Descubra quais são todas as datas importantes do Fies

Fies — Escrito por

Criado em 2001, o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) já tornou realidade o sonho de diversos brasileiros que almejavam um diploma de nível superior.

Foi com esse programa que diversas pessoas conseguiram boas colocações no mercado profissional e consequentemente alcançaram melhora em seus padrões de vida.

Se por acaso você é alguém interessado em conseguir um financiamento estudantil ainda esse ano, é fundamental se atentar a todos os prazos do processo para não perder nenhuma data importante.

O que é FIES?

Antes de falar das datas, é fundamental explicar o que de fato é o FIES. Ele é um programa criado pelo governo federal e organizado pelo Ministério da Educação, o famoso MEC.

Seu objetivo principal é fornecer um subsídio financeiro para as pessoas que desejam iniciar seus estudos em uma faculdade particular.

Em um breve resumo, funciona assim: o governo “empresta” o dinheiro para que o aluno pague suas mensalidades, e ele, por sua vez, se compromete a devolver essa quantia depois que se formar, num momento onde provavelmente contará com a renda do seu emprego.

Vale lembrar que esse empréstimo possui juros baixos e um longo prazo para quitação.

Calendário FIES

O FIES conta com duas edições por ano: uma no primeiro e outra no segundo semestre

Na primeira edição, a inscrição acontece normalmente no mês de fevereiro e deve ser feita diretamente do site oficial do programa.

Uma semana após o fim do período de inscrições, são liberados os resultados.

Na sequência, aqueles que forem pré-selecionados terão um determinado prazo para realizar as etapas seguintes.

De forma semelhante, a segunda edição ocorre entre junho e julho. A divulgação dos resultados também acontece uma semana após o encerramento das inscrições.

Em ambos os casos, um edital é divulgado e conta com diversas informações sobre as datas específicas, então é fundamental consultá-lo antes de iniciar o processo.

Quais os critérios para tentar o FIES?

Para ter seu financiamento aprovado, é necessário atender a alguns critérios. Isso acontece como forma de filtrar as pessoas que mais precisam da ajuda do governo para ingressar em uma instituição de ensino superior e começar a estudar.

O primeiro requisito é que o interessado no financiamento tenha participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em qualquer data a partir de 2010 e tenha obtido uma média aritmética igual ou superior a 450 pontos em todas as áreas do conhecimento (incluindo redação).

O requisito seguinte está relacionado com a renda bruta familiar. Dependendo da modalidade, os critérios se alteram, mas de maneira geral fica assim:

  • P-FIES: necessário comprovar renda familiar bruta per capita (por pessoa) de três a cinco salários mínimos.
  • FIES (juros zero): comprovar renda bruta per capita de até 3 salários mínimos.

Como calcular a sua renda familiar bruta?

O cálculo para obter essa informação acontece da seguinte forma:

  • Some todos os rendimentos das pessoas que moram com você sem fazer qualquer tipo de redução (isso inclui salários, aluguéis, aposentadorias, etc.).
  • Divida o número encontrado pela quantidade de membros da sua família.
  • Com o número acima em mãos, divida novamente, só que agora pelo valor do salário mínimo em vigor.
  • Se o resultado for 3 ou menor, você se enquadra na categoria FIES. Se ficar entre 3 e 5, sua categoria é o P-FIES.

Resultados

Os resultados de ambas as modalidades serão divulgados uma semana após a conclusão do período de inscrição, tanto para a primeira quanto para a segunda edição.

Os pré-selecionados da modalidade FIES vão precisar passar por uma etapa de complementação de informações no site do programa. Na modalidade P-FIES essa etapa não é necessária.

Lista de espera

A lista de espera é presente apenas na modalidade FIES e ficará disponível entre fevereiro e março na primeira edição e entre julho e agosto na segunda.

Quem estiver na fila de espera deverá acompanhar a pré-seleção através do site oficial do programa e, em caso de convocação, seguir as instruções presentes no Edital.

Faculdades que você pode estudar pelo FIES

Na lista abaixo estão presentes algumas instituições particulares que aceitam o financiamento pelo FIES. Vale destacar que todas as faculdades listadas contam com boas avaliações e qualidade diferenciada no ensino.

Além disso, todas são certificadas pelo MEC, então seu diploma será reconhecido em qualquer do país.

Veja também:

Veja a mensalidade das principais faculdades de Medicina

Entenda se é possível fazer renegociação do contrato do FIES

Agora você já conheceu todas as datas importantes do FIES e está pronto para começar seus estudos em uma faculdade particular. Qual curso e qual instituição você vai escolher? Compartilhe nos comentários.

Comente