em universidades privadas reconhecidas pelo MEC.

FIES (Fundo de Financiamento Estudantil): tem requisitos de renda familiar e desempenho em qualquer Enem a partir de 2010 (pelo menos 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação). Oferece financiamento com condições facilitadas.

Ingresso direto: recurso cada vez mais utilizado por universidades privadas de todo o país, dispensa o vestibular. Os critérios variam entre as instituições. O processo é simples, sem burocracia e muitas vezes gratuito.

Onde estudar com a nota do Enem 2018

Selecionamos para você algumas faculdades reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC que participam do ProUni e do FIES, além de trabalharem com ingresso direto. Todas elas oferecem cursos em várias áreas e contam com facilidades de pagamento (descontos, bolsas, convênios, parcelamentos, etc.). Confira:

Veja também:

Veja quais são todas as regras do Enem 2018

Anotou todas as datas mais importantes do Enem 2018? Como vai usar a sua nota? Conte para a gente nos comentários!

Comente