Descubra qual é a nota de corte de Direito no Sisu

Enem — Escrito por

Podemos dizer, sem medo, que Direito é o curso mais desejado pelos brasileiros. Ele é campeão em número de matrículas, com mais de 850 mil universitários atualmente, de acordo com o último Censo da Educação Superior.

Embora a procura seja alta tanto nas instituições públicas como nas particulares, é no ensino gratuito que a concorrência por uma vaga fica mais acirrada. O motivo todo mundo conhece: ter a oportunidade de estudar em uma faculdade de ponta sem precisar arcar com altas mensalidades durante pelo menos cinco anos (a duração mínima do curso de Direito é de dez semestres).

Uma das formas de conquistar vaga em Direito em uma instituição federal ou estadual é fazendo o temido vestibular. A outra é participando do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que usa a nota do Enem para classificar os candidatos.

Se você fez o Enem mais recente e não zerou a redação, pode se inscrever no Sisu. Conquistar um lugar ao sol, no entanto, pode ser um tanto mais difícil.

Descubra agora mesmo que nota você precisa tirar no Enem para conseguir passar em Direito pelo Sisu.

Nota de corte do Sisu

Para saber qual a nota de corte de Direito, é legal conhecer antes como funciona a nota de corte do Sisu.

Em primeiro lugar, é importante ressaltar que:

  1. A nota de corte é a menor pontuação que garante uma vaga, ou seja, é o desempenho do último candidato que passou.
  2. O Sisu não tem uma nota de corte geral por curso.
  3. A nota de corte do Sisu varia de acordo com os seguintes fatores: curso, turno, universidade, campus e modalidade de concorrência.
  4. A nota de corte do Sisu para determinado curso, turno, universidade, campus e modalidade de concorrência pode variar a cada semestre, de acordo com a edição do processo seletivo.
  5. A nota de corte final só é conhecida depois que o processo seletivo se encerra. Durante as inscrições, o Sisu divulga as notas de corte parciais.

Com isso em mente, vamos às notas de corte de Direito no Sisu!

Nota de corte de Direito no Sisu

Você já está sabendo que não tem como adivinhar com precisão qual vai ser a nota de corte de Direito na edição do Sisu que você vai fazer. Mas dá, sim, para ter uma pista, uma ideia de faixa de desempenho.

A gente foi atrás dessa informação e descobriu que as menores notas de corte em edições recentes ultrapassaram os 670 pontos no Enem. É o caso das estaduais do Piauí (UESPI), período noturno, campus Deputado Jesualdo Calvalcanti, e da Paraíba (UEPB), período vespertino, Centro de Humanidades – Campus III.

Na outra ponta do gráfico, temos notas de corte que se aproximam dos 850 pontos. A Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA), exigiu 847 pontos para o curso de Direito em período integral no campus Marabá. Também oferecido em turno integral, o curso de Direito da Universidade Federal Fluminense (UFF) exigiu 837 pontos para estudar no campus Aterrado.

Com 700 pontos é possível ingressar em diversas instituições espalhadas pelo país.

O que fazer se não passar em Direito pelo Sisu

Se a sua nota no Enem não for suficiente para passar em Direito pelo Sisu, saiba que há vários caminhos para você conquistar o seu sonho de estudar com qualidade sem estourar o orçamento.

Um dos mais conhecidos é o Programa Universidade para Todos (ProUni), iniciativa do governo federal que distribui bolsas de estudos em faculdades privadas, inclusive para o curso de Direito. O critério de seleção também é o desempenho no Enem, mas aqui a concorrência dá uma trégua: as notas de corte em edições recentes começam em pouco mais de 450 e vão até mais ou menos 740.

Pode participar do ProUni quem se enquadra nos requisitos do programa e apresenta desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas do Enem mais recente, sem ter zerado a redação.

Se não rolar ProUni, há ainda outro programa do governo federal, o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES). Com ele, o estudante consegue ajuda para pagar a faculdade e só vai começar a quitar a dívida depois da formatura. Os requisitos envolvem renda familiar e desempenho no Enem. As notas de corte são semelhantes às do ProUni.

Na iniciativa privada você também vai encontrar inúmeras formas de deixar a mensalidade de Direito menos pesada. Bolsas de estudos, financiamentos, parcelamentos, descontos e convênios são oferecidos por diversas faculdades.

O segredo aqui é buscar instituições que sejam reconhecidas e bem avaliadas pelo Ministério da Educação (MEC).

Selecionamos algumas faculdades de Direito que participam do ProUni e do FIES, além de oferecem todas essas vantagens e terem o aval do MEC:

Nas faculdades acima você vai encontrar formas de ingresso variadas, como vestibular tradicional, vestibular agendado, ingresso via nota do Enem e condições especiais para quem chega por transferência de outra instituição ou já tem diploma de nível superior.

Veja também:

Como usar a nota do Enem pra entrar na faculdade

O que achou das notas de corte de Direito no Sisu? Vai tentar uma vaga? Conte para a gente aqui nos comentários!

Comente