Dicas para o Enem 2015

Enem — Escrito por

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é a prova mais esperada do ano para milhões de estudantes. Em 2015, as provas do Enem acontecem nos dias 24 e 25 de outubro.

Isso porque o desempenho no Exame pode ser usado para conseguir uma vaga na universidade pública pelo Sisu, ganhar bolsa de estudos na faculdade privada pelo ProUni e ainda obter o financiamento do FIES, além de complementar a nota do Vestibular e até mesmo substituir completamente as provas de processo seletivo em algumas universidades.

Com tantos benefícios, não é de se espantar que o Enem 2015 já esteja no radar de muitos estudantes. Mas como se dar bem no Exame e garantir uma vaga na universidade?

 

Confira 10 dicas infalíveis para se dar bem na prova do Enem em 2015!

 

1. Comece a estudar agora mesmo!

Esqueça a decoreba. A prova do Enem é complexa e tem questões que misturam mais de uma matéria. São as chamadas “questões interdisciplinares”, que testam se o aluno realmente entendeu o conteúdo.

Comece agora mesmo a treinar esse tipo de questão. Aproveite para fazer os simulados oferecidos por sua escola ou cursinho, confira o gabarito e identifique quais são os seus pontos fortes e que assuntos você precisa estudar mais.

Se você começar a fazer isso bem antes do Exame, terá tempo suficiente de se preparar melhor e garantir um bom desempenho.

 

2. Mantenha a leitura em dia!

Uma das competências mais exigidas no Enem é a interpretação de texto. E isso não vale apenas para a prova de Português. O entendimento de problemas e enunciados das questões do Enem depende muito da capacidade do candidato de interpretar corretamente o que está sendo pedido.

Leia jornais, revistas e portais de notícias para estar sempre atualizado com relação ao que acontece no Brasil e no mundo. Conhecer os grandes temas da atualidade também ajuda na hora de fazer a redação.

 

3. Pratique a redação do Enem.

A redação pedida no Enem é do tipo dissertativo-argumentativo.

Espera-se que o participante do Enem entenda o tema proposto, desenvolva uma tese a respeito, defenda seu ponto de vista de forma coerente e apresente uma solução, ou “proposta de intervenção”, respeitando as normas da Língua Portuguesa e também os Direitos Humanos. Isso tudo em cerca de 30 linhas.

Apesar de bem específica, a redação do Enem tem uma estrutura definida, que pode e deve ser praticada antes do Exame.

Aproveite para tirar dúvidas com seu professor e procure fazer o máximo de redações que puder. Assim você chegará tranquilo no dia da prova e pode elaborar um texto vencedor.

 

4. Inscreva-se o quanto antes!

As inscrições para o Enem devem ser feitas no site oficial do Exame entre os dias 25 de maio e 5 de junho de 2015.

Fique de olho nos prazos e pague a taxa de inscrição o quanto antes. Os participantes “pagantes” devem imprimir o boleto na página de inscrição do Enem e pagá-lo até o dia 10 de junho. A taxa é de R$ 63,00.

Alunos de escolas públicas estão automaticamente isentos da taxa e estudantes de baixa renda podem solicitar a isenção no ato da inscrição. Nesse caso, é importante acessar a página de inscrição para verificar se o pedido foi aceito. Se o seu pedido não for aceito, você precisará pagar a taxa para poder fazer o Exame.

 

5. Conheça seu local de prova.

O Enem é aplicado em mais de mil municípios brasileiros. Seu local de prova provavelmente será no lugar mais próximo possível de sua residência e pode até ser que você já o conheça.

No entanto, vale lembrar que nos dias de prova do Enem o trânsito aumenta em vários pontos da cidade e você não vai querer perder o Exame por causa de imprevistos, certo?

Visite o local uns dias antes e calcule o tempo necessário (com folga!) para chegar até lá no dia do Exame.

 

6. Chegue adiantado

Programe-se para chegar ao local de prova bem antes do horário previsto para a abertura dos portões. Assim que eles abrirem, entre imediatamente e vá até a sala determinada em seu cartão de inscrição do Enem.

Quem chega depois fica impedido de fazer a prova, a organização do Enem não tolera nem um segundo de atraso!

 

7. Não “chute” as respostas.

Todo ano surgem boatos sobre a prova do Enem. E o “conselho” de chutar todas as respostas em uma letra só para tentar acertar algumas é um dos piores. Não faça isso de jeito nenhum! O máximo que você pode conseguir com isso é uma péssima pontuação no Enem.

O cálculo da nota do Enem usa a Teoria de Resposta ao Item (TRI), um algoritmo complexo que consegue identificar se o candidato chutou ou não as respostas.

E de acordo com o TRI, se você acertar uma questão considerada difícil, que poucos candidatos acertaram, sua pontuação aumenta.

 

 

8. Preencha o cartão-resposta e a folha de redação.

Reserve um tempo para preencher o cartão-resposta das provas e passar sua redação a limpo na folha de redação.

Somente esses materiais serão corrigidos pela organização do Enem e se você entregá-los em branco é como se não tivesse feito a prova. Evite rasuras e fique muito atento para marcar suas respostas no local correto.

 

9. O que levar no dia da prova?

A prova do Enem só pode ser resolvida com caneta esferográfica de tinta preta e fabricada em material transparente. Qualquer outro material, como lápis, lapiseira, borracha e canetas de outras cores são proibidos.

O uso de celular, equipamentos eletrônicos de qualquer tipo, máquinas fotográficas, gravadores, calculadoras e similares é terminantemente proibido na sala de prova do Enem e quem for pego com esses itens é automaticamente eliminado.

Para fazer a prova, leve somente o necessário e guarde o celular desligado na embalagem disponível no local, conforme as orientações do Edital do Enem.

 

10. Nem pense em colar!

O Enem tem quatro cadernos de prova diferentes e provavelmente a prova do seu vizinho de sala é diferente da sua. Ou seja, não adianta dar aquela “espiadinha” para copiar.

Além disso, o Edital do Enem é bem claro: quem for pego colando ou tentando colar de qualquer forma (olhando a prova do vizinho, espiando algum tipo de anotação ou usando eletrônicos, entre outros “recursos”) será eliminado imediatamente do Enem.

 

Veja também:

Enem – passo a passo

 

O que achou das dicas? Tem mais alguma para compartilhar? Deixe um comentário!

Comente