Como estudar para o Enem

Enem — Escrito por

Quem pretende participar da próxima edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) não pode perder tempo. A prova anual, que é uma das mais importantes do calendário estudantil, pode ser a porta de entrada para as melhores faculdades do país, além de auxiliar os alunos que estão em busca de financiamento pelo governo (FIES) ou até mesmo de uma bolsa de estudos (Prouni) em cursos de faculdades particulares.

Para se preparar para o Enem é preciso disciplina, dedicação e foco. A avaliação multidisciplinar é conhecida por incentivar o estudante a refletir, interpretar e contextualizar cada questão. Além disso, as cinco horas de prova em cada um dos dias do Exame, em média, fazem do cansaço outro grande desafio para quem está prestando o exame.

Para te ajudar a se preparar para essa prova, listamos algumas dicas essenciais sobre como estudar para o Enem. Confira:

Quanto antes começar, melhor

O segredo para quem quer tirar uma excelente nota no Enem é não perder tempo. Antes de mais nada, vale ressaltar que o conteúdo cobrado no Exame é referente ás matérias aprendidas no decorrer de seu período estudantil, ou seja, prestar atenção nas aulas e se sair bem nas provas durante todo o ensino médio já é uma facilidade para relembrar o conteúdo e obter uma pontuação positiva.

Em seguida, não se esqueça de consultar a matriz de referência das provas no site oficial do INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira). É lá que serão informados os conteúdos de cada uma das áreas do conhecimento cobradas nas avaliações.

Depois de se informar sobre o que cairá na prova, comece a buscar os melhores materiais para seu estudo. Milhares de livros, apostilas, cursos e até aplicativos sobre o Enem estão disponíveis para quem quer estudar para a prova – alguns, inclusive, gratuitos! Outro ponto importante é estar por dentro das notícias e atualidades, tanto no contexto nacional quanto global. Por isso, a leitura regular de jornais, revistas, editoriais, colunas de opinião e sites de notícia são essenciais.

Lembre-se que conhecimento é cumulativo e o seu repertório de informações e referências deve ser construído ao longo de anos de estudo. Portanto, nada de deixar par a última hora.

Considere um cursinho preparatório para o Enem

Mesmo com atenção às aulas, às atualidades e muita disciplina, é importante considerar a realização de um cursinho preparatório para o Enem. O conteúdo aprendido durante o Ensino Médio é extenso e ter um meio que consiga organizar uma metodologia de estudos, sanar dúvidas e dar dicas valiosas para a elaboração das provas ajuda bastante.

Estude as provas anteriores

Uma maneira eficiente de treinar para o Enem é estudando através das provas anteriores. No site do INEP você encontra disponível para download os cadernos de questões e gabaritos das outras edições do exame. Baixe os materiais e tente resolver o maior numero de questões possível.

Além de treinar o conteúdo, você irá se acostumar com a maneira como as questões são aplicadas. Outra dica importante é tentar resolver as provas controlando o tempo, assim você também irá praticar a concentração necessária para o dia da avaliação.

Faça simulados

Depois de estudar e refazer as provas das edições anteriores, tente fazer simulados do Enem. Esse tipo de prova é facilmente encontrada em diversos sites e até aplicativos e irão te ajudar a exercitar o conteúdo aprendido e a avaliar o que ainda precisa ser reforçado até a data da prova.

Uma das plataformas de treino mais usadas é a Geekie Games – O desafio do Enem. Além de simulados inteligentes, a tecnologia oferece um plano de estudos personalizados de acordo com os erros e acertos demonstrados pelo estudante durante o teste virtual. A plataforma é gratuita e também oferece serviços para professores que queiram acompanhar em tempo real o desempenho dos seus alunos.

Treine a redação

A redação é uma das etapas mais importantes do Enem – e a que mais elimina candidatos. Por isso, estar bem preparado para dissertar sobre o tema proposto pode ser a diferença entre uma boa e uma péssima nota. Além de estudar todas as regras da língua portuguesa, é vital estar bem informado e ter uma opinião consistente sobre os temas mais discutidos na atualidade. Ler e escrever regularmente também ajudam a treinar e a corrigir os erros antes da prova real.

No Guia do Participante do Enem, lançado pelo INEP, é possível ver dicas para as provas e todas as regras para a correção da redação. Além disso, é possível encontrar respostas para as principais dúvidas dos alunos, como quantidade mínima e máxima de linhas, título, padrões ortográficos e fugas de tema.

Seguindo essas dicas ficará mais fácil se preparar e fazer a prova com segurança. Agora que você já sabe como estudar para o Enem, mãos à obra!

Tags: , , , ,

Comente