Descubra quando será a prova do Enem 2018!

Enem — Escrito por

Parece que falta muito até o Enem, mas não se engane: vai passar num piscar de olhos!

Em 2018, as provas serão aplicadas em dois dias do mês de novembro. Quem vai encarar o exame neste ano precisa ter bem clara na cabeça a data exata (e os horários!) para não se atrapalhar mais adiante.

É que, além dos estudos, organização é fundamental para tirar uma boa nota no exame e se preparar para os processos seletivos que começam no ano que vem.

A gente está aqui para ajudar você nessa jornada. Descubra quando será a prova do Enem 2018, quando e como fazer a inscrição, o que mudou nesta edição e onde usar a sua nota!

Quando será a prova do Enem 2018

Em 2018, as provas do Enem ocorrem em dois domingos consecutivos.

As primeiras provas serão aplicadas do dia 4 de novembro. Nesse dia, os participantes vão encarar 45 questões de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, 45 questões de Ciências Humanas e suas Tecnologias, além da tão temida redação.

As próximas provas vão ser aplicadas no dia 11 de novembro, no domingo seguinte. Aqui será preciso resolver 45 questões de Matemática e suas Tecnologias e outras 45 de Ciências da Natureza e suas Tecnologias – que inclui conteúdos de Química, Física e Biologia.

Novidade: os horários das provas do Enem 2018

Todo mundo que vai fazer o Enem já sabe: o Ministério da Educação (MEC) é implacável com horários. Quem atrasar, por poucos segundos que seja, vai ficar de fora das provas – mesmo que tenha a desculpa mais pertinente do mundo.

Portanto, é bom não marcar bobeira. Fique por dentro de todos os horários do Enem 2018:

  • Abertura dos portões: 12 h
  • Fechamento dos portões: 13 h
  • Início das provas: 13h30

Observe que os horários de referência são os de Brasília. Então, quem for fazer a prova em cidades que não adotam o horário de verão, ou que têm um fuso diferente, precisa prestar atenção redobrada.

Agora vamos à boa novidade de 2018: o MEC modificou os horários das provas do Enem. No primeiro dia, os participantes têm cinco horas e meia. No segundo, cinco horas.

Ficou assim:

  • Primeiro dia: início às 13h30 e término às 19h00 (5h30 de duração)
  • Segundo dia: início às 13h30 e término às 18h30 (5 horas de duração)

Como saber o local da prova do Enem 2018

Você só vai saber o seu local de prova do Enem 2018 uns dias antes. Essa informação vem junto com o cartão de confirmação da inscrição, que o MEC libera para consulta mais ou menos no final do mês de outubro. O documento é acessado no site e no aplicativo oficial do Enem.

De qualquer forma, pode ficar tranquilo: a organização do Enem faz a distribuição de acordo com a cidade e o endereço que o participante informou no processo de inscrição. Ou seja: seu local de prova não será muito longe do indicado.

Além dos dados do local da prova, o cartão de confirmação de inscrição também mostra a sala onde o estudante fará as provas, a língua estrangeira escolhida e se tem alguma requisição de atendimento especial (cegueira, gravidez, lactação, autismo, idosos, com dificuldade de locomoção, entre outros).

Como se inscrever para o Enem 2018

Quem vai fazer o Enem 2018 precisa ficar muito ligado, pois as inscrições abrem muitos meses antes das provas.

De acordo com o edital de realização do Enem, divulgado pelo Ministério da Educação, as inscrições abrem no dia 7 de maio e ficam à disposição dos interessados até o dia 18 do mesmo mês. São 11 dias para fazer tudo.

O processo em geral é muito simples. Basta:

  1. Acessar o site do Enem durante o período de inscrição.
  2. Informar todos os seus dados pessoais, dados de formação escolar e informações socioeconômicas.
  3. Escolher a prova de língua estrangeira (inglês ou espanhol).
  4. Baixar o guia de recolhimento da União, que é o boleto com a taxa de inscrição do Enem.

Depois que o participante efetuar o pagamento da taxa em qualquer agência bancária, casas lotéricas ou correios, o sistema tem alguns dias úteis para informar se a sua inscrição foi realizada com sucesso.

Este ano, as inscrições para o Enem vão custar R$ 82 – o mesmo valor do ano passado. O pagamento poderá ser efetuados até o dia 23 de maio.

Quem for pedir isenção da taxa de inscrição ou justificar ausência no ano passado terá que fazer a solicitação entre os dias 2 e 15 de abril. A isenção é direcionada a estudantes que estão matriculados no último ano do ensino médio, a quem comprovar baixa renda familiar mensal e a pessoas inscritas no CadÚnico.

Onde usar a nota do Enem 2018

O bom de fazer o Enem é que, depois das provas, abre-se um universo gigantesco de oportunidades para quem quer entrar no ensino superior.

Por aqui, temos três grandes processos seletivos capitaneados pelo governo federal e um sistema muito utilizado por faculdades particulares de todo o país.

Conheça as possibilidades:

  • Sisu – O Sistema de Seleção Unificada é o principal alvo dos participantes que fazem o Enem. É que, por ele, são distribuídos milhares de vagas em instituições públicas de ensino por todo o país. Aqui é possível entrar até em cursos concorridíssimos, como Medicina, Direito e Engenharia. Para participar da edição de 2019, o candidato só precisa ter feito o Enem 2018 e não ter tirado zero na redação. O Sisu abre inscrições duas vezes por ano, em janeiro e no segundo semestre.
  • ProUni – Esse é o processo seletivo que distribui bolsas de estudo parciais e integrais em faculdades particulares por todo o território nacional. É a forma que o governo encontrou de incluir mais alunos na educação superior – inclusive em graduações a distância. O programa é bastante procurado. Para participar do ProUni 2019, o interessado precisa ter feito o Enem 2018 e obtido desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas, sem ter zerado a redação. Ele também terá que se encaixar em critérios de renda e formação escolar determinados pelo MEC. O ProUni acontece duas vezes ao ano.
  • FIES – O Fundo de Financiamento Estudantil é outra maneira que o governo oferece de facilitar a vida de quem faz faculdade particular. Com ele, é possível financiar um curso superior com juros baixos e ganhar um prazo longo para pagamento da dívida. Para participar, também é necessário ter feito o Enem — só que aqui vale qualquer edição a partir de 2010, com a condição de ter obtido 450 pontos ou mais na média das provas, sem ter zerado a redação. O MEC também exige que o candidato se encaixe em determinados perfis socioeconômicos. A seleção é bastante disputada e acontece duas vezes ao ano.
  • Ingresso direto – Essa modalidade de seleção é cada vez mais comum entre as faculdades particulares brasileiras. Basta apresentar a nota que obteve no Enem para conseguir a vaga desejada – desde que corresponda à pontuação mínima exigida para aquele curso. Aí é só levar documentação à instituição e garantir a matrícula. É um processo super rápido, fácil e pode ser usado para entrar em cursos presenciais e a distância.

Onde estudar com o Enem 2018

Quem faz o Enem não pode reclamar de opções de locais de estudo. Só entre as universidades públicas, são quase 130. Já entre as particulares, é difícil determinar um número exato — só se sabe que são muitas!

Se você está de olho em uma delas, precisa ficar ligado em alguns detalhes antes de tentar a sua vaga. Observe, por exemplo, se a instituição tem reconhecimento do MEC e uma boa avaliação. No mais, analise a modalidade em que o curso é oferecido, a infraestrutura da faculdade e se ela tem uma unidade perto de sua casa ou do seu trabalho.

Veja a seguir algumas instituições que a gente trouxe como sugestão para você:

Veja também:

Descubra como saber se você foi bem no Enem

Como está a sua preparação para o Enem 2018? Conte tudo para a gente nos comentários!

Comente