A liberação do resultado do Enem em 2021 já tem data definida! Confira aqui quando o Ministério da Educação disponibilizará a sua nota.

Fazer a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é um grande desafio para os mais de cinco milhões de estudantes inscritos. São 180 questões e uma redação para terminar em um tempo cronometrado e dividido em duas longas tardes de aplicação.

Mas, passada essa “maratona” exaustiva, após tanto tempo de estudo e preparação, todo mundo só quer saber de uma coisa: quando sai o resultado do Enem?

E toda essa ansiedade tem motivo. Afinal, um universo de possibilidades se abre com a nota do Enem finalmente liberada. Diversas faculdades aceitam o Enem como forma de ingresso e usam as médias do exame para definir notas de corte.

A boa notícia é que o Ministério da Educação (MEC) já definiu a data de liberação dos resultados do Enem. Te contamos a seguir para quando está programada a divulgação das notas e dicas importantíssimas para ajudar você na decisão de escolher um curso superior de qualidade que vai dar aquela força que você precisa para ingressar no mercado de trabalho.

Quando sai o resultado do Enem 2020?

Neste ano, por conta da pandemia de Covid-19, a aplicação do Enem 2020 foi adiado para janeiro e fevereiro de 2021. Mas, mesmo sendo aplicado no próximo ano, o processo seletivo continua sendo o do Enem 2020.

O Ministério da Educação (MEC) programou a liberação das notas do Enem para o dia 29 de março de 2021. A partir deste dia, o aluno terá acesso ao seu resultado individual na “Página do Participante”, dentro do site oficial do Enem.

Para acessar o site, o aluno precisa usar o próprio CPF e a senha criada no dia da inscrição. É bem provável que haja instabilidade dos sistemas nas primeiras horas após a liberação do resultado, pois são milhões de acessos simultâneos.

Caso isso aconteça no dia, fique tranquilo e mantenha a calma. Basta tentar novamente mais tarde e conferir qual foi o seu desempenho no exame.

Como funciona o resultado do Enem?

Ao abrir o resultado do Enem, você irá se deparar com uma divisão da prova por áreas diferentes do conhecimento, assim como na prova. As áreas são:

  • Ciências Humanas e suas Tecnologias;
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias;
  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias;
  • Matemática e suas Tecnologias;
  • Redação.

As notas da prova vão de zero a mil. Para calcular a sua nota nas quatro primeiras categorias com questões de múltipla escolha, o Inep utiliza uma metodologia chamada Teoria de Resposta ao Item (TRI).

Essa metodologia evita que duas pessoas que acertaram o mesmo número de questões tenham notas iguais, pois faz o cálculo de cada aluno individualmente, considerando acertos nas questões mais fáceis, medianas e mais difíceis, identificando possíveis “chutes”.

Apenas o MEC tem acesso a esta classificação das questões da prova. Portanto, é impossível saber qual foi seu desempenho exato na prova somente com o gabarito antes que a divulgação do resultado oficial seja feita.

Como funciona a correção da redação do Enem?

A avaliação da Redação é feita por dois avaliadores independentes. A nota é baseada em cinco competências que consideram o domínio na língua portuguesa, compreensão da proposta do tema indicado, construção da argumentação, seleção adequada de informações e opiniões e proposta de intervenção que respeite os direitos humanos.

Cada uma dessas competências vale de 0 a 200 pontos. Sendo assim, ao somar as cinco partes, a nota máxima para a redação é de mil pontos. A nota final da redação é o resultado da média da avaliação feita pelos dois professores corretores.

Caso haja uma diferença grande entre a nota dada pelos dois professores, um terceiro avaliador é convocado. A nota do aluno será a média das avaliações que mais se aproximarem.

Como posso usar o resultado do Enem 2020?

Com o resultado do Enem 2020 liberado, é possível se inscrever em diversos processos seletivos de faculdades de todo o país, sejam elas públicas ou privadas. Muitas delas poupam o aluno de fazer o vestibular novamente e aceitam a nota do Enem como forma direta de ingresso.

Cada faculdade tem um processo individual para definir quantas vagas serão destinadas para alunos que fizeram o Enem e qual será a nota de corte para os cursos.

As faculdades públicas utilizam o Sistema de Seleção Unificado (Sisu) para selecionar os alunos. O Sisu deve liberar as inscrições apenas em abril de 2021, após a liberação do resultado do Enem.

Como ingressar numa faculdade particular com a nota do Enem?

Para quem está de olho em uma vaga nas faculdades particulares, há uma mudança importante neste ano. Como a pandemia de coronavírus atrasou a realização do Enem, o MEC decidiu modificar o calendário de dois de seus principais programas.

O Programa Universidade para Todos (Prouni) e o Programa de Financiamento Estudantil (Fies) para o primeiro semestre de 2021 serão realizados antes da liberação do resultado do Enem 2020, com as notas do Enem anterior. Mas, o MEC também garantiu que fará novamente os processos seletivos ainda no primeiro semestre de 2021, assim que as notas do Enem 2020 forem liberadas.

Além disso, você ainda pode usar a nota do Enem 2020 para entrar diretamente numa universidade particular, com descontos, bolsas de estudo e financiamento próprios.

Se interessou? Separamos uma lista com algumas faculdades que aceitam a nota do Enem 2020 para você dar uma olhada e procurar o curso dos seus sonhos. Todas elas são devidamente reconhecidas pelo MEC, o que é garantia de diploma válido na mão ao fim do curso e empregabilidade. Confira:

Leia também: Descubra que notas você precisa tirar no Enem em cada curso

E você, qual é o curso você pretende se inscrever assim que sair o seu resultado do Enem 2020? Compartilhe aqui nos comentários da página!