Saiba tudo o que você precisa para se inscrever no Enem e conseguir uma vaga na faculdade com a nota das provas!

As inscrições são o primeiro passo para quem quer fazer o Enem e tentar vaga na universidade.

É uma etapa que deve ser cumprida com muito cuidado, para não haver erros ou gerar imprevistos mais adiante.

O prazo é curto e não vai haver prorrogação.

Para não ser pego de surpresa, a gente preparou um passo a passo de como fazer a inscrição do Enem.

Veja a seguir!

Como fazer a inscrição do Enem: passo a passo

Programe-se para não perder a inscrição do Enem.

Anote aí:

  • Quando acontece: em maio
  • Quanto tempo ficam abertas: 10 dias, aproximadamente
  • Onde: site oficial do Enem
  • Quem deve se inscrever: todos os interessados em fazer o Enem
  • Valor da taxa de inscrição: R$ 90, mais ou menos

As inscrições do Enem não vão ser prorrogadas. Portanto, muito cuidado para não deixar para a última hora e sofrer, por exemplo, com a lentidão do sistema.

O processo de inscrição é simples, embora peça bastante informação.

Veja o passo a passo:

Etapa 1: dados pessoais

  1. Acesse o site oficial do Enem durante o período de inscrição.
  2. No campo correspondente, digite seu CPF e data de nascimento.
  3. Na sequência você deve preencher uma série de dados pessoais, como endereço, atendimento especializado (para quem tem deficiência ou necessidades especiais), escolha da prova de língua estrangeira (inglês ou espanhol), cidade onde quer fazer a prova, informações sobre a situação socioeconômica familiar, escola onde concluiu o ensino médio, e-mail, telefone e criação de senha de acesso.

Etapa 2: pagamento

Depois de preencher os dados pessoais, o sistema do Enem gera uma Guia de Recolhimento da União com o valor da inscrição.

O candidato deve baixar o boleto e efetuar o pagamento o quanto antes, em qualquer agência bancária, correios ou casa lotérica.

A inscrição só vai ser confirmada depois que o pagamento for processado pelo sistema bancário.

Candidatos que conseguirem isenção não passarão por essa etapa.

Etapa 3: confirmação da inscrição

Antes de concluir a inscrição, confira todos os dados. Se houver algum erro, corrija enquanto o processo ainda estiver aberto.

Isso é fundamental para evitar problemas mais pra frente.

Um ou dois dias depois de pagar sua taxa de inscrição, entre no site para ver se o pagamento foi processado e enviado ao MEC. Se estiver tudo ok, pode ficar tranquilo.

Se houver qualquer problema, especialmente no pagamento, dá para correr atrás enquanto as inscrições estiverem abertas. Por isso é bom se adiantar e fazer tudo nos primeiros dias.

Como fazer a inscrição do Enem sem pagar

O Enem concede isenção aos alunos de escola pública que estejam no último ano do ensino médio.

Para isso, no entanto, é preciso fazer uma espécie de solicitação antecipada.

No mês de abril o MEC recebe inscrições de quem quer isenção.

O processo acontece no site oficial do Enem e, a exemplo das inscrições gerais, também dura cerca de 10 dias.

Além dos matriculados em escola pública, podem participar pessoas que já concluíram o ensino médio em escola da rede pública e têm renda familiar mensal bruta de até 1,5 salário mínimo por pessoa.

Também podem tentar isenção aqueles que têm Número de Inscrição Social (NIS) válido e renda familiar mensal total de até três salários mínimos (ou meio salário mínimo por pessoa).

O resultado do pedido de isenção sai logo depois.

Quem conseguir o benefício deve fazer a inscrição geral normalmente, em maio. Quem não conseguir pode fazer o Enem só se fizer a inscrição e pagar a taxa.

Inscreva-se no Enem e entre na faculdade

Sim, é isso mesmo que você leu no título: a inscrição no Enem é o primeiro passo para entrar na faculdade.

Se você obtiver um bom desempenho nas provas, terá várias chances de conquistar uma vaga naquele curso tão desejado, seja em universidade pública ou particular.

Veja algumas possibilidades que esperam por você:

Sisu – Com esse programa dá para buscar vagas em universidades públicas e institutos federais de educação por todo o país. Para participar basta apenas ter nota acima de zero na redação do Enem mais recente. É o processo seletivo mais aguardado por quem faz os exames – e também o mais concorrido. Tem duas edições por ano.

ProUni – O ProUni é para quem busca uma bolsa de estudos em faculdades particulares. Podem participar aqueles que fizerem o Enem mais recente, atenderem aos requisitos socioeconômicos e apresentarem nota de pelo menos 450 na média das provas, sem zero na redação. Nas duas edições anuais são distribuídas mais de 300 mil bolsas em cursos presenciais e EAD.

FIES – Para quem quer financiar um curso superior a juros baixos e prazo generoso para pagar, o FIES é uma boa pedida. Além disso, podem participar das duas edições anuais candidatos que fizeram qualquer edição do Enem a partir de 2010, atingiram a nota mínima exigida e cumprirem o requisito de renda familiar.

Ingresso direto – O ingresso direto é o processo seletivo mais simples de todos, que permite entrar em centenas de faculdades particulares sem necessidade de fazer vestibular. Cada faculdade é livre para determinar seus próprios critérios para esse processo seletivo.

Com tanta opção, é sempre bom ter em mente algumas boas faculdades onde buscar vaga.

A gente tem algumas sugestões de instituições reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC onde dá para entrar pelo ProUni, ingresso direto ou usar o FIES:

Veja também:

Descubra quantos pontos você precisa no ENEM pra cada curso

Tudo pronto para se inscrever no Enem? Compartilhe suas dúvidas com a gente nos comentários!