Como realizar inscrição para o Sisutec?

Sisutec — Escrito por

Muitos estudantes têm vontade de realizar um curso de ensino superior em instituições públicas e, para isso, participam do Sisu (Sistema de Seleção Unificada), através do qual são oferecidas vagas para candidatos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Mas há alunos que, ao invés de seguir com a carreira acadêmica, preferem continuar seus estudos em cursos técnicos. Para atender a esta demanda que o Ministério da Educação (MEC) elaborou, desde 2013, o Sisutec (Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica).

Por esse sistema, as instituições públicas e privadas de ensino superior e de educação profissional e tecnológica, participantes do programa, oferecem vagas gratuitas nesse tipo de curso para os alunos que fizeram o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

Como funciona o Sisutec

A comparação entre o Sisu e o Sisutec mostra que há muitas semelhanças entre os dois programas governamentais, porém este último oferece algumas particularidades importantes. As plataformas on-line de ambos os sistemas são bem semelhantes. Mas enquanto no primeiro programa a oferta é de cursos de bacharelado e licenciatura, ou ainda de cursos técnicos de nível superior, o Sisutec contribui com o aperfeiçoamento da educação formal de candidatos que queiram estudar em cursos técnicos e de nível médio, que trazem entre 800 e 1.200 horas de duração.

No Sisutec, o processo seletivo possui uma única etapa de inscrição, quando o candidato deverá escolher, por ordem de preferência, até duas opções entre as vagas ofertadas pelas instituições participantes do programa. No entanto, nas edições do Sisutec que aconteceram até o momento, não houve formação de Lista de Espera para ocupar vagas remanescentes após o término do processo seletivo, conforme ocorre no Sisu.

Como se inscrever no Sisutec

Para fazer a inscrição no Sisutec, os alunos deverão ter completado o ensino médio e também realizado as provas do Enem do ano anterior à candidatura. A nota da redação, da mesma forma como acontece no Sisu, é determinante: deverá ser superior a zero. As instituições de ensino, entretanto, poderão exigir outros requisitos específicos, como por exemplo, que o aluno tenha obtido nota mínima em uma ou mais provas objetivas do Enem. Caso haja esta condição para o curso selecionado, o aluno será informado imediatamente pelo sistema.

Primeiramente, o estudante deve acessar a página do programa na Internet, cadastrar-se e informar o número de inscrição e a senha usados no último Enem. Não é cobrado nenhum tipo de taxa para cumprir a inscrição. Em seguida, o candidato vai escolher até duas opções de curso que pretende estudar, em ordem de preferência, e a modalidade de concorrência de que pretende participar: disputa pelas vagas destinadas aos formados no ensino médio em escola da rede pública ou em instituições privadas como bolsista integral; ou pelas vagas reservadas aos beneficiados por ações afirmativas (negros, pardos e indígenas), que tenham completado o ensino médio da mesma forma e em situação semelhante ao grupo anterior.

Resta dizer ainda que, ao longo desse período, o candidato poderá alterar suas opções escolhidas inicialmente, porque segundo as notas de corte ele ficará dentro das chamadas de alunos selecionados ou não – e o sistema vai demonstrar sua situação claramente. É a última inscrição que será eficaz para a classificação definitiva, dando a oportunidade de o candidato efetuar a matrícula na instituição.

 

Agora que você já sabe como realizar inscrição para o Sisutec, fique de olho nas datas e garanta a oportunidade de um futuro mais promissor! Caso ainda restem dúvidas, compartilhe-as conosco através dos comentários para que possamos orientá-lo.

Tags: , , , ,

Comente