Economia

A economia é definida como o estudo de como as pessoas escolhem usar os seus recursos escassos em uma tentativa de satisfazer seus desejos ilimitados. Em outras palavras, temos possibilidades ilimitadas na vida para fazer o que queremos, mas estamos limitados pelos recursos que temos disponíveis. A economia é definida como uma ciência social. Como tal, a economia ajuda a explicar os mistérios de como as pessoas e a sociedade funcionam.

Em suma, esta ciência constrói modelos científicos para explicar por que as pessoas se comportam diante o ambiente. Os economistas usam tais modelos, em conjunto com as suas próprias observações do mundo, para analisar e explicar porque as coisas acontecem da maneira que acontecem.

Curso de Economia

Duração média: 4 anos

Outros nomes: Ciências Econômicas

Área: Ciências Humanas

O curso de economia é destinado aos estudantes interessados no impacto da economia nos processos empresariais e políticos e seus resultados no mercado, bem como a influência de condições econômicas na vida privada. A faculdade de economia pode fornecer o conhecimento e treinamento necessário para ter sucesso em uma variedade de áreas. Ao contrário do curso de administração, o curso de economia tradicionalmente visa preparar o aluno para atuar nos mais diversos setores voltados ao mercado econômico.

Muitos estudantes tem uma idéia equivocada a respeito do curso de economia, portanto é preciso explicar o que o curso de economia não é! Economia não é uma graduação que irá lhe ensinar a ganhar muito dinheiro no mercado de ações e na bolsa de valores. Embora a economia ajude a entender como os mercados de ações funcionam, ela não se resume a isso. Economia também não é um curso de administração, apesar do curso ensinar habilidades de negócios importantes.

A grade curricular do curso de Economia gera um aguçado senso crítico no graduando, criando a exposição a diversos tipos de escolas econômicas e a participação em debates e seminários. Na parte das matérias tradicionais, a matemática, estatística e a história econômica brasileira e mundial compõem o foco do curso. A quantidade de textos para serem estudados e lidos em inglês também é considerável. Para terminar o curso, uma monografia é exigida. Também existem instituições que pedem um estágio obrigatório.

Grade Curricular Básica:

  • Cálculo;
  • Macroeconomia;
  • Microeconomia;
  • Estatística;
  • História da Economia;
  • Matemática Financeira;
  • Ciências Sociais;
  • Econometria;

Faculdades de Economia

Confira algumas das faculdades que se destacam no curso de economia:

  • Universidade de Brasília (Unb) – Brasília DF;
  • Universidade de São Paulo (USP) – São Paulo SP;
  • Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) – Juiz de Fora MG;
  • Fundação Getúlio Vargas (UFJF) – Juiz de Fora MG;
  • Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (Ibmec) – Rio de Janeiro RJ;
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) – Rio de Janeiro RJ;
  • Pontifícia Universidade Católica (PUC) – Campus RJ.

Mercado de Trabalho

Salário Médio: R$5.000,00 reais

O país atravessa um forte crescimento econômico, gerando cada vez mais demanda por profissionais que possam administrar e aumentar o desenvolvimento empresarial. O setor público também possui áreas favoráveis aos graduados em Economia, como nos institutos de pesquisas e nos bancos nacionais. A área executiva e financeira das empresas sempre foi uma forte opção.
Em suma, o mercado está em alta, apontando inúmeras oportunidades.

Campos de atuação

  • Mercado Financeiro;
  • Políticas Públicas;
  • Pesquisas;
  • Planejamento Estratégico;
  • Área executiva em geral.

[Ache os cursos e faculdades ideais para você!]