Veja como ingressar na lista de espera do Sisu para continuar na disputa por uma vaga em um bacharelado, uma licenciatura ou uma graduação tecnológica presencial.

Não foi aprovado de primeira no Sisu? Não desanime! Ainda há chances de estudar em uma universidade pública. 

Basta entrar na lista de espera do Sisu para disputar uma das vagas não preenchidas na chamada regular.

O Ministério da Educação (MEC) compila uma lista com os dados dos candidatos não selecionados em nenhuma das opções de curso. 

Em seguida, o MEC encaminha esse documento para as universidades participantes preencherem todas as vagas destinadas ao Sisu.

Veja como entrar na lista de espera do Sisu e saiba o que fazer após se inscrever na listagem!

Como entrar na lista de espera do Sisu

Somente os candidatos não selecionados em nenhuma das opções de curso podem entrar na lista de espera.

Fazer parte dessa listagem é fácil. Basta acessar o sistema o Sisu dentro do prazo de inscrição na lista e clicar no botão “Participar da Lista de Espera”.

No Sisu do 1o semestre, essa etapa acontece entre janeiro e fevereiro. 

Já no Sisu do 2o semestre, essa fase acontece em junho.

O que fazer após a inscrição na lista de espera do Sisu

Muitos candidatos entram nessa listagem e não acompanham de perto a convocação no site da faculdade. Sabe o que acontece? Eles perdem a tão sonhada vaga na universidade pública.

Uma vez na lista de espera, você deve acompanhar todos os detalhes das chamadas diretamente no site de acesso à graduação da faculdade. 

Isso é importante porque cada universidade define suas próprias regras, processos e prazos para convocar os alunos da lista e preencher todas as vagas reservadas ao Sisu.

A UFRJ, por exemplo, exige que os alunos façam uma pré-matrícula online depois que o MEC divulga a lista de espera final. 

Quem não realiza essa pré-inscrição fica de fora das convocações da UFRJ — essa universidade realiza cerca de 8 chamadas da lista de espera por semestre.

Portanto, não se esqueça de acompanhar as convocações no site da universidade e realizar todas as atividades exigidas pela instituição dentro do prazo.

O que fazer se você não conseguir vaga no Sisu

O Sisu não é a única forma disponível para ingressar em uma faculdade. É possível usar a sua nota do Enem para começar um bacharelado, uma licenciatura ou uma graduação tecnológica via ProUni, FIES ou Ingresso Direto. Confira:

ProUni

Este programa do governo federal concede bolsas de estudos integrais (100%) ou parciais (50%) para cursar uma graduação presencial ou EAD de uma faculdade privada.

Para participar, o candidato precisa ter realizado o Enem do ano anterior à inscrição no ProUni, obtendo 450 pontos (ou mais) na média e nota superior a zero na prova de redação.

Além disso, é necessário atender os critérios socioeconômicos: limite de renda familiar bruta mensal e histórico escolar.

Quem é aprovado pode fazer uma graduação de graça (bolsa integral) ou pagar somente metade da mensalidade até o final do curso (bolsa parcial).

FIES

Outra alternativa é financiar uma graduação presencial pelo FIES. Esse programa disponibiliza contratos de financiamento a juros zero ou a juros baixíssimos e longo prazo de pagamento.

Para participar do FIES, é preciso ter feito uma edição do Enem a partir de 2010 e ter renda familiar bruta mensal de até 5 salários mínimos.

Ingresso Direto usando a nota do Enem

Por fim, o ingresso direto via Enem é uma opção vantajosa: você não precisa fazer novas provas para começar um bacharelado, uma licenciatura ou uma graduação tecnológica.

E o melhor: ainda recebe uma bolsa de estudos de até 100%. Quanto maior sua pontuação no Enem, maior o desconto na mensalidade até o final do curso.

Basta se inscrever na faculdade, escolher a opção usar a nota do Enem, entregar o boletim com as notas do exame no campus ou polo EAD da faculdade e aguardar o resultado da seleção.

Para te ajudar, selecionamos algumas faculdades reconhecidas pelo MEC. São instituições que aceitam a nota do Enem como forma de ingresso, disponibilizam bolsas de estudos, permitem financiar a graduação com facilidade e ajudam o aluno a ingressar no mercado de trabalho rapidamente:

Veja também:

Entenda a diferença entre Sisu, ProUni e FIES

Agora que você já sabe como entrar na lista de espera do Sisu, compartilhe sua escolha: qual graduação deseja cursar na faculdade? Deixe seu comentário!