Nesta edição de 2020, a taxa de inscrição do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) vai ser de R$ 85.

Infelizmente, sabemos que não são todos que podem arcar com essa quantia.

Por esse motivo, trouxemos algumas dicas para você solicitar a isenção dessa taxa e realizar a sua prova sem pagar nada.

Quer saber mais? Então vem com a gente!  

Como fazer a inscrição para isenção do Enem 2020 

O primeiro passo para fazer a inscrição para isenção do Enem 2020 é verificar se você se encaixa em um dos requisitos necessários para obter esse benefício. 

Os requisitos são:

  • Estar cursando a última série do ensino médio no ano do exame, em qualquer modalidade de ensino, em escola da rede pública declarada no Censo da Educação Básica.
  • Ter cursado todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada e ter renda per capita familiar igual ou inferior a um salário mínimo e meio.
  • Estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica, por ser membro de família de baixa renda (renda familiar per capita de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos).

Pronto! Se você se enquadra em um desses requisitos, agora é só acessar o site oficial do Enem (enem.inep.gov.br), em “solicitar isenção do Enem 2020”.

Você será direcionado para a página de inscrição para isenção, na qual será preciso aceitar os termos e prosseguir para o preenchimento dos seus dados. 

Preencha todos os dados e responda o questionário socioeconômico com muita atenção, pois não será possível alterar as informações após o encerramento da inscrição.

O prazo para solicitar a isenção da taxa de inscrição do Enem deste ano vai de 6 a 17 de abril de 2020.

Quando sai o resultado do pedido de isenção do Enem 2020? 

O resultado do pedido de isenção do Enem 2020 sai no dia 24 de abril e, para consultá-lo, basta acessar o site oficial do exame e inserir os seus dados. 

Caso o seu pedido não seja aceito, você terá alguns dias para entrar com um recurso, diretamente no site do Enem: entre 27 de abril e 1 de maio.

O resultado desse recurso sai no dia 7 de maio.

Quando acontecem as inscrições do Enem 2020? 

Mesmo quem conseguiu a isenção precisa fazer a inscrição para poder realizar as provas do Enem.

Em 2020, as inscrições vão de 11 a 22 de maio.

Quando será a prova do Enem 2020?

Neste ano, o exame estará disponível em dois formatos: digital e presencial. Cada um deles será aplicado em datas diferenciadas. Confira:

  • Enem digital: 11 e 18 de outubro.
  • Enem presencial: 1 e 8 de novembro. 

Ambos os tipos de prova serão aplicados em dois domingos, e em cada dia de aplicação serão cobradas as seguintes disciplinas:

  • Primeiro domingo – Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação e Ciências Humanas e suas Tecnologias. 
  • Segundo domingo – Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias.

Ao todo serão 180 questões objetivas e uma redação. O gabarito sai após 3 dias da aplicação da última prova de cada um dos formatos. 

Onde estudar com a nota do Enem 2020? 

Com a nota do Enem é possível tentar entrar em uma faculdade por meio de diversos processos seletivos. Veja:

Sisu

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é um processo seletivo no qual milhões de estudantes concorrem a vagas em universidades públicas de todo o país.

Para participar é necessário ter realizado o último Enem, não ter zerado nenhuma das provas e nem a redação.

O processo seletivo do Sisu abre inscrições logo após o resultado do Enem e costuma ser bem concorrido. Dessa forma, a maioria dos estudantes que conseguem uma vaga tiveram nota considerada média ou alta no Enem.

ProUni 

Outro processo seletivo bastante concorrido é o ProUni (Programa Universidade para Todos). Nele os estudantes concorrem a milhares de bolsas de estudo em diversas faculdades privadas do Brasil.

Para concorrer é necessário cumprir alguns requisitos, inclusive de renda, de acordo com o tipo da bolsa selecionada.

Também é exigido ter feito o último Enem, obtido nota igual ou superior a 450 pontos nas provas e não ter zerado a redação.

Fies 

No Fies (Financiamento Estudantil) o estudante concorre a uma vaga de financiamento completo da sua graduação.

Para participar também é necessário comprovar renda e alguns requisitos específicos, além de ter feito o último Enem, obtido nota mínima de 450 pontos nas provas e não ter zerado a redação. 

O estudante que for contemplado só vai começar a pagar o seu curso após a formação.

Ingresso direto pelo Enem 

Com o ingresso direto pelo Enem você começa a estudar sem precisar realizar vestibular nem comprovar renda, com muita facilidade e sem burocracia. 

Para participar do ingresso direto só é exigido que o estudante tenha feito alguma edição do Enem, desde 2010, e não tenha zerado nenhuma das provas, inclusive a redação.

Com o ingresso direto pelo Enem o candidato ainda concorre a bolsas de estudo e descontos diretamente com a instituição, além de poder financiar o seu curso sem nenhuma burocracia. 

Agora confira algumas instituições reconhecidas pelo MEC que, além de participarem do ProUni e Fies, possuem o ingresso direto pelo Enem:

Veja mais:

Confira 20 matérias do Enem que você não pode deixar passar 

Descubra quantos pontos vale a redação do ENEM

Já está se preparando para a prova do Enem? Conte para a gente aqui nos comentários!