Entenda como você pode fazer uma faculdade com o Fies

Fies — Escrito por

Faça faculdade com o FIES e planeje uma nova carreira com esse benefício do governo federal!

Você já deve ter ouvido falar sobre financiamento estudantil, mas essa realidade, até pouco tempo, estava distante dos estudantes brasileiros.

Dentro das novas políticas afirmativas do governo federal, em parceria com agências bancárias, muitas universidades privadas aderiram ao Fundo de Financiamento Estudantil.

Pelo FIES, você parcela suas mensalidades com juros menores que os do mercado e paga apenas ao final do curso. Sendo assim, você restituirá esse benefício apenas quando estiver com o diploma na mão e com uma nova carreira.

Parece simples, não é mesmo? No entanto, são muitas as dúvidas dos candidatos que pretendem fazer uma faculdade com o FIES. Vamos tirar todas elas hoje. Leia até o final deste artigo!

Como funciona o FIES?

Desde que surgiu, o FIES foi se adaptando à realidade dos estudantes e mudando suas condições de seleção e pagamentos para conseguir se sustentar e continuar oferecendo aos candidatos a possibilidade de financiar um curso superior.

A partir de 2015, os estudantes começaram a pagar uma taxa de utilização a cada três meses, com o valor máximo de R$ 150, referente aos juros que incidem sobre o financiamento.

Ao concluir o curso, existe uma carência de 18 meses para que os estudantes possam recompor seu orçamento e começar a pagar as parcelas, porém também há uma taxa de até R$ 150 a cada três meses.

Após a carência, inicia-se o período de amortização, ou seja, do efetivo pagamento do financiamento. As parcelas são calculadas em até 3 vezes o período financiado, assim, por exemplo, se o curso foi de 4 anos, você terá até 12 anos para pagar.

Toda negociação é feita entre o candidato, a faculdade e os bancos, portanto, lembre-se de que esse é um compromisso sério e que precisa ser cumprido ao final da sua graduação.

Quem pode fazer faculdade com FIES?

O Fundo de Financiamento Estudantil é destinado aos cidadãos brasileiros, quites com as suas obrigações legais, que completaram o ensino médio e desejam cursar o ensino superior em uma faculdade privada.

Para participar do programa, a comprovação de renda é necessária, e as taxas de juros são calculadas por um índice que inclui todos os membros da família, por uma média per capita.

Além disso, o candidato precisa ter feito a prova do Enem e ter alcançado uma pontuação mínima de 450 pontos nas questões objetivas e nota acima de zero na redação.

O FIES, assim como outros processos seletivos (Sisu e o ProUni), considera as notas de corte dos candidatos a cada vaga, sendo que os melhores classificados conquistam o benefício.

Portanto, uma boa nota no Enem pode facilitar o pedido do FIES. Lembrando que, para esse processo, são válidas as notas das edições anteriores do Enem, desde 2010.

Quando abrem as inscrições do FIES?

Desde 2010, as inscrições para o FIES passaram a ser feitas em fluxo contínuo, ou seja, você pode solicitar seu financiamento em qualquer período do ano.

Se você já está cursando uma faculdade, também pode inscrever-se para o FIES a qualquer momento, só é preciso verificar se a instituição de ensino aceita o financiamento para o seu curso.

Como fazer a inscrição no FIES?

O processo de inscrição é totalmente informatizado e ocorre pelo Sistema Informatizado do FIES (SisFIES). Para solicitar o financiamento, siga estes passos:

  • Acesse o site do FIES.
  • Clique em “Saiba como fazer sua inscrição” para ser direcionado à página de cadastro.
  • Em seu primeiro acesso, clique em “Primeiro acesso”.
  • Preencha os seus dados pessoais (data de nascimento, e-mail, endereço).
  • Valide seu cadastro por uma confirmação que será enviada no e-mail cadastrado.
  • Após a validação, acesse “FIES Seleção”, informando novamente seus dados pessoais, do seu curso e instituição.
  • Aguarde a pré-seleção e, caso receba um aviso, você terá até 5 dias corridos para informar os dados de financiamento a ser contratado.
  • No ato da inscrição, você terá que escolher a instituição bancária e a agência de preferência para firmar seu contrato, sendo que os atuais agentes financeiros do programa são o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal.
  • Após a inscrição, é preciso validar suas informações em até 10 dias na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da faculdade.
  • Depois dessa validação, é preciso que o estudante ou seus fiadores compareçam a um agente financeiro do FIES, em até 10 dias, para formalizar a contratação do financiamento.

O processo é um pouco burocrático, pois, como já dissemos, exige comprometimento de todas as partes: da instituição, em oferecer vagas pelo programa; do banco, de pagar as mensalidades; e do aluno, de pagar o benefício ao final do curso.

Todas as regras, com mais detalhes, você pode encontrar no site do FIES.

Quais são as faculdades que aceitam o FIES?

Não são quaisquer faculdades que participam do FIES, pois existe uma seleção criteriosa para que elas possam entrar para o programa e oferecer vagas em seus cursos de graduação.

Elas precisam ser reconhecidas pelo MEC e obter conceito positivo no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), que é determinado por uma pontuação entre 1 e 5, sendo que, a partir de 3, significa que a instituição cumpre com todos os requisitos de qualidade exigidos. 

Com essa garantia, você sabe que o seu diploma terá validade em todo o território nacional!

Para saber qual faculdade aceita o FIES, você precisará pesquisar, já que aquelas que participam há bastante tempo têm todas as regras divulgadas em seus portais.

No SisFIES, você também pode obter essa informação, mas apenas durante o período do processo seletivo.

O que fazer se não conseguir o FIES?

Se não vai dar esse ano para conseguir uma vaga pelo FIES, existem outras opções que podem caber no seu bolso.

Você sabia que, com menos pontos no Enem, em média 300 e nota acima de zero na redação, você pode entrar direto em uma faculdade privada?

Quer outra notícia melhor? Muitas delas oferecem bolsas e descontos para novos alunos, com planos que todos podem pagar.

Assim, com um pouquinho por mês, você quita suas obrigações e não paga mais nada depois que estiver com o diploma na mão! 

Quer saber quais são elas? Veja abaixo algumas sugestões de faculdades reconhecidas pelo MEC e que podemos recomendar de olhos fechados:

Entre no site de cada uma delas e, se restarem dúvidas, peça ajuda pelos canais de atendimento em suas unidades presenciais ou on-line. 

Com certeza você encontrará um curso bem pertinho de você e ainda pode conseguir ótimas bolsas e descontos diretamente com as instituições.

Veja também:

Faculdades que aceitam o FIES em SP

Faculdades que aceitam o FIES em MG

Vai tentar o FIES? Comente conosco qual curso e faculdade você escolheu!

Comente