Entenda como as notas de corte do Sisu são calculadas e descubra outras formas de ingressar na faculdade com a nota do Enem!

A nota de corte é uma nota mínima estimada. Quando pensamos no Sisu, equivale à nota mínima que candidato precisa tirar no Enem para conseguir uma vaga em uma instituição pública.

Mas você sabe como as notas de corte do Sisu são calculadas? Quer saber se pode mudar suas opções de curso durante o Sisu, para ter mais chances de passar com sua nota do Enem? Veja as respostas a seguir!

Como funciona a nota de corte do Sisu

O Sisu utiliza a nota do Enem para classificar os candidatos para as vagas oferecidas por universidades públicas de todo o país.

Quando o candidato insere o número de inscrição e senha do Enem na plataforma do Sisu, suas notas do Enem são automaticamente recuperadas pelo sistema.

Assim, a nota de corte do Sisu é a menor nota que o candidato precisa para ficar entre os potencialmente selecionados para determinada vaga.

Cálculo da nota de corte

As notas de corte do Sisu são calculadas automaticamente pelo sistema, uma vez por dia, durante todo período de inscrições. 

O cálculo tem como base o número de vagas oferecidas e o total de candidatos inscritos para cada curso, por modalidade de concorrência.

Sendo assim, um mesmo curso pode apresentar notas de corte diferentes, uma para as vagas de ampla concorrência e outra para as vagas reservadas às cotas e políticas afirmativas das instituições.

Durante as inscrições, os candidatos podem consultar sua classificação parcial em cada opção de curso. 

A nota de corte é apenas uma referência

É importante deixar claro que a nota de corte do Sisu é apenas uma referência para auxiliar os candidatos durante o período de inscrição.

Desse modo, se um candidato percebe que sua nota está muito abaixo da nota de corte para o curso escolhido, pode mudar para uma opção que ofereça mais chances de passar.

Os candidatos podem alterar suas opções quantas vezes desejarem durante o período de inscrições, sendo que ficam valendo, para efeito de classificação, os dados da última inscrição registrada no sistema.

Mas atenção: atingir a nota de corte não garante a seleção para uma vaga, pois o sistema não calcula as notas em tempo real e as notas de corte sofrem alterações frequentes durante o período de inscrição, de acordo com as notas do Enem dos candidatos.

Resultado do Sisu

Logo após o término das inscrições do Sisu, é divulgada a lista de selecionados para cada curso. Cada candidato pode consultar sua classificação e resultado final no Boletim de Acompanhamento.

O que fazer se não passar no Sisu

A concorrência no Sisu costuma ser acirrada e muitos candidatos acabam ficando sem a sonhada vaga na universidade.

Porém, há outras formas de aproveitar a nota do Enem para ingressar em uma faculdade particular. A seguir, conheça algumas.

1. ProUni

O ProUni é um programa do governo federal que oferece bolsas integrais e de 50%, em instituições privadas, a estudantes sem diploma de nível superior.

Para se inscrever no ProUni é preciso ter feito a edição mais recente do Enem, com pontuação média igual ou maior que 450 e nota acima de zero na redação.

Os candidatos são selecionados para as vagas pela nota do Enem. Portanto, assim como no Sisu, há notas de corte para cada curso.

Além disso, para concorrer às bolsas também é preciso atender aos critérios socioeconômicos do programa, como ter feito o ensino médio completo em escola pública ou como bolsista integral em escola particular.

Os requisitos socioeconômicos incluem limites de renda familiar para cada modalidade de bolsa:

  • Bolsas integrais: candidatos com renda familiar de até 1,5 salário mínimo por pessoa.
  • Bolsas de 50%: candidatos com renda familiar de até 3 salários mínimos por pessoa.

2. Ingresso direto

O chamado ingresso direto permite usar a nota do Enem para entrar em uma faculdade privada sem fazer a prova do vestibular. Geralmente, são aceitas notas de edições do Enem a partir de 2010.

O melhor é que algumas faculdades oferecem bolsas de até 100% para quem opta pelo ingresso direto. E mesmo com uma bolsa parcial, o valor da mensalidade pode ficar bem reduzido.

Como as bolsas são concedidas diretamente pelas faculdades, sem intermediários, o processo costuma ser simples e rápido.

Sem falar que, como a concorrência geralmente é bem menor que no Sisu e ProUni, fica muito mais fácil passar no curso desejado, mesmo que seja uma graduação muito procurada e sua nota do Enem não tenha sido tão alta.

Para aproveitar as vantagens do ingresso direto, basta entrar em contato com a faculdade, apresentar a documentação básica e fazer a matrícula, sem complicação.

Onde estudar

Confira a seguir uma lista de faculdades que oferecem cursos reconhecidos e bem avaliados pelo MEC, nas quais você pode usar a nota do Enem para entrar direto e ainda ganhar uma bolsa de estudos!

Estas instituições têm mensalidades acessíveis e possuem unidades e polos de ensino em várias regiões do país: 

Saiba mais:

Como funciona a lei de cotas para o Sisu?

Saiba quais são os cursos com menor nota de corte no ProUni

Depois de saber como funcionam as notas de corte do Sisu, responda nos comentários: você vai tentar uma vaga pelo Sisu? Em qual curso?