Entenda tudo sobre o espelho da redação do Enem 2019

Enem — Escrito por

Entenda o que é o espelho da redação do Enem 2019, quando será divulgado e outras informações importantes sobre a redação do Enem!

O espelho da redação do Enem 2019 (vista pedagógica) permite que o candidato entenda sua nota da redação, que é considerada uma das provas mais difíceis do exame.

Veja a seguir o que é a vista pedagógica da redação do Enem 2019, como consultar e como a nota final da redação é calculada. Acompanhe!

O que é o espelho da redação do Enem 2019

O espelho da redação do Enem 2019 nada mais é do que a vista pedagógica da redação corrigida. Mas o que isso significa?

Os candidatos que participarem do Enem 2019 terão direito a ver suas redações corrigidas (digitalizadas) com a nota comentada de cada uma das competências avaliadas na prova.

Dessa forma, o aluno consegue entender sua nota final da redação, além de poder usar a correção como referência para conhecer os pontos nos quais precisa melhorar. Daí o nome formal do espelho da redação — vista pedagógica.

Também recebe essa nomenclatura porque a divulgação das redações corrigidas serve apenas para fins pedagógicos e não para que os candidatos contestem a nota da prova.

Quando será divulgado e como acessar?

Os espelhos da redação do Enem 2019 serão divulgados em março de 2020, mas a data exata ainda não foi divulgada pelo Inep.

Para acessar a vista pedagógica da redação, o candidato deverá entrar na Página do Participante, no site do Enem/Inep.

Entenda como a redação do Enem é corrigida

A nota da redação do Enem vai de zero a mil pontos. Para chegar à nota final, os corretores avaliam cinco competências demonstradas pelo aluno ao desenvolver o texto:

  • Domínio da modalidade formal escrita da língua portuguesa.
  • Compreensão da proposta de redação e aplicação de conhecimentos de diferentes áreas para desenvolver o tema.
  • Capacidade de selecionar, organizar, interpretar e relacionar fatos e argumentos em defesa de um posicionamento.
  • Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários na construção da argumentação.
  • Elaboração de proposta de intervenção que respeite os direitos humanos.

O candidato pode obter de zero a 200 pontos em cada competência avaliada. A redação é corrigida por dois corretores de forma independente. Ao final, cada corretor soma as pontuações e chega a uma nota média.

Se não houver discrepância entre as notas dos dois, a pontuação final do candidato na redação do Enem será a média aritmética das notas médias atribuídas por cada corretor.

Discrepância é quando há uma diferença superior a 100 pontos entre as notas médias dos dois corretores ou acima de 80 pontos em alguma competência. Nesse caso, a redação é enviada para um terceiro corretor independente.

Se não houver discrepância entre a nota do terceiro corretor e a dos outros dois, a nota final do candidato corresponde à média aritmética entre as duas notas médias que mais se aproximarem (a outra nota é descartada).

Porém, se houver discrepância entre as notas médias dos corretores iniciais e a do terceiro corretor, a redação é corrigida por uma nova banca, formada por três corretores, que fica responsável pela atribuição da nota final do participante.

Estrutura da prova

Na redação do Enem, é preciso desenvolver um texto dissertativo-argumentativo em prosa sobre alguma questão de natureza social, cultural, científica ou política, com extensão entre oito e 30 linhas.

Data da prova de redação do Enem 2019

A prova de redação do Enem 2019 será aplicada no dia 3 de novembro, primeiro domingo de provas.

No mesmo dia, serão as realizadas as provas de Linguagens, Códigos e Suas Tecnologias e Ciências Humanas e suas Tecnologias.

Nesse dia, os candidatos terão de 13h30 até 19h (5,5 horas ao todo) para fazer as provas, meia hora a mais do que no segundo domingo (quando as provas terminam às 18h30), justamente para terem mais tempo para a redação.

Como usar a nota do Enem 2019

Com a nota do Enem 2019, você pode tentar uma vaga na universidade por meio dos programas do governo Sisu, ProUni e FIES ou ingresso direto em faculdades particulares.

O Sisu costuma ser bastante concorrido, então quem não tem uma pontuação alta no Enem dificilmente consegue uma vaga.

Já ProUni e FIES têm critérios socioeconômicos de seleção dos candidatos e exigem vários trâmites burocráticos, além de terem notas de corte para cada curso, assim como no Sisu.

Considerando esses fatos, podemos dizer que o ingresso direto é o jeito mais simples de usar a nota do Enem para entrar na faculdade.

Nele, o aluno fica dispensado da prova do vestibular das instituições, tendo apenas que apresentar alguns documentos básicos, fazer a matrícula e começar a estudar.

E para quem tem o orçamento apertado, basta recorrer aos programas de bolsas de estudo, descontos e financiamento estudantil que algumas faculdades oferecem, como as que vamos apresentar a seguir:

Além de aceitarem a nota do Enem para ingresso direto e oferecerem facilidades a seus alunos, essas faculdades são bem avaliadas e reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC).

Veja também:

Descubra quais podem ser os temas de redação do Enem 2019

Saiba as regras do Enem 2019 e veja se algo mudou

Depois de conferir todas as informações sobre o espelho da redação do Enem 2019, responda nos comentários: qual faculdade você pretende cursar?

Comente