Como funciona o Sisutec

Sisutec — Escrito por

O Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec) é mais uma iniciativa do Ministério da Educação (Mec) para garantir aos estudantes que realizam o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) o acesso democrático a continuação dos estudos.

Pelo Sisutec é possível conseguir vagas em cursos profissionalizantes em instituições públicas e privadas cadastradas no sistema. Apenas para a primeira seleção de 2014, segundo ano do programa, foram ofertadas 291.338 vagas para 122 cursos, em 937 unidades de ensino.

Para participar, o candidato precisa obrigatoriamente ter feito a prova do Enem, já que será com a mesma senha de acesso que ele poderá se cadastrar através do site. O candidato terá a chance de optar por até dois cursos. São realizadas 2 chamadas e não há lista de espera, o que obriga aos interessados realizar uma nova inscrição na tentativa das vagas remanescentes. Confira mais detalhes sobre a iniciativa a seguir:

Como funciona a inscrição

Ao realizar a inscrição, o candidato tem duas opções: pode concorrer às vagas voltadas aos estudantes que tenham concluído o ensino médio em escola pública ou sido bolsista integral na particular; optar por àquelas que são destinadas ao sistema de cotas, onde pretos, pardos e indígenas ou estudantes da rede pública de ensino ou na condição de bolsista integral nas instituições privada.

No decorrer do período de inscrição o candidato pode mudar as suas opções de curso. Portanto, a última escolha é a que valerá. No final, o sistema seleciona automaticamente os estudantes mais bem classificados em cada curso, conforme as notas do Enem.

Se o candidato tiver sido bem avaliado em suas duas opções, ficará com a vaga referente à de primeira escolha. É importante lembrar que, a cada chamada, há um prazo específico para efetuar a matrícula.

Sistema de cotas

Dentro das vagas oferecidas há um sistema de cotas específico. Oitenta e cinco por cento das vagas, por exemplo, são destinadas aos estudantes que, independentemente da renda familiar per capita, tenham feito o ensino médio em escola pública ou na particular, na condição de bolsista integral.

Outra particularidade é que 50% das vagas em unidades federais são voltadas para estudantes de famílias com renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio per capita, desde que tenham concluído o ensino médio em escola pública ou nas instituições de ensino privadas como bolsista integral.

Aos que forem selecionados

Os estudantes selecionados na primeira chamada terão até o dia 28 de março para efetuar a matrícula no curso e instituição escolhidos. É importante não perder esse prazo, pois não poderão participar da chamada seguinte.

Ficará a cargo do estudante entrar em contato com a instituição para saber quais os documentos necessários e o horário para efetuar a matrícula. O edital do Sisutec não prevê transferência de curso. Portanto, remanejamentos devem ser conversados diretamente na secretaria da unidade escolar.

Se você se inscreveu no Sisutec, acompanhe todos os prazos no site oficial do programa. Caso ainda queira participar, reúna todos os documentos, prepare-se para garantir boas notas no Enem e fique de olho nas datas da próxima edição.

Alguma dúvida sobre como funciona o Sisutec? Compartilhe-as através dos comentários para que possamos auxiliá-lo!

Tags: , , ,

Comente