Descubra qual é a nota de corte do Sisu para Medicina

Sisu — Escrito por

O curso de Medicina dispensa apresentações. É quase sempre o mais procurado em praticamente todos os processos seletivos do Brasil.

No Sisu, o programa que distribui vagas em universidades públicas, não é diferente: é o curso que contabiliza as maiores notas de corte da história!

Fazer Medicina está nos seus planos? Então é bom, antes mesmo de começar a maratona de estudos, saber quanto você precisa tirar no Enem para garantir vaga.

A gente fez uma seleção das maiores e menores notas e ainda temos algumas dicas de universidades onde é mais fácil conseguir vaga.

Veja agora mesmo!

 

Qual é a nota de corte do Sisu para Medicina

Nota de corte é a pontuação mínima no Enem que você precisa apresentar para conquistar uma vaga na universidade pública pelo Sisu.

Ela pode variar de acordo com a edição do processo seletivo, com a universidade, a cidade onde o curso é oferecido e a modalidade de concorrência (cotas ou geral).

Em Medicina, ela tem variado de 770 a 900 pontos!

A gente separou, a seguir, as notas de corte em dois blocos – para você saber onde é mais fácil e mais difícil de conseguir vaga.

Vamos lá:

 

Menores notas de corte do Sisu para Medicina

Veja em quais universidades a nota de corte de Medicina variou de 770 a 800 pontos nos últimos anos:

  • Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Mossoró/RN) – 768 pontos
  • Universidade Federal de Goiás (Jataí/GO) – 770 pontos
  • Universidade de Pernambuco (Serra Talhada/PE) – 779 pontos
  • Universidade Federal de Alfenas (Alfenas/MG) – 781 pontos
  • Universidade Federal do Maranhão (Imperatriz/MA) – 781 pontos
  • Universidade Federal de Campina Grande (Cajazeiras/PB) – 783 pontos
  • Universidade Federal de Mato Grosso (Rondonópolis/MT) – 783 pontos
  • Universidade Federal da Bahia (Salvador/BA) – 784 pontos
  • Escola Superior de Ciências da Saúde (Brasília/DF) – 786 pontos
  • Universidade Estadual de Montes Claros (Montes Claros/MG) – 786 pontos
  • Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Foz do Iguaçu/PR) – 786 pontos
  • Universidade Federal de São Carlos (São Carlos/SP) – 787 pontos
  • Universidade Estadual de Santa Cruz (Ilhéus/BA) – 788 pontos
  • Universidade Federal de São João Del Rei (Divinópolis/MG) – 789 pontos
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Porto Alegre/RS) – 791 pontos
  • Universidade Federal de Viçosa (Viçosa/MG) – 799 pontos
  • Universidade Federal do Piauí (Teresina/PI) – 800 pontos

 

Maiores notas de corte do Sisu para Medicina

Veja onde as notas de corte para Medicina variaram de 800 a 900 pontos!

  • Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Cascavel/PR) – 801 pontos
  • Universidade Federal do Espírito Santo (Vitória/ES) – 801 pontos
  • Universidade Federal de Juiz de Fora (Juiz de Fora/MG) – 804 pontos
  • Universidade Federal do Triângulo Mineiro (Uberaba/MG) – 807 pontos
  • Universidade Federal Fluminense (Niterói/RJ) – 807 pontos
  • Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (Campo Grande/MS) – 808 pontos
  • Universidade Federal de Minas Gerais (Belo Horizonte/MG) – 811 pontos
  • Universidade do Estado de Minas Gerais (Passos/MG) – 817 pontos
  • Universidade Federal de Santa Catarina (Florianópolis/SC) – 818 pontos
  • Universidade Federal do Rio De Janeiro (Rio de Janeiro/RJ) – 822 pontos
  • Universidade Federal de Alagoas (Arapiraca/AL) – 824 pontos
  • Universidade Federal do Paraná (Curitiba/PR) – 826 pontos
  • Universidade de Brasília (Brasília/DF) – 829 pontos
  • Universidade Federal de Pernambuco (Caruaru/PE) – 829 pontos
  • Universidade Federal do Pará (Belém/PA) – 880 pontos
  • Fundação Universidade Federal do Pampa (Uruguaiana/RS) – 890 pontos
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Caicó/RN) – 900 pontos

Qual é a nota de corte do Sisu para Medicina por meio de cotas

Existem diversos tipos de políticas afirmativas e cotas no Sisu: para alunos de escola pública, para negros, pardos e indígenas, para quem tem baixa renda ou é pessoa com deficiência.

As notas para entrar em Medicina por esse sistema são, em geral, só um pouco mais baixas que as da ampla concorrência (que você viu acima).

Confira alguns exemplos:

  • Alunos de escolas públicas: de 713 a 831 pontos
  • Cota racial: de 716 a 814 pontos
  • Pessoas com necessidades especiais: de 746 a 785 pontos
  • Cota de escola pública + baixa renda: de 726 a 785 pontos
  • Cota escola pública + racial: de 700 a 796 pontos

 

Quando acontece o Sisu para Medicina

O Sisu é um processo unificado que vale para todos os cursos ao mesmo tempo. Ele acontece duas vezes ao ano. A primeira edição, em janeiro, é a que distribui a maior quantidade de vagas.

A segunda, mais enxuta, acontece em junho ou julho, para ingresso no segundo semestre.

Para participar o candidato tem que ter feito o Enem mais recente e não pode ter tirado zero na redação.

O processo seletivo fica mais ou menos uma semana no ar. Durante esse período, os candidatos escolhem duas opções de vaga, indicam se vão entrar na disputa por cotas ou por ampla concorrência e passam a verificar o sistema todos os dias.

A nota de corte pode variar de acordo com a chegada de novos candidatos. Se a nota de corte do curso de Medicina que você escolheu for mais alta do que o seu desempenho no Enem, dá para mudar de opção quantas vezes for necessário até o fim da seleção.

Os interessados podem concorrer a uma vaga em qualquer faculdade participante do Sisu, de qualquer cidade ou estado.

Outras formas de entrar em Medicina

Além do Sisu, você pode tentar entrar em Medicina por meio do vestibular tradicional de instituições públicas que não participam do Sisu, fazer o vestibular de uma faculdade privada ou tentar uma bolsa de estudos.

As bolsas são distribuídas pelo governo federal por meio do ProUni. O processo seletivo acontece por meio da nota do Enem e é relativamente similar ao do Sisu. Aqui, pelo menos, as notas de corte para Medicina são um pouco mais baixas: variam de 700 a 790 pontos, com média de 750 pontos.

Para conseguir o benefício é preciso ter feito o Enem mais recente e atender aos requisitos determinados pelo MEC: pelo menos 450 pontos na média das provas, não ter zerado a redação e corresponder aos critérios de renda e formação escolar. A seleção também ocorre duas vezes ao ano.

Outra forma de entrar em Medicina é pelo vestibular tradicional de faculdades particulares. Aqui, se o problema é o valor das mensalidades, existem alternativas interessantes que facilitam os estudos. Uma delas é o FIES, que permite pagar o valor financiado só depois da formatura, com juros baixos e prazo longo. Para se inscrever no FIES é preciso ter feito o Enem (vale qualquer um a partir de 2010) e se encaixar nos critérios de renda e desempenho nas provas exigidos pelo programa. Os financiamentos são concedidos mediante processo seletivo. Para Medicina, as notas de corte variam de 720 a 830 pontos.

Conheça algumas faculdades particulares que contam com o curso de Medicina e aceitam o FIES e o ProUni:

 

Veja também:

Veja a mensalidade das principais faculdades de Medicina

 

O que achou das notas de corte de Medicina no Sisu? Está estudando para chegar lá? Conte para a gente nos comentários!

Comente