Veja qual nota do Enem para passar em Engenharia de Produção

Enem — Escrito por

Engenharia de Produção é um dos cursos que mais crescem na preferência dos estudantes brasileiros.

Tanto é que nos últimos cinco anos apareceu entre os dez mais procurados do Brasil, com um incremento de cerca de 20 mil alunos a cada ano. Hoje, temos quase 170 mil matriculados.

Esse sucesso todo se explica pela versatilidade profissional do engenheiro de produção, pelo número de cursos e pela diversidade de formatos em que é possível estudar.

Mas será que é difícil conseguir vaga?

Veja a seguir qual a nota do Enem para passar em Engenharia de Produção em diferentes processos seletivos e as faculdades onde você pode estudar com a certeza de ter o diploma reconhecido!

Nota do Enem para passar em Engenharia de Produção

Dependendo do processo seletivo em que você estiver interessado, passar em Engenharia de Produção pode ser bem difícil – especialmente se o alvo for aquela universidade pública super procurada.

Aí não tem jeito: é preciso estudar, estudar e estudar para se dar muito bem no Enem, garantir um notaço e encarar a disputa com mais tranquilidade.

Só assim você vai conseguir vaga em Engenharia de Produção em um dos quatro processos seletivos que usam a nota do Enem: o Sisu, o ProUni, o FIES e o ingresso direto.

Vamos ver a seguir quais são as notas médias, máximas e mínimas em cada uma delas:

Nota do Enem para passar em Engenharia de Produção no Sisu

Por ser o processo seletivo que distribui vagas em pouco mais de cem universidades públicas de todo o Brasil, é natural que o Sisu (Sistema de Seleção Unificada) também seja, entre todos, o mais concorrido.

O bom é que é possível encontrar inúmeras vagas disponíveis em Engenharia de Produção de Norte a Sul do país.

Mas passar não vai ser fácil não. Se você der sorte, vai encontrar algumas vagas com nota de corte próxima a 620 pontos.

Nas faculdades mais disputadas, a pontuação mínima para passar pode tranquilamente se aproximar dos 800 pontos!

A nota média que garante vaga em Engenharia de Produção na maioria das universidades públicas é de 710 pontos!

Dureza, não é?

Pode participar do Sisu qualquer pessoa que tenha feito o Enem mais recente e não zerou na redação. A seleção abre duas vezes ao ano. A primeira começa logo após a divulgação dos resultados do Enem e a segunda acontece no segundo semestre.

Nota do Enem para passar em Engenharia de Produção no ProUni

Quem busca uma bolsa de estudos para estudar Engenharia de Produção em faculdade particular também terá que suar a camisa.

Aqui as notas são só um pouco menores do que no Sisu – mas tem uma boa notícia que você vai ver daqui a pouco.

Antes, vamos à parte mais difícil:

Para conseguir bolsa em Engenharia de Produção pelo ProUni será preciso ter, em média, 600 pontos no Enem.

Esse desempenho garante entrada em boa parte das faculdades participantes, mas nas mais procuradas o cenário pode ser bem diferente. Nesse caso, a pontuação pode facilmente superar os 700 pontos.

A boa notícia fica por conta da nota mínima. Em diversas faculdades é possível entrar com apenas 450 pontos – a menor pontuação obrigatória para participar do programa.

Na Anhanguera de Sorocaba, por exemplo, a nota de corte para Engenharia de Produção no turno da manhã foi de 535 em edição recente do ProUni. Na Estácio de Sá de Santa Cruz, turno da noite, foi de 590.

O ProUni é direcionado a estudantes que se encaixam em alguns critérios de renda familiar e formação escolar definidos pelo Ministério da Educação, o MEC.

O processo seletivo abre inscrições duas vezes ao ano, no início de cada semestre letivo. Par participar é preciso ter feito o Enem mais recente, com desempenho de pelo menos 450 pontos na média das provas, sem ter zerado a redação. É preciso ainda se enquadrar em critérios de renda familiar e formação escolar.

O ProUni também pode distribuir vagas nos cursos de Engenharia de Produção a distância.

Nota do Enem para financiar Engenharia de Produção com o FIES

O FIES é o programa do governo que possibilita financiar o curso superior em uma faculdade particular. A dívida só começa a ser cobrada depois da formatura, com juros baixos e prazo longo para a quitação.

É uma oportunidade e tanto para quem quer estudar Engenharia de Produção e está sem grana no momento.

Conseguir uma vaga de financiamento pode ser mais fácil do que correr atrás de uma bolsa do ProUni ou entrar no Sisu.

A nota média no Enem necessária para financiar o curso de Engenharia de Produção é de 560 pontos. É o caso da Estácio de Sá Norte Shopping, por exemplo. Já na Pitágoras de Belo Horizonte, a nota de corte foi um pouco mais alta: 580 pontos para o período noturno.

Se a faculdade em que você estiver de olho for bastante disputada, pode ser que a nota de corte seja bem mais alta, na casa dos 690 pontos.

A parte boa é que em algumas instituições também dá para conseguir o benefício apenas com a nota mínima obrigatória para participar da seleção, que é de 450 pontos na média das provas. Vale o desempenho de qualquer edição do exame a partir de 2010.

O candidato que tiver zero na redação não vai poder entrar na disputa.

O FIES é direcionado a estudantes que se encaixem em certos critérios de renda. O programa abre seleção duas vezes ao ano.

Nota do Enem para passar em Engenharia por ingresso direto

Ingresso direto é a forma mais rápida e fácil de entrar em uma faculdade particular usando a nota do Enem.

Você só precisa acessar o site da faculdade enquanto as inscrições do processo seletivo estiverem abertas, escolher a modalidade “ingresso direto” e informar a nota que tirou em cada uma das provas do Enem. Geralmente vale qualquer edição do exame a partir de 2010.

Caso você tenha nota igual ou superior ao mínimo exigido pela instituição, é só correr para fazer a matrícula.

Além de toda essa facilidade, o ingresso direto não tem custo para o estudante – pelo menos na maioria das faculdades.

As notas do Enem para entrar em Engenharia de Produção variam muito de instituição para instituição.

Onde estudar Engenharia de Produção com a nota do Enem

Seja pelo Sisu, ProUni, pelo FIES ou pelo ingresso direto, você precisa ficar de olho em um detalhe muito importante: que a instituição escolhida seja reconhecida e bem avaliada pelo Ministério da Educação (MEC).

Esse aval do MEC é fundamental para que você consiga abrir portas no mercado de trabalho depois da formatura.

Vai ser melhor ainda se a instituição escolhida tiver uma unidade perto de você, contar com o curso de Engenharia de Produção em diversas modalidades e uma bela infraestrutura de salas de aula e laboratórios.

Quer conhecer algumas que se encaixam nesses critérios e ainda oferecem descontos, bolsas, convênios e parcelamento das mensalidades? Confira:

Veja também:

Descubra as faculdades a distância que aceitam Enem

O que achou das notas para entrar em Engenharia de Produção? Vai tentar vaga nos próximos processos seletivos? Conte para a gente!

Comente