Muita gente nem imagina que tem direito a fazer o Enem sem pagar nada.

É a chance de participar da prova mais importante do país e ainda economizar uma boa grana.

O processo para obter a isenção abre no início do ano e dura apenas alguns dias.

Portanto, esteja atento e agilize-se.

Aproveite para descobrir como e quem pode pedir isenção da taxa do Enem!

Quando pedir a isenção da taxa do Enem

A partir de março, fique ligadíssimo: poucos dias depois da divulgação do edital do Enem começa o processo de solicitação da isenção da taxa de inscrição.

Essa etapa acontece entre o fim de março ou início de abril, ou seja: mais de um mês antes da inscrição geral do exame.

Você terá aproximadamente 10 dias para fazer isso. O Ministério da Educação (MEC), como já é de se imaginar, não vai dar uma segunda chance: quem perder o prazo só consegue se inscrever no Enem se pagar a taxa.

Veja a seguir como conseguir sua isenção.

Como pedir a isenção da taxa do Enem

Quando o prazo para solicitação de isenção estiver aberto, o interessado só precisa acessar o site oficial do Enem e preencher todos os dados solicitados.

Dependendo do perfil, pode levar um tempinho para preencher tudo. É preciso ter paciência.

Depois é só esperar os resultados.

Um detalhe importante: as informações devem ser 100% verdadeiras. Caso o MEC encontre alguma inconsistência, o benefício é cancelado.

Quem pode pedir isenção da taxa do Enem

A isenção do Enem não é para todo mundo. O MEC determina que somente candidatos que se encaixam nos perfis abaixo têm esse direito:

  • Estudantes de escolas da rede pública de ensino que estejam formalmente matriculados no último ano do ensino médio.
  • Candidatos que já concluíram o ensino médio e estudaram em escolas da rede pública. Alternativamente, quem fez o ensino médio em escola particular com bolsa de estudos integral também pode solicitar. Em ambos os casos, a renda familiar bruta mensal deve ser de até 1,5 salário mínimo por pessoa.
  • Candidatos que sejam comprovadamente membros de família de baixa renda. Nesse caso é necessário ter um Número de Identificação Social (NIS) único e válido. A comprovação de renda deve ser de até meio salário mínimo por pessoa ou familiar de até três salários mínimos.

Quem conseguiu isenção para fazer o Enem do ano passado e não apareceu para fazer a prova terá de justificar o motivo da ausência caso queira pedir novamente o benefício.

A justificativa só vai ser aceita se o motivo para a falta estiver entre as aceitas pelo MEC, como doença, acidente, assalto, urgência médica, prisão, trabalho, etc.

Os resultados são divulgados poucos dias depois do encerramento do processo de solicitação, no próprio site oficial do Enem.

O que fazer se a solicitação de isenção for aprovada?

A aprovação da solicitação de isenção não significa que o candidato já está automaticamente inscrito no Enem.

Quando abrirem as inscrições gerais, em maio, ele terá de acessar o sistema e seguir as instruções como qualquer outro candidato.

A informação sobre isenção constará na plataforma de inscrição.

Caso o candidato isento não se inscreva, não poderá fazer o Enem em novembro.

O que fazer se a solicitação de isenção for negada?

Se a solicitação de isenção for negada, o candidato poderá recorrer da decisão.

Basta se atentar aos prazos de questionamento determinado pelo MEC – geralmente começa cinco ou seis dias depois da divulgação oficial dos resultados.

Muitas vezes é preciso enviar documentos adicionais.

Só dá para recorrer uma única vez.

Como usar a nota do Enem para entrar na faculdade

Às vezes os processos que antecedem o Enem podem ser bem burocráticos, mas vale a pena dedicar alguma atenção a eles.

É que, depois que você fizer as provas, terá em mãos um belo passaporte para o ensino superior.

O Enem permite participar de processos seletivos os mais diversos, que incluem:

  • Tentar vaga em cursos oferecidos por universidades públicas e institutos federais de educação em todo o país por meio do Sisu.
  • Disputar, pelo ProUni, uma bolsa de estudos integral ou parcial em faculdades particulares bem avaliadas pelo MEC.
  • Financiar um curso superior de forma facilitada com a ajuda do FIES.
  • Entrar direto em centenas de faculdades privadas sem fazer vestibular, só com a nota apresentada no Enem.

Faculdades que aceitam a nota do Enem

Dá para estudar em praticamente tudo quanto é faculdade – privada ou pública – com a nota do Enem.

Mas tamanha oferta gera um desafio: como garantir vaga nas melhores?

É simples. Basta escolher instituições que sejam reconhecidas e receberam boa avaliação junto ao MEC.

Um ensino de qualidade garante entrada com o pé direito no mercado de trabalho.

Abaixo, a gente separou algumas boas faculdades onde você pode estudar por meio do ProUni, do FIES e do ingresso direto. Nelas você também encontra benefícios como convênios, descontos, bolsas de estudos e financiamento sem burocracia.

Conheça:

Veja também:

Saiba quando sai o edital do Enem e se prepare para a prova

Está pensando em pedir isenção da taxa do Enem? Tem mais alguma dúvida? Manda para a gente nos comentários!