Competências avaliadas no Enem

Enem — Escrito por

Muitos candidatos ainda não sabem ou têm dúvidas sobre como funciona a correção das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). No final de 2013, o Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope) detectou que, dos quase dois mil estudantes consultados, mais de 80% não entendem profundamente como são dadas as notas.

Portanto, se você vai prestar o Enem nesse ano e ainda não sabe como funciona a correção das provas de múltipla escolha e da redação, confira a seguir:

A metodologia de correção de provas do Enem

Para corrigir as provas, os avaliadores utilizam como metodologia a Teoria de Resposta ao Item (TRI). Na prática isso significa que quanto mais estudantes acertarem uma determinada questão, menor peso ela terá e vice-versa.

É por isso que um candidato pode acertar o mesmo número de questões de outro, mas conseguir uma nota maior ou menor que ele. Tudo dependerá do grau de dificuldade das questões acertas ou erradas.

A partir dessa metodologia também fica muito mais fácil dos examinadores descobrirem se o aluno chutou as respostas. Isso porque se ele acerta uma grande quantidade de questões complicada e erra as mais simples, algo não faz sentido.

Competências avaliadas no Enem para as provas de múltipla escolha

As provas e a redação do Enem são corrigidas a partir de cinco competências, independentemente da disciplina – português, história, matemática, entre outras: “Dominar Linguagens” (DL), “Compreender fenômenos” (CF), “Enfrentar situações-problema” (SP), “Construir argumentação” (CA) e “Elaborar propostas” (EP).

A primeira, a DL, verifica o domínio da norma culta da Língua Portuguesa, do espanhol ou inglês e o uso das linguagens matemáticas, artísticas e cientificas. Já a segunda, a CF, avalia a construção e aplicação de conceitos de várias áreas do conhecimento para a compreensão dos fenômenos naturais, histórico-geográficos, das manifestações artísticas e produção tecnológica.

Em “Enfrentar situações-problema” (SP), os examinadores observam de que maneira o candidato selecionou, organizou, relacionou e interpretou os dados e informações fornecidos para enfrentar a situações-problema em questão.

Na quarta competência, a CA, o candidato deve se sair bem na hora de relacionar as informações, de diferentes formas, para contruir uma argumentação consistente. Por fim, em “Elaborar propostas” (EP), é analisado de que forma o estudante recorreu aos conhecimentos apreendidos na escola para elaborar propostas, respeitando os valores humanos e considerando a diversidade sociocultural do Brasil.

Todas as competências são avaliadas nas quatro áreas de conhecimento do Enem: Ciências Humanas e suas Tecnologias; Ciências da Natureza e suas Tecnologias; Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; e Matemática, Códigos e suas Tecnologias; além de também serem requisitos para a redação.

Competências avaliadas na redação do Enem

Considerada a prova mais temida do Enem, a redação é corrigida sempre por, no mínimo, dois avaliadores – caso não haja um consenso sobre a nota, um terceiro avaliador é inserido no processo. Assim como para as provas de múltipla escolha, há habilidades exigidas especificamente para a redação.

As Competências avaliadas na redação do Enem são: “norma culta da língua portuguesa”; “compreensão e desenvolvimento do tema usando várias áreas do conhecimento”; “defesa de um ponto de vista”; “argumentos e proposta de intervenção para o problema, respeitando os valores humanos”.

Os avaliadores atribuem uma nota de zero a 200 pontos para cada competência avaliada. Como são dois os examinadores, caso haja diferença superior a 100 pontos em algum dos itens, a redação é enviada a um terceiro professor.

Mesmo que você tente antecipar a sua nota com base no gabarito oficial divulgado pelo Inep, ela ainda será imprecisa, devido à metodologia adotada para o cálculo das notas. Mas ainda assim, vale a pena dar um conferida para ter uma noção da quantidade de acertos em cada uma das provas.

Agora que você já sabe como funciona a contagem das notas, estude não só as disciplinas, mas esteja atento ao noticiário, aos acontecimentos no Brasil e no Mundo. Treine bastante a leitura, par auxiliar na interpretação e construção de argumentos, bem como a escrita. Vá confiante e, certamente, colherá bons resultados!

Tags: , , , ,

Comente