Descubra como saber se você foi aprovado após se inscrever na lista de espera do Sisu.

O Sisu é um sistema eletrônico, gerenciado pelo MEC, por meio do qual instituições públicas de todo o país ofertam vagas em seus cursos de graduação presenciais, selecionando os candidatos pela nota do Enem.

Os aprovados são convocados em uma única chamada regular e têm um prazo estipulado para efetuar a matrícula nas instituições de ensino.

Após a chamada regular, quem não conseguiu uma vaga ainda pode se inscrever na lista de espera e aguardar uma possível convocação. Quer saber como ver se você foi aprovado após se inscrever na lista de espera do Sisu? Veja a resposta a seguir!

Como saber se fui selecionado na lista de espera do Sisu?

A convocação dos candidatos inscritos na lista de espera do Sisu é feita pelas próprias instituições de ensino. Portanto, o candidato é responsável por acompanhar as convocações para matrícula diretamente na universidade em que está concorrendo a uma vaga.

Vamos supor que um candidato, João, ao se inscrever no Sisu escolheu como opções de cursos Fisioterapia, na Universidade X, e Enfermagem, na Universidade Y, mas não conseguiu se classificar em nenhuma das vagas na chamada regular.

João manifestou interesse em participar da lista de espera do Sisu dentro do prazo estipulado, escolhendo o curso de Fisioterapia na Universidade X.

Após se inscrever na lista de espera, João precisa acompanhar as eventuais convocações de candidatos da lista de espera do Sisu pela Universidade X por meio do site da instituição, por exemplo.

Na verdade, o mais recomendado é entrar em contato com a instituição na qual se está concorrendo à vaga pela lista de espera e informar-se sobre como as convocações são divulgadas.

Isso porque, após uma eventual convocação, o candidato tem um prazo determinado para apresentar os documentos necessários e realizar a matrícula, que pode ser um período bem curto. Se o candidato não comparecer dentro do prazo, perde a vaga!

Quem pode participar da lista de espera do Sisu?

Só pode participar da lista de espera do Sisu quem não se classificou na primeira nem na segunda opção de curso selecionada na inscrição.

Para que fique claro: candidatos aprovados na segunda opção de curso na chamada regular não podem participar da lista de espera. Isso já foi possível em edições passadas do Sisu, mas a regra mudou.

Como participar da lista de espera do Sisu?

O candidato deve acessar seu boletim na página oficial do Sisu e marcar a opção que confirma o interesse em participar da lista de espera, tudo isso dentro do prazo estipulado pelo programa.

Nessa ocasião, é preciso escolher apenas uma opção de curso dentre as duas selecionadas na inscrição.

O prazo para manifestar interesse em participar da lista de espera geralmente começa dois dias após a divulgação dos aprovados na chamada regular e dura aproximadamente quatro dias.

O que fazer se não passar no Sisu?

Se, por um lado, estudar em uma universidade pública é o sonho de muita gente, por outro, a concorrência no Sisu é acirrada e vários candidatos não conseguem vaga, mesmo participando da lista de espera.

Quem passar por essa situação não deve desistir, pois há três alternativas para estudar em uma boa faculdade particular, mesmo não tendo condições econômicas de arcar com as mensalidades. 

ProUni

O ProUni é um programa do governo federal que oferece bolsas de estudo de 50% e 100% em instituições privadas a brasileiros sem diploma de nível superior. Assim como no Sisu, os candidatos são selecionados para as bolsas de acordo com a nota do Enem.

Para participar do ProUni, é preciso ter feito a edição mais recente do Enem e ter alcançado nota acima de zero na redação e média geral das provas igual ou superior a 450 pontos.

Fora esses pré-requisitos de participação e a nota de corte do Enem, que varia conforme o curso, os candidatos precisam atender aos critérios socioeconômicos do programa para terem direito às bolsas.

FIES

O FIES é outro programa governamental, que oferece financiamentos de cursos superiores em faculdades privadas a juros baixos, permitindo que o estudante comece a quitar a dívida somente após se graduar.

Para participar do FIES, é necessário ter feito alguma edição do Enem a partir de 2010, com nota média igual ou maior que 450 pontos, sem ter zerado na redação.

A seleção dos contemplados é feita pela nota do Enem e as notas de corte variam conforme o curso. Vale ressaltar que o FIES só vale para cursos presenciais.

Ingresso direto 

O ingresso direto permite entrar em uma faculdade sem fazer o vestibular interno, utilizando a nota do Enem no processo seletivo. Essa forma de seleção vale tanto para cursos presenciais quanto a distância.

Diversas faculdades ainda concedem bolsas de estudos integrais e parciais aos estudantes que escolhem ingressar diretamente com a nota do Enem.

Em geral, os únicos pré-requisitos para aproveitar o ingresso direto e ganhar bolsa de estudos são ter feito alguma edição do Enem a partir de 2010 e ter alcançado uma nota média a partir de 300 pontos e nota acima de zero na redação. 

Onde estudar com a nota do Enem?

Conheça agora uma lista de faculdades autorizadas e bem avaliadas pelo MEC onde você pode usar a nota do Enem para entrar direto e receber uma bolsa de estudos ou desconto especial na mensalidade:

Veja também:

Descubra quais são os cursos menos concorridos no Sisu

Descubra como funcionam as notas de corte do ProUni

Agora que você já sabe como ver se foi selecionado na lista de espera do Sisu, conte para a gente nos comentários: quais foram suas opções de curso no Sisu?