Você faltou no Enem do ano passado e está em dúvida se pode fazer a prova deste ano? Neste artigo, confira tudo sobre a justificativa de ausência do Enem!

Anualmente, milhões de estudantes se candidatam ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A prova é a porta de entrada para várias universidades públicas e privadas do país. Entretanto, não são todos os candidatos que conseguem comparecer aos dois dias de prova.

O que acontece com quem falta ao Enem?

Para diminuir o número de ausências no exame, o Ministério da Educação (MEC) instituiu um tipo punição para quem falta na prova.

Essa punição é válida apenas para quem teve isenção da taxa de inscrição e faltou no dia da prova sem justificativa. Nesse caso, o candidato não poderá solicitar a isenção novamente. Para os candidatos que pagaram o exame, não há punição pela ausência.

Quem faltou no Enem 2019 pode fazer em 2020?

Sim! Ninguém é impedido de fazer a prova por ter se ausentado no ano anterior. Mas, caso você tenha tido a isenção da taxa de inscrição e queira solicitar novamente este ano, será necessário justificar sua ausência na prova.

O que é justificativa de ausência no Enem?

Para que os estudantes isentos no Enem anterior que faltaram ao exame possam solicitar a isenção novamente este ano, é preciso realizar a justificativa de ausência. A justificativa de ausência é o envio de um documento que comprove a necessidade de não-comparecimento no dia da prova.

Como justificar a ausência no Enem?

A justificativa de ausência do Enem deve ser feita na página do participante do Enem (enem.inep.gov.br/participante). De acordo com o edital do Enem Impresso de 2020, o período de justificativa e solicitação de isenção da taxa de inscrição ocorreu do dia 6 a 17 de abril.

O resultado das solicitações ficou disponível no dia 24 de abril. Caso não concordassem com o resultado, os estudantes tinham o direito de entrar com recurso do dia 27 de abril a 1º de maio; o resultado do recurso ficou disponível dia 7 de maio.

Ter o justificativa de ausência e a solicitação da isenção aceitas não significa que a inscrição para o Enem foi realizada. Todos os candidatos devem se inscrever para o exame pela página do participante, entre os dias 11 a 22 de maio de 2020.

A justificativa de ausência ocorre durante no processo de solicitação de isenção. Acompanhe o passo a passo:

  1. Entre a página do participante e clique em “isenção”;
  2. Confirme a figura do desafio e informe seu CPF e sua data de nascimento;
  3. Clique para iniciar a isenção e selecione a categoria de isenção que você se encaixa;
  4. Confira se seus dados do portal gov.br estão corretos (para os que ainda não tem cadastro no portal do governo, é preciso fazer);
  5. Informe as informações como CEP, endereço, escolaridade e NIS e confirme seus dados;
  6. Responda ao questionário socioeconômico;
  7. Informe os dados de contato e envie uma foto para personalizar seu perfil;
  8. Em “resumo das Informações”, confirme seus dados e insira seu motivo de ausência no ano anterior com o anexo da justificativa;
  9. Clique em “Enviar solicitação”.

Para comprovar a ausência, é preciso anexar um dos documentos comprobatórios especificados no edital do Enem. Os documentos devem estar datados e assinados e não são aceitos documentos autodeclaratórios ou emitidos por pais ou responsáveis.

Veja os documentos aceitos para justificar sua ausência:

  • Boletim de Ocorrência Policial de assalto ou furto;
  • Boletim de Ocorrência Policial de acidente de trânsito;
  • Certidão de Casamento ou Contrato de União Estável;
  • Certidão de Óbito de familiar;
  • Certidão de Nascimento ou de adoção, no caso de mães e pais;
  • Documento que comprove o acompanhamento de cônjuge ou companheiro;
  • Mandado de prisão ou documento que ateste privação de liberdade;
  • Atestado Médico ou Odontológico que especifique a necessidade de internação, repouso ou atendimento médico ou odontológico, ou de acompanhamento de familiar;
  • Atestado Médico ou Odontológico de emergência médica ou de acompanhamento de familiar;
  • Declaração de trabalho ou deslocamento a trabalho;
  • Declaração de intercâmbio acadêmico ou atividade curricular.

O sistema só aceita anexos nos formatos PDF, PNG ou JPG, e com o tamanho máximo de 2MB. Após enviada a solicitação, não é possível alterar as informações.

Quem precisa justificar ausência no Enem?

Somente os candidatos isentos da taxa de inscrição e que faltaram ao Enem do ano anterior precisam justificar sua ausência para conseguir a isenção no Enem deste ano. Para aqueles que não desejam solicitar isenção este ano e/ou pagaram a prova do ano passado, não é preciso justificar a ausência.

Onde estudar com a nota no Enem

Com a nota do Enem, você pode entrar em universidades públicas, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e particulares, pelo Programa Universidade para Todos (Prouni) ou Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Mesmo que você não consiga uma boa nota no exame, ainda é possível entrar na faculdade com bolsa e descontos. Isso porque muitas universidades particulares oferecem bolsa de estudos e descontos na mensalidade com ou sem a nota do Enem e sem burocracia. Confira abaixo algumas faculdades reconhecidas pelo MEC que oferecem boas condições aos ingressantes:

Leia também: Entenda tudo sobre o Enem 2020 digital

E você? Já decidiu onde irá estudar com sua nota do Enem? Compartilha com a gente nos comentários!