Desde as pequenas empresas familiares até as grandes corporações internacionais, todas precisam de uma boa administração para atingirem seus objetivos. Atualmente, o objetivo da maioria das empresas não é somente a obtenção de lucros.

As empresas buscam também manter ou aumentar sua participação no mercado, fixar a imagem da sua marca junto ao consumidor, garantir a satisfação dos seus clientes, motivar os funcionários, entre outros objetivos. As empresas também sabem do “papel social” que exercem em uma comunidade.

O curso de Administração de Empresas pode ser feito em muitas faculdades. Cabe ao aluno interessado em cursá-lo investigar a reputação de cada escola, as disciplinas oferecidas, o mercado de trabalho, etc. A entrada no mercado de trabalho formal é feita, geralmente, com a contratação de estagiários.

O estagiário ganha de R$300,00 a R$1.000,00, dependendo da empresa e da jornada de trabalho. É necessária a comprovação do vínculo com a faculdade. Outra possível entrada no mercado de trabalho acontece através dos programas de “trainees”. O salário varia de R$800,00 a R$2.000,00 em média, e são preferidos os recém-formados.

Agora, vamos pensar em uma empresa qualquer: ela pode ser grande, pequena, ter apenas um dono, ou ter sócios pelo mundo todo. Mesmo assim, as empresas têm várias semelhanças. Elas possuem algumas áreas comuns, embora de tamanho e proporções diferentes, entre elas: Recursos Humanos, Compras, Produção, Marketing, Vendas, Informática, Finanças.

Podemos também dividir as empresas em industriais (que fabricam, por exemplo: automóveis, produtos de limpeza, refrigerantes), comerciais (exemplo: loja de Shopping) e prestadoras de serviços (exemplos: Consultoria, Auditoria). Vale ressaltar que apenas as indústrias produzem um ou mais itens.

Normalmente, na faculdade de Administração de Empresas, existem disciplinas obrigatórias e algumas chamadas “eletivas”, que podem ser escolhidas pelo aluno. Com as matérias eletivas, o aluno consegue dar ênfase em alguma área, com a qual ele mais se identificou. Então, quais são as principais atividades de cada uma das áreas?

Entre as atividades desenvolvidas pela área de Recursos Humanos, temos: seleção, recrutamento, treinamento, remuneração. Seus objetivos incluem a identificação das melhores pessoas para um determinado cargo, conseguir atraí-las para a empresa, manter os funcionários motivados, fazer a descrição de Cargos e Salários, definir a política de remuneração e benefícios, etc.

Na área Financeira, temos: Contabilidade, Contas a Pagar, Contas a Receber, Tesouraria, Planejamento, Orçamento – entre as atividades realizadas por esta área, podemos citar: o registro de todas as operações feitas na empresa (compra de matéria-prima, venda de produtos acabados, pagamento aos fornecedores, recebimento dos clientes, folha de pagamento, etc), negociação de prazos de pagamento com fornecedores e clientes, descontos, juros, controle da carteira de clientes e fornecedores, captação ou aplicação dos recursos com as melhores taxas, etc.

A área de Compras fica encarregada da escolha dos fornecedores, cotações de preços, verificação de prazo e qualidade, acompanhamento dos níveis de estoque, entre outros.

Ainda temos Marketing (divulgação dos produtos ou serviços, análise de mercado, campanhas de publicidade), Informática (escolha de sistemas adequados ao funcionamento da empresa, possibilitar a obtenção de informações, Internet), Produção (análise da capacidade das máquinas, acompanhamento da previsão de vendas), só para citar algumas funções.

As diversas áreas devem estar alinhadas, para que a empresa caminhe e consiga alcançar seus objetivos maiores. Assim, os objetivos de Recursos Humanos e Marketing não podem ser contraditórios. O mesmo acontece entre Finanças e Compras, por exemplo. Um bom planejamento financeiro e a divulgação das metas auxiliam bastante.

Existem muitos caminhos para uma carreira em Administração de Empresas. Cada pessoa é responsável pelo rumo que a sua carreira vai tomar. Isso pode depender da faculdade que você faz, da empresa em que você vai trabalhar, das oportunidades que surgem, mas principalmente, da sua dedicação e capacidade.

Essa é uma carreira em constante evolução, bastante competitiva, e por isso, exige reciclagem e aprendizado contínuos. Não podemos ficar parados no tempo. Existem muitos cursos de especialização, mestrado, doutorado, MBA disponíveis no mercado . cabe a nós, mais uma vez, escolher o que melhor se encaixa nas nossas necessidades. e boa sorte!

Mirian Szejnzog é formada em Administração pela FEA-USP. Trabalhou no Baan Brasil Sistemas de Informática Ltda como Consultora Sênior. Atualmente atua como Especialista Financeiro na Nortel Networks Indústria e Comércio Ltda.

Por: Curso Etapa