A Fundação Cesgranrio anunciou que está montando um projeto para uma nova aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). A ideia inicial é que as provas de Ciências da Natureza e suas tecnologias, Ciências Humanas e suas tecnologias, Matemática e suas tecnologias, Linguagens, Códigos e suas tecnologias sejam aplicadas no computador a partir do ano de 2016.

O sistema do projeto já é adotado em alguns exames nos Estados Unidos, onde a prova é 100% informatizada e os alunos são avaliados conforme o tempo de realização de cada questão proposta. A Cesgranrio está utilizando como base o projeto do curso de Psicometria da Universidade de Cambridge, na Inglaterra.

A principal ideia do projeto é poder elaborar provas mais atraentes aos candidatos com a possibilidade de poder utilizar recursos de multimídia nas questões, como vídeos e músicas, ao invés do que é feito atualmente que são enunciados longos.

A aplicação do ENEM em computadores pode gerar uma grande economia de logística, impressão e transporte.

A Fundação pretende começar os testes desse tipo de aplicação em pelo menos dois ou três anos em escala menor com poucos alunos, para então a partir de 2016 poder aplicar para todos os candidatos do ENEM.

Como será feito o cálculo da Nota?

Neste projeto da Fundação Cesgranrio a nota será calculada de acordo com a Teoria de Resposta do Item (TRI), que considera se o aluno fez uma prova mais difícil ou fácil. Se aprovado, o projeto será divulgado de forma transparente para toda a população como será feita a avaliação dos candidatos.

[Ache os cursos e faculdades ideais para você!]