O Sisu é, hoje, o caminho mais conhecido para aqueles que querem chegar à universidade pública.

Todos os anos, cerca de 300 mil pessoas vão garantir vaga em cursos de todas as áreas do conhecimento.

Para chegar lá, no entanto, é preciso encarar quatro dias de uma seleção bastante concorrida e aguardar a divulgação dos aprovados, que não demora a sair.

Pronto para encarar a maratona?

Então saiba como ver o resultado do Sisu e comece sua faculdade logo depois!

Como entrar na faculdade pelo Sisu

O Sisu acontece duas vezes ao ano, sempre antes de começarem as aulas de cada semestre letivo.

Para participar é simples: o candidato precisa ter feito o Enem mais recente e apresentar nota maior que zero na redação. Dá para entrar na disputa com qualquer pontuação, mas só quem tiver as melhores notas se dará bem.

O Sisu é bastante concorrido – afinal, quem não gostaria de estudar numa universidade pública ou num instituto federal de educação?

São distribuídas cerca de 300 mil vagas por ano, em cursos presenciais em todas as áreas de conhecimento, em mais de 120 instituições por todo o país. A média de participantes chega, por vezes, superar os 2,5 milhões.

A primeira seleção abre pouco depois da divulgação dos resultados do Enem. Começa numa terça e se encerra numa sexta-feira, geralmente. Nesse período, os participantes têm de escolher duas opções de curso entre as instituições participantes e ficar atento às notas de norte, que podem mudar a qualquer momento. Se isso acontecer, é preciso escolher outras faculdades ou graduações. Dá para mudar de opção quantas vezes for necessário, até o último minuto em que a seleção estiver aberta.

Os resultados ficam disponíveis poucos dias depois. Em algumas semanas, os aprovados já começam as aulas na faculdade!

Veja mais detalhes a seguir!

Como ver o resultado do Sisu

O resultado do Sisu não demora a sair. A seleção geralmente se encerra numa sexta-feira e os aprovados na primeira chamada são conhecidos dois dias depois, na segunda feira.

O resultado pode ser acessado no site oficial do Sisu, usando seu CPF e senha.

Nesse dia, milhões de candidatos vão saber se conseguiram vaga na primeira ou na segunda opção escolhida.

Os que forem aprovados precisam cumprir os prazos para apresentação de documentos e realização da matrícula.

Os que não conseguirem vaga na primeira chamada ainda podem tentar uma segunda chance na lista de espera, que abre pouco depois.

Para entrar na lista é preciso acessar o site do Sisu e manifestar interesse em participar. Depois, basta ficar ligado e torcer para ser chamado.

Todo esse processo se repete também na segunda edição do Enem, que acontece no segundo semestre. Embora o número de vagas seja menor que da primeira edição, é mais uma chance de começar sua faculdade pública.

Outros processos seletivos para começar sua faculdade

O Sisu é o principal processo seletivo que usa a nota do Enem, mas não o único.

Quem não conseguir vaga na universidade pública terá mais três chances de entrar no ensino superior, em faculdades privadas.

Veja qual é o ideal para você:

ProUni – É o processo seletivo para quem quer fazer uma faculdade particular com bolsa de estudos parcial ou integral paga pelo governo federal. O modelo de concorrência é parecido com o do Sisu: leva a vaga quem tiver as maiores notas. A diferença é que só podem participar candidatos que se encaixam em determinados perfil socioeconômico e obtiveram pelo menos 450 pontos no Enem mais recente, sem ter tirado zero na redação. São duas edições anuais, que distribuem mais de 240 mil bolsas em cursos presenciais e a distância em boas instituições privadas pelo país.

FIES – Programa do governo federal que facilita o pagamento de um curso superior em faculdade privada, com juros baixos e um belo prazo para pagar a dívida. O processo seletivo tem duas edições anuais. A participação é aberta a qualquer pessoa que fez o Enem a partir de 2010 e obteve pelo menos 450 pontos na média das provas, sem ter zerado a redação. O programa também exige que os candidatos atendam a certos perfis de renda familiar. A seleção é feita pela nota do Enem – quanto maior, mais chances. O FIES só financia cursos presenciais.

Ingresso automático – Essa é a maneira mais simples e prática de entrar no ensino superior. Com a nota de qualquer edição do Enem a partir de 2010, os interessados em estudar numa instituição privada podem conseguir vaga automaticamente em cursos presenciais e a distância em todo o país, sem ter de passar por um novo vestibular. O único requisito é ter uma pontuação igual ou maior à mínima exigida por aquela faculdade – que costuma ser bem mais tranquila que nos demais processos seletivos.

O universo de faculdades onde você pode estudar por meio do ProUni, FIES e ingresso automático é imenso!

Portanto, é preciso estar bem atento: escolher instituições que sejam reconhecidas e com ótima avaliação junto ao Ministério da Educação, para garantir um diploma conceituado no mercado de trabalho!

Quer conhecer algumas agora mesmo? Basta clicar nas opções que trouxemos para você abaixo:

Veja também:

Descubra como saber qual faculdade aceita o Enem

Contando as horas para os resultados do Sisu? Vai tentar vaga em qual universidade? Conte tudo para a gente nos comentários!