Descubra se o seu curso participa do Fies

Fies — Escrito por

Saiba quais cursos de graduação participam do Fies e como é feita a distribuição de vagas por áreas de conhecimento. 

O Fies (Fundo de Financiamento Estudantil), criado em 2001 pelo governo federal, oferece crédito a juros baixos para estudantes que não tenham condições de pagar a faculdade. 

As inscrições são abertas duas vezes por ano, no começo do primeiro e do segundo semestre, e devem ser feitas pela internet, no site oficial do Fies, dentro do portal do MEC (Ministério da Educação).

Alguns meses antes da abertura de inscrições para os estudantes, o MEC publica um edital para que as universidades interessadas em oferecer vagas por meio do Fies assinem um termo de participação e indiquem sua proposta de oferta de vagas. Portanto, pode haver mudanças de uma edição para a outra.

Como descobrir se o seu curso participa do Fies

Podem participar do Fies apenas as instituições particulares de ensino superior credenciadas pelo MEC e com conceitos positivos nas avaliações oficiais. 

Para que um curso de graduação seja aceito pelo programa, deverá atender a alguns requisitos:

  • Ser um curso presencial. Apesar de o Fies ter passado por algumas mudanças, ele ainda não contempla graduações na modalidade a distância (EAD).
  • Apresentar conceito 3 ou superior no Sinaes (Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior). Essa nota leva em conta aspectos como ensino, pesquisa, extensão, responsabilidade social, gestão da instituição e corpo docente. 
  • Ser oferecido por uma instituição habilitada e participante do Fies.

Como pode haver mudanças na oferta de vagas pelas instituições de um semestre para o outro, só é possível conhecer exatamente quais são os cursos participantes durante o período de inscrições. Essas informações ficarão disponíveis no Fies Seleção (Sistema de Seleção do Fies).

De qualquer forma, é importante saber que o MEC define a distribuição de vagas por áreas consideradas prioritárias e não prioritárias. Veja os detalhes abaixo:

Cursos de áreas prioritárias

O MEC estabelece que 60% das vagas ofertadas por meio do Fies sejam de áreas do conhecimento consideradas prioritárias. Portanto, há mais chances de conseguir o financiamento se o seu curso pertencer a alguma dessas áreas. 

O Ministério também define a distribuição de vagas para cada área prioritária. Confira:

  • Cursos da área da Saúde: 50% das vagas prioritárias.
  • Cursos da área de Engenharia e Ciência da Computação: 40% das vagas prioritárias.
  • Cursos da área de Educação (licenciaturas, Pedagogia e Normal Superior): 10% das vagas prioritárias.

Cursos de áreas não prioritárias

Os 40% restantes das vagas ofertadas via Fies são distribuídos entre as demais áreas de conhecimento. Veja como fica a distribuição dessas vagas de acordo com o último edital publicado pelo MEC:

  • Comunicação, Design, Audiovisual e cursos relacionados: 5% das vagas não prioritárias.
  • Moda, Desenho Industrial, Museologia, Cinema e cursos relacionados: 2% das vagas não prioritárias.
  • Tradução e Interpretação, Arqueologia, Rádio, TV e Internet e cursos relacionados: 2% das vagas não prioritárias. 
  • Música, Fotografia, Produção Multimídia e cursos relacionados: 2% das vagas não prioritárias.
  • Dança, Teologia, Mídias Sociais, Design de Interiores e cursos relacionados: 2% das vagas não prioritárias.
  • Comunicação Social, Jornalismo, Publicidade, Marketing e cursos relacionados: 5% das vagas não prioritárias.
  • Direito, Comércio Exterior, Biblioteconomia e cursos relacionado: 15% das vagas não prioritárias.
  • Ciências Sociais, Políticas, Econômicas e Contábeis, Psicologia e Secretariado: 15% das vagas não prioritárias.
  • Administração, Administração Pública, Gestão, Logística, Negócios e cursos relacionados: 15% das vagas não prioritárias.
  • Ciências Biológicas (bacharelado), Biomedicina, Biotecnologia e cursos relacionados: 6% das vagas não prioritárias.
  • Física (bacharelado), Química (bacharelado), Matemática (bacharelado), Geografia (bacharelado) e cursos relacionados: 3% das vagas não prioritárias.
  • Medicina Veterinária: 5% das vagas não prioritárias.
  • Agronomia, Zootecnia, Engenharia Florestal e cursos relacionados: 5% das vagas não prioritárias.
  • Agronegócio, Agroindústria e cursos relacionados: 2% das vagas não prioritárias.
  • Ciências Aeronáuticas e cursos relacionados: 3% das vagas não prioritárias.
  • Hotelaria e Turismo, Gastronomia e cursos relacionados: 4% das vagas não prioritárias.
  • Estética e Cosmética, Gestão do Esporte e cursos relacionados: 4% das vagas não prioritárias.
  • Engenharia de Segurança do Trabalho, Gestão em Saúde e cursos relacionados : 5% das vagas não prioritárias.

Quem pode participar do Fies?

Podem se inscrever no Fies apenas os estudantes que tenham feito o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) a partir de 2010, com média igual ou superior a 450 pontos e nota acima de zero na Redação. 

Os candidatos que concorrerem para as mesmas opções (curso, instituição e turno) são classificados de acordo com seu desempenho no Enem.

Além disso, há os seguintes limites de renda familiar:

  • Renda familiar de até 3 salários mínimos por pessoa para quem deseja participar da modalidade Fies (juros zero e contrato com a Caixa Econômica Federal).
  • Renda familiar entre 3 e 5 salários mínimos por pessoa para quem deseja participar da modalidade P-Fies (juros reduzidos e contrato com bancos privados).

Boas alternativas ao Fies

Infelizmente, com a crise e a redução de verbas, conseguir o Fies ficou mais difícil ao longo dos últimos anos. Mas saiba que existem alternativas: há boas universidades privadas que oferecem bolsas, crédito e descontos por meio de iniciativas próprias.

Listamos abaixo algumas universidades reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC que, além de trabalharem com programas do governo federal, mantêm programas próprios de incentivo aos estudantes. 

Outra boa notícia: elas aceitam o Enem como forma de ingresso direto (sem vestibular) em diversos cursos. Confira e clique para saber mais:

Gostou das opções? Conseguir o tão sonhado diploma de graduação pode custar bem menos do que você imagina!

Leia também:

Descubra se é possível fazer o Fies com nome sujo

Saiba tudo sobre as vagas remanescentes do ProUni

Você pretende concorrer ao Fies? Para qual curso de graduação? Deixe um comentário contando para a gente!

Comente