Fazer a prova do Enem abre várias portas para quem deseja cursar uma faculdade pública ou particular. Isso porque a nota do exame é utilizada em processos seletivos como Sisu, ProUni, FIES e ingresso direto em faculdades privadas.

Para fazer a prova do Enem e poder aproveitar essas oportunidades, primeiro é necessário realizar a inscrição corretamente. Vamos passar todas as informações que você precisa para garantir sua participação ao longo do artigo!

Entenda também as diferentes formas de aproveitar sua nota do Enem para entrar na faculdade. Preparado para saber tudo sobre a inscrição do Enem? Vamos lá!

Onde e como fazer a inscrição para a prova do Enem?

As inscrições para o Enem devem ser feitas pela internet, no site oficial do Enem (Página do Participante). Geralmente o período de inscrições ocorre na primeira quinzena de maio.

Ao acessar a Página do Participante, é preciso ter em mãos as seguintes informações para realizar a inscrição:

  • Dados do RG (número, data de expedição, órgão expedidor etc.).
  • Número do CPF.
  • Endereço completo com CEP.
  • Um número de telefone e endereço de e-mail válidos.

Na Página do Participante, o candidato terá que resolver um desafio, clicando na figura correspondente à palavra apresentada, e depois deve informar o número do CPF para dar início ao processo de inscrição.

Na sequência, serão solicitados dados pessoais, informações socioeconômicas e opções relacionadas à realização da prova, como necessidade de atendimento especial, local de realização e opção de língua estrangeira (inglês ou espanhol).

Após completar todas as etapas da inscrição, o sistema emitirá o boleto para pagamento da taxa de inscrição (se o candidato não tiver conseguido a isenção) e, no fim, aparecerá uma mensagem de que a inscrição foi enviada com sucesso.

Como pedir isenção da taxa de inscrição do Enem

Como adiantamos, é preciso pagar uma taxa de inscrição para fazer a prova do Enem. Porém, o candidato pode pedir a isenção para participar de graça. 

Os pedidos de isenção também devem ser feitos pela Página do Participante e o período para pedir isenção costuma ter início no começo de abril, ou seja, antes do início das inscrições.

Após pedir a isenção, o candidato deve conferir se sua solicitação foi aceita, pois, caso contrário, será necessário pagar a taxa de inscrição para fazer o Enem. O resultado dos pedidos de isenção costuma ser divulgado na segunda quinzena de abril.

Cronograma do Enem

Veja as datas aproximadas em que cada etapa do Enem ocorre anualmente:

  • Publicação do edital: segunda quinzena de março.
  • Prazo para solicitar isenção: primeira quinzena de abril.
  • Resultado dos pedidos de isenção: segunda quinzena de abril.
  • Período de inscrições: primeira quinzena de maio.
  • Período para pagamento da taxa de inscrição: do início do período de inscrições até a segunda quinzena de maio.
  • Divulgação dos locais de prova: outubro.
  • Aplicação das provas: novembro (dois domingos consecutivos).
  • Divulgação dos resultados individuais: janeiro 

Como usar a nota do Enem para entrar na faculdade

Conheça agora as opções de como usar sua nota do Enem para cursar o ensino superior:

Sisu

O Sisu é uma plataforma online gerenciada pelo MEC, pela qual instituições públicas de todo o país oferecem vagas em seus cursos presenciais, selecionando os candidatos pela nota do Enem.

Para se inscrever no Sisu, é preciso ter feito a edição do Enem, sem ter zerado na redação. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pelo site oficial do Sisu. Geralmente ocorrem duas edições a cada ano, com inscrições em janeiro e junho.

ProUni

O ProUni é um programa do MEC voltado para brasileiros sem diploma universitário, que disponibiliza bolsas de 50% e 100% em cursos presenciais e EAD de faculdades particulares. Assim como no Sisu, os candidatos são selecionados pela nota do Enem.

Para se inscrever no ProUni, o candidato deve ter feito a edição mais recente do Enem, como nota média das provas igual ou maior que 450 pontos e nota diferente de zero na redação.

Existem também condições e limites de renda familiar para ter direito às bolsas. Para concorrer às bolsas, o interessado deve se enquadrar em alguma das situações abaixo:

  • Ter cursado todo o ensino médio em escola pública ou como bolsista integral em escola particular.
  • Ser pessoa com deficiência.
  • Ser professor da educação básica na rede pública em exercício (nesse caso, os limites de renda não se aplicam e as bolsas são válidas somente para cursos de licenciatura).

Já os limites de renda familiar mensal bruta por pessoa variam conforme o tipo de bolsa de estudos:

  • Bolsas de 100%: até um salário mínimo e meio.
  • Bolsas de 50%: até 3 salários mínimos.

As inscrições devem ser feitas no site oficial do ProUni. Costumam ocorrer duas edições ao ano, com inscrições em janeiro e junho.

FIES

O FIES é um programa do MEC que concede financiamentos de cursos superiores presenciais em faculdades privadas, no qual os candidatos são selecionados pela nota do Enem.

O programa permite que o estudante financie as mensalidades e comece a quitar a dívida somente após concluir o curso. Durante o curso, é preciso pagar apenas uma taxa mensal referente aos encargos do financiamento.

Para se inscrever no FIES, o interessado precisa ter participado do Enem a partir da edição de 2010, com nota média igual ou superior a 450 pontos e nota acima de zero na redação.

O candidato também precisa ter renda familiar mensal bruta por pessoa de até três ou cinco salários mínimos, dependendo da modalidade de financiamento.

As inscrições devem ser feitas pelo site do FIES e geralmente são realizados dois processos seletivos ao ano, com inscrições em fevereiro e julho.

Entrar direto em faculdades particulares

Diversas faculdades particulares no Brasil permitem que os candidatos usem a nota do Enem, em vez de fazer a prova do vestibular interno, para ingressar em seus cursos presenciais e EAD. Essa modalidade de seleção é conhecida como ingresso direto.

Em geral, são aceitas notas do Enem a partir da edição de 2010. Para conseguir uma vaga pelo ingresso, normalmente uma nota média nas provas a partir de 300 pontos e nota acima de zero na redação é suficiente.

Agora vem a melhor parte: há faculdades que dão bolsas de estudos de até 100% aos novos alunos que optam pelo ingresso direto com a nota do Enem!

Onde estudar

Conheça agora algumas faculdades autorizadas pelo MEC que aceitam a nota do Enem para ingresso direto e oferecem facilidades como bolsas de estudos e descontos especiais. Essas faculdades também costumam participar do ProUni e FIES:

Veja também:

Entenda quem tem direito à isenção da taxa do Enem

Saiba que nota precisa tirar no Enem pra entrar na faculdade

Depois de saber como fazer sua inscrição para o Enem, conte para a gente nos comentários: você pretende usar sua nota para entrar em qual curso?