O Sisu ( Sistema de Seleção Unificada), como o próprio nome diz, é um processo seletivo que integra e oferece vagas em muitas universidades públicas do Brasil de forma gratuita.

Todos os anos, suas duas edições são bastante aguardadas. A primeira está prestes a acontecer, e se você já tem sua nota do Enem em mãos e caprichou na prova, está na hora de escolher o curso e a instituição de ensino onde quer começar o seu ensino superior!

As inscrições são realizadas, exclusivamente, pelo sistema e em prazos preestabelecidos. 

O governo federal, por meio do site do MEC, divulgou as datas do processo seletivo e agora você saberá todos os passos que precisa seguir, desde a inscrição, até a divulgação dos resultados!

Quem pode participar do processo seletivo do Sisu 2020?

Todos os alunos que tenham concluído o ensino médio e prestado a prova do Enem em sua última edição (2019).

As vagas do Sisu são distribuídas entre ampla concorrência e outras políticas afirmativas de cotas como portadores de necessidades especiais, estudantes de escolas públicas, cotas raciais e de renda. 

A pontuação mínima para que o sistema aceite qualquer inscrição é de 450 pontos nas provas objetivas e nota acima de zero na Redação!

Quando abre e como fazer a inscrição para o Sisu 2020?

O MEC divulgou nesses últimos dias, as datas de inscrição para o Sisu 2020.  O período para você escolher o seu curso e a instituição de ensino começa em 21 de janeiro e vai até o dia 24 de janeiro.

Nesses 4 dias, fique atento aos boletins dos pré-selecionados, e se a sua nota não for suficiente para a vaga que deseja, você pode mudar de opção até o final do processo seletivo. 

Onde sai a lista de aprovados do Sisu 2020?

Os resultados estarão disponíveis no site do Sisu, que fica dentro do portal do MEC, no dia 28 de janeiro.

Para não esquecer nenhuma data, guarde esse cronograma. Copie, seja num papel ou em seu celular, e deixe bem visível:

  • Inscrições: 21 a 24 de janeiro
  • Resultado: 28 de janeiro
  • Matrículas: 29 de janeiro a 4 de fevereiro
  • Lista de espera: 29 de janeiro a 4 de fevereiro
  • Resultado da lista de espera: 7 de fevereiro a 30 de abril

O processo é muito rápido, então, você não pode bobear e esquecer de conferir diariamente as atualizações disponíveis.

Entre, pelo menos, uma vez ao dia no site e veja seu boletim com sua colocação. Se a sua opção é por uma instituição específica e a nota de corte está maior do que os pontos que tem no Enem, talvez não seja dessa vez, mas você ainda pode mudar para outra!

Quais os critérios para conseguir uma vaga pelo Sisu? 

O Sisu possui alguns diferenciais quanto ao seu método de seleção. As universidades têm autonomia para escolher como a sua pontuação no Enem será utilizada para o ingresso.

Veja os critérios que são adotados:

Diferença de Pesos – a vaga do curso escolhido pode exigir uma pontuação maior em determinada área do conhecimento. Um curso de exatas, por exemplo, pode pedir uma pontuação maior em Matemática e suas Tecnologias. 

Médias e notas mínimas – as universidades podem exigir uma média mínima de pontos para aprovação e também uma nota mínima em determinada área do conhecimento. 

Por exemplo, um curso de fisioterapia, que tem uma nota de corte média de 701 pontos pelo Sisu. A universidade pode exigir esses 701 pontos como média geral, desde que o mínimo de 400 pontos sejam feitos em Ciências da Natureza e suas Tecnologias.

Nota de corte – não há diferença de pesos e os pontos para passar são determinados pelo mínimo que o candidato precisa, de uma média feita entre  o número de inscritos e a pontuação geral de todos. É bom lembrar que a nota de corte se atualiza automaticamente, portanto, fique atento todos os dias durante o processo.

Todos esses critérios são adotados, porém, o mais comum é a nota de corte. Se você acompanhar as notas dos anos anteriores, fica mais fácil na hora de preencher sua inscrição e conseguir sua vaga.

Se o seu desejo não é uma vaga em uma instituição específica, mas em determinado curso  e mesmo mudando as escolhas no período do processo, não deu, você pode pensar em outras alternativas para começar sua faculdade em 2020. Veja como, logo abaixo. 

O que fazer se não conseguir uma vaga pelo Sisu em 2020?

As vagas do Sisu são bastante disputadas e às vezes, mesmo que você consiga, pode haver outros gastos que compliquem a sua vida. Ter que mudar de cidade, pagar aluguel, alimentação, transporte, coisas que dependem do próprio aluno. 

Por que não pensar então em usar esse recurso e investir em uma faculdade privada, com cursos excelentes, aprovados pelo MEC, e que esteja mais perto de você e de sua realidade?

E o melhor, você ainda pode usar sua nota do Enem e conseguir bolsas que podem chegar até 100%! Isso mesmo, igual às vagas do Sisu! 

Quer saber onde e como? Confira nossas sugestões: 

Com um mínimo de 300 pontos, em média, e nota acima de zero na Redação, você pode entrar direto, sem outras provas e vestibulares.

Pode também fazer cursos presenciais e a distância, inclusive os novos cursos superiores tecnológicos de curta duração, com mensalidades que cabem em seu bolso!  Ainda tem a chance de conseguir uma bolsa e ótimos descontos.

Faça uma pesquisa, entre no site de todas elas e comprove!

Veja também:

Vale a pena fazer o Sisu? Entenda

Saiba que nota você precisa tirar no Enem para passar no Sisu

Será que esse ano dá para passar em alguma vaga pelo Sisu? Comente qual curso você está concorrendo!