O ENEM (Exame nacional do Ensino Médio) já está se aproximando, faltam menos de dois meses para que seja aplicado. O exame não pode ser tido como apenas “mais uma prova”, pois representa grande valor para a educação brasileira e, além de avaliar como os estudante encerram o ensino médio, é usado como requisito para o ingresso em instituições federais de ensino superior em todo o país.

Para se alcançar uma boa nota no ENEM é necessário dedicação e disciplina por parte do estudante. Com o intuito de auxiliar e orientar os participantes do ENEM deste ano, separamos algumas dicas que podem potencializar os estudos até a data de realização das provas.

Leitura e interpretação

Os estudantes que não se prepararam com antecedência, durante todo o ano, estão em desvantagem e precisam aumentar e otimizar ainda mais o tempo de estudo para tentar recuperar todo o tempo perdido. É relevante que, durante esses dois meses restantes, o candidato pratique bem a leitura, afim de aguçar a interpretação. Em todas as provas anteriores são encontradas questões que exigem interpretações, desde as mais simples até as complexas, em todas as disciplinas e não só nas questões de português e história.

Desenvolvendo a redação

Além das interpretações, a leitura auxilia na escrita da redação. O vocabulário é extremamente importante para a escrita e pode ser facilmente conseguido através de treinos e leituras. Para se realizar uma boa redação é necessário que o participante tenha em mente as características do gênero exigido no ENEM, o dissertativo-argumentativo.

O texto dissertativo-argumentativo é aquele em que o autor apresenta uma ideia e defende seu ponto de vista, sua posição, através do uso de argumentos válidos. Para provar a veracidade da argumentação, o autor deve adotar uma posição impessoal, de forma que o agente das ações (o sujeito) não apareça. Além disso, o participante deve escrever de forma coesa. Escrever várias redações do gênero dissertativo-argumentativo, com diferentes temas é a melhor forma de melhorar sua redação.

Atualidades

Para realizar uma boa prova, os participantes precisam estar por dentro das atualidades mais relevantes que ocorreram durante todo o ano. Por isso é tão cobrado que os estudantes vejam noticiários, leiam revistas e jornais. O participante além de estar por dentro de tudo que acontece no Brasil e no mundo, precisa compreender as questões, afim de fazer uma analogia com a disciplina correspondente. Como, por exemplo, o evento mundial que foi sediado no Brasil, o Rio + 20. Deste assunto podem surgir questões que façam analogias a sustentabilidade, eutrofização, exploração e desertificação.

Alimentação também faz parte

Uma questão que é de extrema relevância é a alimentação antes da realização do ENEM. Muitos acham que o importante é comer alimentos pesados antes de fazer a prova, afinal serão horas cansativas de uma prova extensa, mas o ideal é que a alimentação seja leve. Uma alimentação leve e rica  em fibras é facilmente digerida e não é exigido muito do metabolismo, e assim evita-se sonolência, indisposição e moleza. Evitar alimentos gordurosos, pesados e calóricos é uma ótima opção para que o participante não desanime e caia na preguiça para ler e interpretar corretamente conforme é pedido nas questões.

Durante a realização da prova

O importante, além do conhecimento é manter a calma e resolver toda a prova concentrado. O participante deve ler atentamente as questões, reler se for preciso, e sempre se lembrar de que existe um tempo máximo para resolver toda a prova.

Para manter a concentração, o participante pode, a cada hora passada, tirar de cinco a dez minutos para relaxar. Com esse intervalo de descanso é possível garantir que o rendimento não caia devido ao cansaço e à falta de concentração.Assim, as chances de acertar um maior número de questões aumentam.

Durante a realização da prova, o estudante pode levar alimentos e, nos intervalos pré-determinados por ele mesmo, aproveitar para comer o que tiver levado, como barra de cereal, chocolate ou beber uma água.

O candidato precisa estar atento à data de realização da prova e ao horário. É preciso chegar com antecedência para averiguar o local, a sala onde a prova será aplicada e evitar possíveis transtornos. Antes de sair de casa o participante deve conferir a documentação necessária ( documento de identificação com foto e o Cartão de Confirmação) e o material escolar permitido para a realização das provas.