Desde 2011, o Governo Federal oferece cursos de educação profissional e tecnológica, através do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). Os cursos são gratuitos e oferecidos em escolas federais, estaduais e municipais, além de unidades do SENAI, SENAC, SENAR e SENAT. Algumas instituições de ensino superior privadas e de educação profissional técnica de nível médio, também estão na cartela ofertada pelo Pronatec.

O Programa já é uma realidade para muitas pessoas e está nos planos de outras tantas. No entanto, será que você conhece os cursos oferecidos e quais são os principais atrativos deles? Será que vale a pena aderir ao Pronatec? Nesse texto, vamos dar uma orientação geral e esclarecer as dúvidas mais frequentes sobre o Programa relacionados ao catálogo de cursos.

Catálogo de cursos do Pronatec

Após a criação do Pronatec, o Ministério da Educação levantou uma série de informações com a finalidade de atualizar a oferta de cursos. Com isso, o Catálogo Nacional de Cursos Técnicos, contempla 13 eixos tecológicos, com 220 cursos. O Catálogo serve como fonte de orientação para os cursos técnicos em todo o Brasil e é revisado anualmente.

Com as últimas alterações, 35 novos cursos foram compreendidos no Pronatec, considerados de ampla relevância para a formação profissional de jovens e adultos. As decisões foram tomadas conforme as demandas existentes no mercado de trabalho brasileiro.

Além disso, cursos que já faziam parte do escopo do Programa, foram adequados às normas vigentes atuais. O objetivo é atender melhor ao perfil exigido pelos estudantes, pelas instituições de ensino e até mesmo pelas empresas que, futuramente, vão empegar esses profissionais.

Eixos tecnológicos

Os cursos oferecidos pelo Pronatec estão divididos em 13 eixos tecnológicos, que atendem as áreas de crescente demanda no mercado de trabalho, como serviços e indústria. Eles estão relacionados nas seguintes áreas:

  • Ambiente e Saúde;
  • Controle e Processos Industriais;
  • Desenvolvimento Educacional e Social;
  • Gestão e Negócios;
  • Informação e Comunicação;
  • Infraestrutura;
  • Militar;
  • Produção Alimentícia;
  • Produção Cultural e Design;
  • Produção Industrial;
  • Recursos Naturais;
  • Segurança;
  • Turismo, Hospitalidade e Lazer.

Cada eixo especificado acima oferece uma série de cursos. Entre os mais procurados estão:

  • A formação em técnico de enfermagem, dentro do eixo de Ambiente e Saúde;
  • A formação técnica em informática, na área de Informação e Comunicação.
    No entanto, existem oportunidades em cursos técnicos de Comércio Exterior, Design de Móveis, Agronegócio, entre outros.

Fique de olho para não perder a oportunidade!

É importante lembrar que não existe um sistema unificado para se inscrever no Pronatec. As vagas são oferecidas através das instituições de ensino mencionadas no início do texto. Por isso, cada instituição tem as inscrições e os critérios próprios para a seleção de alunos participantes. Caso você esteja desempregado e receba o seguro desemprego, não se preocupe, porque também é possível se matricular, sem perder o benefício.

Agora que você já sabe quais os cursos oferecidos pelo Pronatec, procure uma instituição de ensino que te interesse para se informar sobre o cronograma, bem como sobre o processo seletivo. Compartilhe esse texto com seus amigos e nas suas redes sociais. Não deixe de trocar ideias sobre o assunto e decidir qual é a melhor oportunidade para você e para quem você conhece que se enquadra neste tipo de oportunidade!