Você já deve ter ouvido bastante falar sobre “nota de corte“ quando se trata de algum assunto envolvendo o Enem, certo?

Pois bem, essa nota nada mais é do que a pontuação mínima necessária que dá acesso a cursos de diferentes áreas, em diferentes processos seletivos.

Portanto, se você fizer o Enem em 2020, certamente vai ter que lidar um bocado com elas.

A parte positiva é que elas nem sempre são tão altas quanto a gente imagina, às vezes até em cursos muito procurados.

A seguir, saiba qual é a nota de corte do Enem 2020 e onde ver a sua!

Onde ver a nota de corte do Enem 2020

Quem fizer o Enem 2020 terá que encarar as provas em novembro e aguardar até a divulgação dos resultados, em janeiro, para conhecer a pontuação obtida em cada uma delas.

Quando isso acontecer, é só acessar a Página do Participante do Enem, informar o CPF e a senha e verificar o desempenho.

No Enem, os candidatos recebem uma nota para cada uma das quatro provas objetivas – Linguagens e Códigos, Ciências Humanas, Matemática e Ciências da Natureza – e outra para a de Redação.

Para entender o conceito de nota de corte, você precisa saber primeiro como funcionam os processos seletivos do Enem.

Em todos eles, participantes com as maiores pontuações no Enem, seja pela concorrência geral ou pelas cotas, têm prioridade no acesso às vagas disponibilizadas pelas faculdades.

Como são muitos candidatos, a nota de corte pode mudar o tempo todo no decorrer dos processos seletivos.

Para não correr o risco de perder a vaga, os participantes devem fazer esse acompanhamento todos os dias, independentemente do processo seletivo escolhido, enquanto a disputa estiver valendo.

Caso a nota de corte do curso desejado fique mais alta do que a que o candidato tem, dá para buscar outro curso ou outra faculdade do seu interesse.

Qual a nota de corte do Enem 2020

A nota de corte do Enem 2020 varia bastante de acordo com processo seletivo escolhido, curso, a universidade e, muitas vezes, até o turno que você prefere estudar — os noturnos, por exemplo, tendem a ser mais procurados!

Veja abaixo quais são as notas de corte média para as principais formas de ingressar no ensino superior com a nota do Enem.

Nota de corte para o Sisu 2020

Por ser o processo seletivo que distribui vagas em universidades institutos federais de educação, o Sisu é o mais concorrido e o que tem as notas de corte mais altas no geral.

Para garantir vagas em cursos de média concorrência, por exemplo, é necessário ter entre 650 e 690 pontos. Nessa categoria estão graduações como Administração, Ciências Contábeis, Nutrição, Fisioterapia, Engenharia Ambiental, Engenharia de Controle e Automação, Ciências da Computação, Publicidade e Propaganda, e vários outros.

Para os mais procurados, como Direito, Engenharia Civil ou Psicologia, por exemplo, só com nota a partir de 700 pontos. Medicina exige até mais: a partir de 750 pontos, em média.

Já os mais fáceis têm nota de corte entre 550 e 650 pontos, como é o caso de Gestão Financeira, Gestão de Recursos Humanos, Marketing, Pedagogia, Matemática, etc.

Quem fizer o Enem 2020 poderá participar das duas edições previstas do Sisu em 2021, no primeiro e no segundo semestre letivo. Para se inscrever, basta não ter tirado zero na redação.

Nota de corte para o ProUni 2020

Com o ProUni, milhares de estudantes vão poder fazer uma faculdade privada com bolsa de estudos integral ou parcial bancada pelo governo federal.

A disputa por uma bolsa é grande e as notas do Enem 2020 necessárias para obter o benefício com deve ficar entre 620 e 650 pontos, aproximadamente.

Aqui mais uma vez, cursos muito procurados tendem a ter nota de corte mais alta. Medicina, por exemplo, só com 700 pontos ou mais!

As notas de corte mais baixas são normalmente registradas em cursos de licenciatura ou de formação tecnológica, como, por exemplo, Geografia, História, Artes, Filosofia, Gestão Comercial, Secretariado, Banco de Dados, etc. Em boa parte deles dá pra entrar com pontuação que varia entre 450 e 550 pontos, aproximadamente.

Para participar do ProUni é necessário obter a pontuação de pelo menos 450 na média das provas, sem ter zerado a redação do Enem 2020. Além disso, o candidato terá de preencher alguns requisitos de renda e formação escolar que são exigidos pelo governo.

Estão previstas duas edições para 2021, no primeiro e no segundo semestre.

Nota de corte para o FIES 2019

Outra alternativa interessante é o financiamento estudantil do FIES.

O programa oferece juros baixos e um prazo bem generoso para pagamento da dívida – uma oportunidade e tanto para quem não conseguir vaga pelo Sisu ou FIES.

Comparado com os demais processos seletivos, aqui as notas de corte dão uma boa aliviada. A média para conseguir entrar fica em torno de 550 pontos na maioria das opções.

Para tentar o financiamento é preciso ter pelo menos 450 pontos na média de qualquer Enem a partir de 2010 e renda familiar mensal bruta de até cinco salários mínimos.

Há duas edições previstas para 2021!

Faculdades onde você pode entrar com a nota do Enem 2020 sem fazer vestibular

Em várias faculdades privadas brasileiras você pode entrar sem fazer vestibular.

Basta, para isso, ter uma nota razoável no Enem.

Durante o processo seletivo, o interessado informa a pontuação obtida em cada prova e já garante automaticamente o direito à matrícula.

Depois, é só levar a documentação necessária e se preparar para fazer o curso!

Abaixo, a gente separou algumas faculdades que aceitam essa forma de ingresso, além de participarem também do FIES e do ProUni.

Confira:

Veja também:

Saiba que horas sai a nota do Enem, onde ver e onde estudar

Onde você quer usar sua nota do Enem 2020? Conte para a gente!