Vai se inscrever no Enem 2020? Então, fique ligado nas datas mais importantes e saia na frente!

O Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) é a prova mais importante para aqueles estudantes que estão finalizando o ensino médio, e neste ano o exame traz uma novidade: o formato digital, que será disponibilizado para 50 mil estudantes voluntários que residem em 15 capitais do país. 

Independentemente dos formatos (digital e presencial), o Enem será aplicado em dois domingos consecutivos e terá as mesmas disciplinas para ambas as provas. A única diferença é que, no Enem digital, o estudante fará a prova via computador, incluindo a redação. 

Agora confira as datas mais importantes do Enem 2020, além de saber como solicitar isenção e como se inscrever!

Datas importantes do Enem 2020 

Se você quer fazer o Enem 2020, fique ligado nas datas mais importantes para evitar possíveis transtornos.

Apesar de a aplicação da prova ser somente no fim do ano, o processo de inscrição do Enem começa bem cedo, no mês de abril. Confira agora todas as prováveis datas mais importantes:

  • Pedidos de isenção da taxa de inscrição: abril 
  • Inscrições: maio 
  • Provas digitais: 11 e 18 de outubro 
  • Gabarito das provas digitais: a partir de 21 de outubro 
  • Provas tradicionais: 1º e 8 de novembro 
  • Gabarito das provas tradicionais: a partir de 11 de novembro 
  • Resultado: janeiro de 2021

Como realizar o pedido de isenção da taxa de inscrição do Enem 2020?

Para solicitar a isenção da taxa de inscrição do Enem 2020, o estudante deverá acessar o site oficial do Enem (enem.inep.gov.br), preencher todas as informações e aguardar o resultado.

Para conseguir a isenção, o estudante deve comprovar, por meio de documentos, que se encaixa em uma das opções abaixo:  

  • Estar cursando a última série do ensino médio no ano do exame, em qualquer modalidade de ensino, em escola da rede pública declarada ao Censo da Educação Básica.
  • Ter cursado todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada e ter renda per capita familiar igual ou inferior a um salário mínimo e meio.
  • Estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica, por ser membro de família de baixa renda (renda familiar per capita de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos).

Como fazer a inscrição no Enem 2020? 

As inscrições para o Enem 2020 serão abertas no mês de maio e, mesmo que seu pedido de isenção tenha sido aprovado, é necessário concluir a sua inscrição no período certo. 

Se o seu pedido de isenção não for aceito, você também deverá acessar o sistema, concluir a sua inscrição e pagar a taxa de inscrição.

Para se inscrever no Enem 2020, você deverá:

  • Acessar o site oficial do Enem (enem.inep.gov.br), ir em “realizar inscrição” e preencher os seus dados. Caso tenha sido aprovado no pedido de isenção da taxa, o sistema vai reconhecer o seu CPF e pular algumas etapas.
  • Ao prosseguir, diversas informações pessoais serão solicitadas, como sexo, cor/raça, estado civil, nacionalidade, RG e CEP da sua residência.
  • Escolha uma língua estrangeira (inglês ou espanhol) para realizar a prova. 
  • Preencha as informações sobre escolaridade e o questionário socioeconômico.
  • Informe um contato e uma senha para acessar o sistema. 
  • Gere o boleto bancário para pagamento (para não isentos).
  • Pronto! Agora é só aguardar a confirmação de pagamento do seu boleto caso você não tenha conseguido a isenção.

Onde estudar com o Enem 2020? 

As notas do Enem 2020 serão divulgadas em janeiro de 2021 e, com a sua nota, é possível:

  • Ingressar em universidade pública através do Sisu.
  • Concorrer a bolsas de estudos, parciais e integrais, pelo ProUni.
  • Financiar toda a sua graduação através do FIES
  • Ingressar em uma faculdade privada através do ingresso direto, sem precisar realizar vestibular. 

Como se inscrever no Sisu, ProUni e FIES?

Para se inscrever nos programas do Sisu, ProUni e FIES, é necessário acompanhar o cronograma de inscrição de cada processo seletivo. 

Para participar do Sisu, não é necessário ter obtido nota mínima no Enem, mas o processo seletivo costuma ser bastante concorrido, com notas de corte acima de 600 pontos. 

Já o ProUni e o FIES exigem que o estudante tenha obtido nota igual ou superior a 450 pontos nas provas do Enem e não tenha zerado a redação.

Todos esses programas costumam ser bem concorridos e alguns são bem burocráticos, pois no ProUni e FIES, por exemplo, é necessário a apresentação de documentos que comprovem a situação econômica da família do estudante.

Como se inscrever na faculdade por meio do ingresso direto pelo Enem? 

As inscrições para o ingresso direto abrem logo após saírem os resultados do Enem, e essa forma de ingresso não tem uma data exata para encerramento, já que as faculdades que oferecem esse sistema sempre estão com novas turmas em formação. 

Para participar do ingresso direto, não é necessário ter obtido nota mínima no exame. Nesse processo, são aceitas notas de qualquer edição do Enem, desde 2010. 

O resultado é liberado em menos de 48 horas após a inscrição na faculdade, e o estudante não precisa comprovar renda nem realizar vestibular. 

Confira algumas faculdades reconhecidas pelo MEC que oferecem essa forma de ingresso e possuem programas de bolsas, descontos e financiamentos próprios, sem burocracia:

Veja mais:

Confira 20 matérias do Enem que você não pode deixar passar

O que é o ProUni? 

Já sabe o que fazer com a nota do Enem 2020? Conte para a gente aqui nos comentários!