Como funciona o Enem

Enem — Escrito por

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é uma prova criada pelo MEC para avaliar a qualidade do ensino médio e as habilidades dos estudantes que concluem essa etapa da educação básica. A importância do Enem aumenta a cada ano e o exame vem sendo usado para uma série de programas governamentais de acesso ao ensino superior.

Descubra como funciona o Enem a importância de conseguir uma boa nota no Exame!

Quando tem prova do Enem?

As provas do Enem acontecem uma vez por ano, normalmente no fim de outubro ou começo de novembro.

Onde fazer a prova do Enem?

O Enem é aplicado em todos os estados do Brasil. O local de prova aparece no cartão de confirmação de inscrição.

Para que serve o Enem?

O Enem é considerado o maior vestibular do País. A nota do exame pode ser usada para entrar em uma série de programas de acesso ao ensino superior, além de servir para obter o certificado de conclusão do ensino médio. Conheça as principais opções:

  • FIES: o Fundo de Financiamento Estudantil é um programa do Governo Federal que concede empréstimos a juros baixos, 3,4% ao ano, para pagar a faculdade particular. Quem se formou a partir de 2010 precisa ter feito o Enem, com média de pelo menos 450 pontos nas provas objetivas e nota maior do que zero na redação.
  • Sisu: O Sistema de Seleção Unificada usa a nota do Enem para classificar candidatos a vagas em universidades públicas. Para participar, é preciso ter feito o Enem no ano anterior e não ter zerado na redação.
  • ProUni: O Programa Universidade para Todos usa a nota do Enem para classificar candidatos de baixa renda a bolsas de estudos parciais e integrais em faculdades particulares. Para participar, além de preencher requisitos de escolaridade e renda, é necessário ter feito o Enem no ano anterior, com pelo menos 450 pontos nas provas objetivas e nota maior do que zero na redação.
  • Certificado de conclusão do Ensino Médio: O participante do Enem que quiser usar a nota do exame para obter o certificado de conclusão do ensino médio precisa fazer essa opção no momento da inscrição e, caso atinja a nota necessária, deve buscar seu certificado em uma das instituições autorizadas pelo MEC (a lista aparece na página de inscrição e no edital do Enem). A nota mínima para conseguir o certificado do ensino médio usando o Enem é de 450 pontos em cada uma das quatro provas objetivas e 500 pontos na redação.

Como é a prova do Enem?

O Enem tem uma prova de redação e  180 questões objetivas, divididas em quatro áreas do conhecimento:

  • Ciências Humanas e suas Tecnologias: História, Geografia, Filosofia e Sociologia
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias: Química, Física e Biologia
  • Matemática e suas Tecnologias: Matemática (Geometria e Álgebra)
  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias: Língua Portuguesa, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação.

Na prova de Redação, o participante do Enem precisa elaborar um texto de até 30 linhas sobre o tema proposto naquele ano. A redação deve seguir o modelo “dissertativo-argumentativo”, no qual o estudante deve defender uma tese, apoiá-la com argumentos e elaborar uma proposta de intervenção social para o problema apresentado, respeitando os direitos humanos. A prova de redação vale 1.000 pontos.

As provas do Enem acontecem em dois dias seguidos, normalmente sábado e domingo, como segue:

Primeiro dia do Enem (Sábado):
–       Provas de: Ciências Humanas e Ciências da Natureza
–       Duração: 4 horas e 30 minutos

Segundo dia do Enem (Domingo):
–       Provas de: Linguagens, Matemática e Redação
–       Duração: 5 horas e 30 minutos

A duração da prova inclui o preenchimento do cartão-resposta e da folha de redação. Ou seja, o participante precisa resolver todas as questões, passar as respostas para o cartão e, no segundo dia, elaborar também a redação e passá-la a limpo para a folha de redação dentro do prazo previsto.

Como é a correção do Enem?

O Enem utiliza dois métodos diferentes de correção: um para as provas objetivas e um para a redação.

As provas objetivas são corrigidas usando uma metodologia específica chamada Teoria de Resposta ao Item (TRI). Na TRI, a contagem de pontos não está baseada somente nos erros e acertos dos participantes, pois as questões são classificadas em níveis de dificuldade (fáceis, medianas e difíceis) e existem mecanismos para separar quem realmente conhece o conteúdo de quem “chuta” as respostas. Por isso, no Enem, dois participantes que acertaram o mesmo número de questões podem ter pontuações diferentes.

A prova de redação é corrigida “manualmente” por uma banca de professores avaliadores. São avaliadas cinco competências:

  1. Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa.
  2. Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa.
  3. Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
  4. Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
  5. Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Cada uma dessas competências vale de 0 a 200 pontos. Sendo assim, quem consegue demonstrar um domínio excelente em todas as cinco competências avaliadas recebe a nota máxima: 1.000.

O participante do Enem deve tomar cuidado para não zerar na redação. Os corretores dão zero para redações que se encaixem nos seguintes casos:

  • Fuga do tema proposto
  • Estilo que não seja dissertativo-argumentativo
  • Textos com 7 linhas ou menos
  • Xingamentos, desenhos ou desrespeito aos direitos humanos
  • Redações com trechos que não tenham a ver com o tema proposto
  • Folha de redação em branco

A redação é corrigida por pelo menos dois avaliadores distintos. Quando as notas dadas apresentam uma diferença muito grande, a discrepância é resolvida por uma terceira correção. Caso a discrepância permaneça, são feitas novas correções até que os avaliadores cheguem a um consenso.

Tags: , , ,

Comente