Conheça as faculdades de Direito que aceitam a nota do Enem

Enem — Escrito por

A maneira mais eficaz de entrar numa faculdade de Direito é, sem dúvidas, por meio da nota no Enem.

O exame permite entrada tanto em universidades públicas quanto nas particulares.

Com uma boa pontuação em mãos, as chances de conseguir aquela vaga tão sonhada se tornam ainda mais palpáveis.

Direito é um curso bastante concorrido, mas que, em compensação, conta com uma imensa oferta de vagas todos os anos. Você só precisa conhecer bem a faculdade onde quer estudar para saber se dá para entrar com sua nota.

Conheça a seguir as faculdades de Direito que aceitam a nota do Enem e encontre a ideal para você!

Faculdades de Direito que aceitam a nota do Enem

Com sua nota do Enem, dá para tentar vaga em Direito em todo o país.

E você ainda pode escolher entre diversos processos seletivos, como o Sisu, o ProUni e o FIES.

Cada um deles conta com uma oferta diferente de faculdades e exige notas distintas para entrar.

Vamos conhecer melhor:

Faculdades públicas de Direito que aceitam a nota do Enem

É possível entrar em Direito com a nota do Enem em instituições públicas por todo o Brasil.

O processo seletivo que distribui essas vagas se chama Sisu e abre duas vezes ao ano. A primeira edição, que conta com a maior quantidade de vagas, acontece logo após a divulgação dos resultados do Enem, na segunda quinzena de janeiro.

Para participar do Sisu você só precisa ter feito o Enem mais recente e não ter zerado a redação.

A nota média para conseguir vaga no curso é de 730 pontos. Nas faculdades mais difíceis de entrar, a pontuação ultrapassa os 850 pontos. Nas mais fáceis, cerca de 660.

A disponibilidade de vagas em Direito muda a cada edição do Sisu. Por isso, a melhor forma de descobrir se tem como entrar na universidade pública que você sonha é consultar o site oficial do programa no período de inscrições.

Faculdades particulares de Direito que aceitam a nota do Enem

Existem três maneiras cursar Direito numa faculdade particular com a nota do Enem: pelo ProUni, pelo FIES e pelo ingresso direto.

O ProUni distribui bolsas de estudos em graduações de diferentes áreas do conhecimento, incluindo Direito. Para participar, o candidato precisa ter um bom desempenho no Enem mais recente (o mínimo exigido é de 450 pontos na média das provas, sem ter zerado a redação) e atender a certos critérios de renda e formação escolar. A concorrência é alta e as inscrições abrem duas vezes ao ano.

O FIES permite financiar um curso superior, incluindo Direito, com juros baixos e prazo a perder de vista. As parcelas começam a ser cobradas só depois da formatura, o que é uma mão na roda para muita gente que quer cursar uma faculdade mas está sem grana no momento. Para participar é preciso ter feito qualquer edição do Enem a partir de 2010 e obtido desempenho igual ou superior a 450 na média das provas, sem ter zerado a redação. Também é preciso se encaixar em certos critérios de renda familiar.

O ingresso direto, por sua vez, permite entrada descomplicada em Direito em diversas faculdades particulares: basta o candidato apresentar as notas obtidas em qualquer edição do Enem a partir de 2010 e já garantir a vaga, sem precisar enfrentar um vestibular. É a forma mais fácil de conquistar uma vaga nesse curso.

Juntos, esses três processos seletivos abrangem um universo gigantesco de vagas em Direito por todo o país.

Conheça algumas:

A nota média para conseguir vaga em Direito pelo ProUni é de 640 pontos. Pelo FIES, 610 pontos. A nota do ingresso direto é normalmente mais baixa que isso, mas varia de instituição para instituição.

Veja também:

Descubra que nota você precisa tirar no Enem pra passar em Direito

Você vai usar sua nota do Enem para estudar Direito na faculdade? Conte para a gente nos comentários!

Comente