O Enem não é apenas o maior exame do Brasil, é também uma ferramenta importante para entrar no ensino superior.

Todo ano, a gente tem à mão uma variedade de processos seletivos que distribuem vagas em universidades públicas e particulares por todo Brasil.

Para se dar bem em qualquer um deles, é necessário apresentar uma boa nota no Enem e saber aproveitar as chances que os programas oferecem.

A seguir, descubra se existe lista de espera para o Enem e como participar!

Existe lista de espera para o Enem?

Não, não existe lista de espera para o Enem — no entanto, dá para encontrar essa facilidade em praticamente todos os processos seletivos que usam a nota do exame como critério de classificação.

Veja quais são e como funciona:

Lista de espera para o Sisu

O Sisu é aquele famoso processo seletivo que distribui vagas em universidades públicas. É o primeiro que abre após a divulgação dos resultados oficiais do Enem. Para participar o candidato precisa ter feito a edição mais recente e não tem tirado zero na redação. O Sisu recebe milhões de inscrições por todo Brasil e é bastante concorrido. Por isso é importante aproveitar todas as chances oferecidas.

Os resultados do Sisu saem em duas etapas, a primeira chamada, que tem o maior número de aprovados, e a lista de espera.

A lista distribui as vagas que sobram depois da primeira chamada. Podem participar os candidatos que estiveram na seleção regular e não conseguiram vaga em qualquer uma das duas opções de curso escolhidas. A lista do Sisu abre logo depois da divulgação da chamada regular. Os resultados são anunciados pelas próprias universidades participantes.

Lista de espera para o ProUni

Com o ProUni dá pra usar a nota do Enem mais recente para entrar numa faculdade privada com bolsa de estudos. São milhares delas todos os semestres. O programa é direcionado a estudantes que têm renda familiar mensal bruta de até três salários mínimos por pessoa e fizeram ensino médio em escolas da rede pública. O desempenho mínimo para participar é de 450 pontos na média das provas, sem ter zerado a redação. A seleção acontece duas vezes por ano, sempre no início da semestres, e é quase tão concorrida quanto o Sisu. Por isso, quanto maior a nota do Enem, melhor.

Os resultados do ProUni saem em três etapas principais: a primeira chamada, a segunda chamada e a lista de espera.

Para participar da lista de espera do ProUni é preciso se inscrever dentro do prazo determinado pelo MEC. A partir disso, as chamadas podem acontecer a qualquer momento. Elas são feitas pelas faculdades participantes. O estudante interessado deve estar atento a esse detalhe, já que é sua responsabilidade ir atrás dessa informação.

Depois da lista de espera, o ProUni ainda abre uma quarta chance de conseguir a bolsa desejada, por meio das vagas remanescentes. Aqui temos de um novo processo seletivo, reduzido e simplificado. Basta ficar atento às datas anunciadas pelo MEC algumas semanas após encerramento do processo seletivo regular.

Lista de espera para o FIES

O Enem também permite que milhares de pessoas consigam, todos os anos, financiar os estudos de um curso superior em faculdade privada de qualidade pelo FIES.

A vantagem é que o programa oferece juros baixos e um prazo bastante longo para pagamento da dívida, e tudo isso só depois da formatura.

Como se não bastasse, ainda dá para usar a nota de qualquer edição do Enem a partir de 2010, desde que tenha obtido pelo menos 450 pontos na média das provas, sem ter zerado na redação. Para participar do FIES é necessário comprovar renda familiar mensal bruta de até cinco salários mínimos por pessoa. A classificação é feita pela nota do Enem e segue moldes muito similares aos do Sisu e do ProUni.

O FIES oferece duas chances de entrar: pela chamada principal e pela lista de espera.

A lista aproveita os financiamentos que não foram utilizados na primeira chamada. Para concorrer, é preciso se inscrever dentro do prazo determinado e ficar de olho nas convocações feitas pelas faculdades participantes. Caso seja chamado, terá um prazo para levar a documentação necessária para efetivação da matrícula e contratação do financiamento.

Maneira mais simples de entrar na faculdade com a nota do Enem

Os três grandes programas que utilizam a nota do Enem são incríveis, mas demandam bastante trabalho por parte dos interessados.

Para quem gosta de simplificar a vida, uma boa saída é aproveitar o sistema de ingresso direto. Com ele, dá para entrar em faculdades particulares sem precisar passar pro vestibular ou qualquer outro tipo de processo seletivo mais complexo.

Na maioria dos casos, basta informar nota de qualquer Enem a partir de 2010 e já se preparar para fazer a matrícula. O único requisito é alcançar a pontuação pedida para aquele curso.

Ingresso direto não tem lista de espera, requisito de renda ou de formação escolar. É tudo muito simples e ainda tem a vantagem de poder ser usado para entrar em cursos presenciais e a distância em todas as áreas

Abaixo, a gente escolheu algumas boas faculdades onde da para entrar por meio do ProUni, do FIES e também do ingresso direto.

Confira:

Veja também:

Entenda como funcionam as vagas remanescentes do ProUni

Entendeu como funciona lista de espera dos processos seletivos que usam o Enem? Compartilhe suas dúvidas com a gente nos comentários!